sábado, 9 de novembro de 2019

As Principais Informações Bíblicas Sobre Fragilidade Humana

Salmos 90:5-12
Tu os levas como uma corrente de água; são como um sono; de manhã são como a erva que cresce.
De madrugada floresce e cresce; à tarde corta-se e seca.
Pois somos consumidos pela tua ira, e pelo teu furor somos angustiados.
Diante de ti puseste as nossas iniquidades, os nossos pecados ocultos, à luz do teu rosto.
Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; passamos os nossos anos como um conto que se conta.
Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando.
Quem conhece o poder da tua ira? Segundo és tremendo, assim é o teu furor.
Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios.

Jó 14:1, 2
O homem, nascido da mulher, é de poucos dias e farto de inquietação.
Sai como a flor, e murcha; foge também como a sombra, e não permanece.

I – A vida humana.
1.  É curta. É como a flor, a relva.
2.  É cercada de lutas, – Sal. 90:10.
3.  É como o secar dum rio. – Jó 14:10-12.
II – A morte.
2.  É o inimigo comum de todos. – I Cor. 15:26; Ecl. 3:1-2.
3.  É o tributo do pecado. – Rom. 6:23.
4.  É o prêmio da desobediência. – Rom. 5:12.
III – O resgate.
22.              Jesus veio para livrar-nos da penalidade do pecado. – Gál. 1:4; I Cor. 15:22.
23.              Jesus virá para os que O esperam. – Heb. 9:28.
24.              Os mortos ressuscitarão. – I Tess. 4:16-18.
25.              Us anjos levarão os ressuscitados para o céu, – Mat. 24:30-31.
A advertência divina. – Tito 2:11-13.

A VIDA É PASSAGEIRA


Sal. 90:12

I – O cálculo certo da vida.
1.  É temporária.
2.  a) É como a nuvem, a flor, a relva, o vapor
3.  É preparativa.
4.  a) Aqui não é a terra de descanso. – Miq. 2:10.
5.  b) Somos peregrinos. – Heb. 11:13-16.
II – A tendência para negligenciar o cálculo.
1.  Compromissos seculares.
2.  Repulsa só de pensar na morte.
3.  Medo do futuro.
III – A sabedoria de um cálculo certo.
1.  Isso moderará nossas afeições terrestres.
2.  Isso nos reconciliará às nossas aflições terrestres.
3.  Isso despertará em nós uma acentuada saudade duma pátria melhor e mais feliz, onde os dias sejam eternamente belos.

QUE É A VIDA?


Tia. 4:13-16
Comparações lindas e poéticas, profundamente solenes:
1.  É uma peregrinação. – Gên. 47:9.
2.  É água que se derrama. – II Sam. 23:16-17.
3.  É uma lançadeira no tear. – Jó 7:6.
4.  É um sopro. – Jó 7:7.
5.  É vaidade. – Jó 7:16.
6.  É uma sombra. – Jó 8:9; 14:2; Sal. 102:11.
7.  É um correio. – Jó 9:25.
8.  É um navio veleiro. – Jó 9 :26.
9.  É uma águia. – Jó 9:26.
10.              É um palmo, um nada. – Sal. 39:5.
11.              É um sonho. – Sal. 73 :20.
12.              É um conto que se conta. – Sal. 90:9.
13.              É uma erva que se vai secando. – Sal. 102:11; I Ped. 1:24-25; Jó 14:2.
14.              É um vapor ou fumaça. – Tia. 4:14.
A brevidade desta vida e a eternidade da vida futura. Somente Jesus a fará eternamente feliz.

COISAS QUE OS HOMENS PODEM E NÃO PODEM FAZER


PODEM libertar os átomos, mas não podem unir a humanidade.
PODEM combater epidemias, porém não podem combater o egoísmo.
PODEM elevar o nível de vida, mas não podem satisfazer o coração
PODEM multiplicar as conferências de paz, mas não podem dar a paz.
PODEM idealizar como unir o Ocidente com o Oriente, porém não podem dar segurança.
PODEM prometer um mundo pleno de felicidade, mas não podem cumprir o que prometem.
PODEM prometer riquezas neste mundo, mas não podem dar esperança viva.
PODEM abrir minas no solo, mas não podem abrir as portas do céu.

O CAMINHO DA VIDA – Sal. 16:11


1.  O guia – “Tu” (Deus).
2.  a) Suas qualidades: bondoso, sábio
3.  b) Sua experiência: já percorreu o caminho.
4.  c) Seu interesse: Ele morreu por mim.
5.  O viajante – Eu (pecador)
6.  a) Estou fazendo a viagem.
7.  b) Não tenho experiência.
8.  c) Necessito de um guia como
9.  O caminho – “Vereda”.
10.              a) O caminho é um entre muitos.
11.              b) É um caminho estreito.
12.              c) Poucos são os que andam por ele.
13.              O destino.
14.              a) O contraste da morte.
15.              b) Uma antecipação suave.
16.              e) Uma antecipação gloriosa.

O FIM DE VÁRIOS HOMENS


I – Balaão – Núm. 22-24; 31:1-8.
1.  Expressou este iníquo seu desejo piedoso. – Núm. 23:10.
2.  Apesar de conhecer intimamente a palavra de Deus, e ser profeta, morreu entre os inimigos de Deus e de seu povo. – Núm. 31:8.
3.  Seus privilégios foram mal aproveitados.
II – Acã – Jos. 7.
1.  Pertence ao povo de Deus.
2.  Passa o Jordão.
3.  Entra na terra prometida.
4.  Porém ao fim, por causa da cobiça das coisas proibidas por Deus, sua vida foi cortada da Terra.
5.  Terminou embaixo de um montão de pedras. – Vs. 25-26.
III – O Rei Jorão de Judá.
1.  Seu pai era muito bom.
2.  Ele, porém, deu as costas ao bom exemplo paterno e seguiu o caminho da casa de Acabe.
3.  Seu reinado foi um desastre e morreu debaixo do juízo de Deus. “Foi sem ser desejado” – II Crôn. 21:19-20.
IV – Estêvão, o primeiro mártir – Atos 6 e 7.
1.  Como Acã, terminou sua vida debaixo de um montão de pedras; porém, que diferença! Acã saiu do mundo debaixo da desaprovação de Deus; Estêvão morreu entregando seu espírito ao seu salvador – Atos 7:55, 56, 59.

O TEMPO


I – O tempo é curto.
1.  Mesmo a vida mais longa – Matusalém, 969 anos.
2.  Nada é em comparação com a eternidade.
3.  O tempo passa vagarosamente na meninice, porém voa na idade mediana.
II – O tempo é incerto.
1.  A vida é como um vapor que desaparece. – Tia. 4 :14.
2.  Não podemos gloriar-nos do dia de amanhã. – Prov. 27:1.
3.  A morte está muito perto e não sabemos quando, como, nem de onde nos virá alcançar.
III – O tempo é importante – Efés. 5:15.
1.  Vale a pena aproveitá-lo bem.
2.  Esta hora pode resolver a tua eternidade.
3.  Por qual porta entrarás?
4.  Por qual caminho estás indo? – Mat. 7:13-14.
5.  Assim será nosso destino final.
IV – O tempo é irrecuperável
1.  “O que escrevi, escrevi” – disse Pilatos.
2.  O mesmo teremos que dizer no fim de nossa vida.
3.  A alma perdida estará perdida para sempre.
4.  A oportunidade desperdiçada não se recupera jamais.

Fonte: cristaoreformado.com.br

0 comentários: