domingo, 14 de agosto de 2016

Pedido de desculpas aos Adventistas do Sétimo Dia...

Por muito tempo tenho tratado a Igreja Adventista do Sétimo Dia como uma seita. Peço desculpas aos membros dessa religião pelo desconforto causado por minha falta de sensatez e pouca gentileza quando tratei esse assunto com vocês, mas continuarei com a essa postura. Nada do que tenho apontado até agora foi provado como sendo falso, antes, foi mantido. Portanto, apesar de deixar essas pessoas chateadas, por alguma dureza com que tratei pessoas desse arraial religioso, em algum comentário áspero aqui no blog, pelo que peço desculpas, porém, pelo conteúdo que apresento, não posso pedir desculpas.

A Igreja Adventista do Sétimo Dia é uma seita, e especialmente do ponto de vista cristão protestante ortodoxo. Pelas seguintes razões*

1.      Dizem que vários registros da Bíblia tem erros. Fazem isso para que por causa dos erros de Ellen White, seus escritos não sofram rejeição, e assim mantenham o mito.

2.      Dizem que a Trindade Cristã é uma doutrina filosófica com elementos heréticos, que quem discerniu a ‘verdadeira’ doutrina da trindade foram os adventistas, especialmente parida nas visões de Ellen White e formatada por dois acadêmicos adventistas de nome Raoul Dederen e Fernando Canale. Creem em outra trindade.

3.      Uma de suas doutrinas oficiais, incluem a crença em Ellen White, fato esse constatados apenas nos Mórmons, Tabernáculo da Fé, entre poucas outras, onde um profeta exclusivo da seita é elemento de crença.

4.      Ensinam que a IASD é a visível igreja verdadeira e que as demais são “filhas de babilônia”. Segundo a papisa Adventista, ensinos de igrejas cristãs protestantes, como a imortalidade da alma, o tormento eterno e o domingo, são ensinos de Satanás.

5.      Possuem uma doutrina remanufaturada de uma falsa profecia, a doutrina do Juízo Investigativo de 1844, sendo essa, segundo eles mesmos, o alicerce da fé adventista.

6.      Ensinam que no tempo final, no teste final que todos os humanos passaram, a salvação terá um selo – a guarda do sábado. Portanto, reconhecidamente para ao período escatológico a salvação em certo sentido, vai depender de uma obra.

Visto que todos esses fatos são mantidos, defendidos e promovidos vigorosamente, ao passo que buscam espaço entre as igrejas protestantes e evangélicos para a prática do proselitismo dissimulado, creio ser fundamental, para a proteção do rebanho de Cristo, manter bem alto essa bandeira de que a Igreja Adventista do Sétimo Dia, é uma seita, SEM SOMBRAS DE DÚVIDAS.

*Abaixo links/sites com as provas de minhas afirmações acima:








Por: Luciano Sena 
http://mcapologetico.blogspot.com.br/

0 comentários: