sexta-feira, 1 de março de 2013


Por que as Testemunhas de Jeová já foram proibidas de se casarem?

Poucas Testemunhas de Jeová sabem disso, se é que alguma, dentre a geração mais atual, já ouviu algo do tipo. O chamado livro de história ‘cândida’ das Testemunhas de Jeová, intitulado “Proclamadores do Reino”, nem toca nesse assunto, como também não toca em outros.


Na época da presidência de J. F. Rutherford, as Testemunhas se viram sob o poder de um único homem. Este colocava suas interpretações sobre as Testemunhas de Jeová como nunca antes. Seu modo de governar era totalitário. Sabe-se que ele perdia seu controle no uso da bebida. Além de inventar novas doutrinas como a que a Grande Multidão viveria para sempre na Terra, separada dos 144.000 no céu.


  
J. F. Rutherford sentado

Pelo que se sabe, a mulher dele tinha problemas mentais, ele não viveu com ela nos tempos finais de sua vida. Ele morava em uma mansão que construiu para receber os heróis da fé ressuscitados a partir de 1925... obviamente, isso não aconteceu.


Ele colocou na cabeça que o fim viria pelos anos de 1941/2. Quando lançou o livro Filhos em 1941, disse que tal livro seria “Um instrumento providencial do Senhor para um trabalho mais efetivo nos meses que restam antes do armagedom (Watchtower, 15/09/1941, p. 288).


Curioso que esse livro era um romance fictício entre dois jovens que adiaram o casamento para após o Armagedom, e assim constituir família no novo mundo! Entre os vários dizeres do casal de noivos, este parece ser o mais claro:


“Podemos bem adiar o nosso casamento até que a paz duradoura venha à terra. Agora nada devemos acrescentar às nossas tarefas, mas estejamos livres e equipados para servir ao Senhor . Quando a TEOCRACIA estiver completamente estabelecida não será dificultoso criar filhos.” (livro Filhos, p. 292).


A proibição, talvez baseada na verdade em sua revolta pelos problemas conjugais que tinha, foi nos seguintes dizeres:


“Desde que o Senhor está agora ajuntando suas "outras ovelhas", que hão de formar a grande multidão, devem êles começar a casar agora e ter filhos em cumprimento do mandato divino? Não, é a resposta, apoiada plenamente pelas Escrituras.” (livro Salvação, p. 287).


A razão por ele apresentada foi uma comparação entre o período do dilúvio e após dilúvio, com os últimos dias e a entrada do novo mundo:


“Os filhos de Noé e suas mulheres não tiveram filhos durante o dilúvio . Não há evidência de que se tomasse nenhuma criança na arca, e isso é prova concludente de que não nasceu filho nenhum aos filhos de Noé nem antes do dilúvio nem durante o mesmo . (Gênesis 7 : 13 ; 8 : 16) 0 quadro profético mostra que não nasceram crianças aos filhos de Noé e suas mulheres até depois do dilúvio, e a primeira mencionada nasceu dois anos depois do dilúvio." (Gênesis 11 : 10)” (Salvação, p. 287,288).


O livro Salvação foi lançado em 1939. Parece que dois anos depois, apesar de manter a ideia, ele começa ‘enfraquecer’ a proibição, (o tempo é o maior inimigo dos falsos profetas) No livro já citado ele foi brando em sua proibição, mas jogou a Bíblia contra os que iriam casar-se:


“Deverão os homens e mulheres, que são os Jonadabes ou "outras ovelhas" do Senhor, se casarem ou gerarem filhos agora antes do Armagedon ? Eles podem assim fazer, mas a admoestação ou conselho das Escrituras aparece estar contra isso .” (livro Filhos, p.292).


Nem precisamos dizer que esses absurdos, partem de uma mente obsecada por poder, místico, e provavelmente diabólica (I Tm 4.1,2). O Líder Rutherford faleceu em julho de 1942.


Mas pergunte isso a uma Testemunha de Jeová... pergunte o que ela acha de um ensino desse, sem mencionar a princípio que foi o ‘grande Rutherford’ que disse isso. Depois que ela emitir o julgamento apresente as provas. Talvez o discurso dela mudará rapidamente!

Fonte: MCA


0 comentários: