terça-feira, 15 de novembro de 2011

As falsas profecias de Joseph Smith 

Richard Packham
Tradução: Stephen Adams
[Nota do Tradutor: este artigo é uma versão resumida do artigo original em inglês]

Os Santos dos Últimos Dias ("mórmons") tem como um de seus primeiros e mais importantes ensinamentos, no qual todo o resto da religião é baseada, que o fundador da igreja, Joseph Smith Jr. (1805-1844) foi literalmente um profeta de Deus, senão o maior profeta que já existiu na face da Terra. Ele foi? Examine os fatos por si mesmo:

Teste de um profeta: "Se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Sabe que, quando esse profeta falar em nome do SENHOR, e a palavra dele se não cumprir, nem suceder, como profetizou, esta é palavra que o SENHOR não disse; com soberba, a falou o tal profeta; não tenhas temor dele". - Dt. 18:21-22

A realização de uma profecia não pode ser demorada por muito tempo. "Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, que provérbio é esse que vós tendes na terra de Israel: Prolongue-se o tempo, e não se cumpra a profecia?". - Ez. 12:21-28
Também veja Is. 8:20 e 9:15 sobre falsos profetas: se o que um profeta diz é diferente da lei, é porque não há "nenhuma luz nele"; um profeta que ensina mentiras será "cortado".

Nephi Lowell Morris, no prefácio de seu livro The Prophecies of Joseph Smith and Their Fulfillment (que fala só das profecias que ele considerou cumpridas), diz: 
"O tempo é o supremo teste de uma profecia. Quem tenta fazer profecias deve saber que o tempo no final, será seu juíz. De todas as pretensões do falso profeta, profetizar é o mais perigoso. Os impostores religiosos muitas vezes mostram qualidades de liderança controlando os assuntos de seus seguidores. A mais modesta de suas pretensões, porém, é que eles escapem das descobertas e investigações. Mas quando os líderes espirituais querem exercer a função de profecia, e tem a coragem para publicar suas profecias, eles colocam as reputações em jogo, e como a prensa do tempo trabalha numa garrafa de vinho, a víndima dos séculos dirá se tal profeta merece um lugar nos céus. O tempo é um inimigo da fraude, mas um amigo inseparável da Verdade". 
O próprio Joseph Smith (falando de Deus) deu testes que poderiam ser aplicados para determinar a verdade das profecias ou revelações:
"E tudo...que não é por mim ou por minha palavra,... será jogado ao chão, e não permanecerá depois dos homens estarem mortos... Pois tudo o que ficar veio de mim e tudo o que não veio de mim será exterminado e destruído". D&C 132:13-14.
"...lembrem-se que não é a obra de Deus que falha, mas as obras dos homens". D&C 3:3.

"Veja, minha casa é uma casa de ordem, diz o Senhor Deus, e não uma casa de confusão". D&C 132:8.
Pode um "verdadeiro" profeta fazer falsas revelações? Até mesmo Joseph Smith teve que admitir que algumas de suas "revelações" poderiam ser do homem ou até mesmo do diabo. Compare com História da Igreja 1:165. Isto contradiz totalmente o teste de Dt. 18:22, que diz que o fracasso no teste indica que o profeta é falso. Joseph Smith aqui diz que a profecia pode ser falsa, mas o profeta ainda continua sendo um profeta. Podemos perguntar então: quão bom é um profeta?
Hyrum Smith, que também foi um "profeta", em 1 de novembro de 1831, comentou sobre profecia e disse que "se você acertar uma vez em 10, você está certo" [citado por Abraão O. Smoot em 1868 na Provo School of the Prophets]. Esta também é uma contradição de Dt. 18:22.

Note que as profecias e promessas que estão na D&C "devem ser todas cumpridas". Se mesmo uma ficar sem ser cumprida, então esta também é uma falsa profecia. D&C 1:37

PROFECIAS DE SMITH QUE NÃO FORAM CUMPRIDAS
As seguintes profecias feitas por Joseph Smith não foram cumpridas em mais de 150 anos. Elas foram dadas em certa ordem cronológica, com exceção das muitas profecias de Missouri, que foram agrupadas.

PAZ E CONHECIMENTO: 21 de setembro de 1823. Joseph Smith diz na Pérola de Grande Preço, Joseph Smith 2:40, que Morôni lhe disse que Is. 11 estava "para ser cumprido". Is. 11:6-11 profetiza que o lobo e o cordeiro, o bezerro e o leão, etc. morarão juntos em paz, e que não haverá mal ou dano, e que a Terra estaria "cheia do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar".

CUPRIMENTO: Nada disto ainda aconteceu.

VENDA DOS DIREITOS AUTORAIS DO LIVRO DE MÓRMON: Inverno de 1829-1830. Veja História da Igreja 1:165. Joseph teve uma revelação em que Hiram Page e Oliver Cowdery foram para Toronto vender os direitos autorais do Livro de Mórmon para ganhar dinheiro.

CUMPRIMENTO: Eles foram, segundo a revelação, mas fracassaram totalmente. Joseph Smith "perguntou para Deus" e recebeu a resposta que algumas "revelações" não eram de Deus. Davi Whitmer informa este incidente em seu livro An Address To All Believers In Christ, Richmond, 1887, com fotos pelo Utah Lighthouse Ministry, pp 30-31,. (Veja o comentário acima sobre o teste de uma verdadeira profecia.)

ORAÇÕES RESPONDIDAS: 1830 de setembro. D&C 29:6. Jesus promete aos Santos que  "tudo aquilo que pedirdes com fé...recebereis" (veja D&C 132:40). Joseph Smith acreditou firmemente nesta promessa (veja Chron JS 10 de março de 1844)

CUMPRIMENTO: As orações dos mórmon fiéis, especialmente durante os períodos de conflito em Kirtland, Missouri e Nauvoo, indubitavelmente incluíram muitos pedidos de ajuda divina, vitória sobre os inimigos e paz em suas terras. Certamente eles pediram estas coisas. Mas ao invés, eles foram expulsos e não encontraram paz. Esta profecia está falhando milhares de vezes por dia, mesmo com os fiéis mórmons orando. (Esta profecia está só uma repetição de promessa de Jesus em Mt. 21:22, Mc. 11:24, Jo. 14:13-14, 15:7, 16:23, e 1 Jo. 3:22.) 

OS SANTOS REUNIDOS NO MESMO LUGAR: setembro de 1830. D&C 29:8 diz que Deus decretou que os eleitos serão reunidos em um lugar "contra o dia quando a tribulação e desolação forem enviadas aos ímpios".

CUPRIMENTO: O "lugar" continuava a mudar pois os mórmons ficavam mudando de um lugar temporário para o outro. Depois de chegar em Utah, os mórmons pensaram que aquele era o lugar de se ajuntarem. Mas a igreja moderna aparentemente já não acredita neste ajuntamento, já que ensina os novos convertidos a permanecerem em seus próprios países. A tribulação e desolação não foram enviadas aos ímpios.

OS ÍMPIOS SERÃO QUEIMADOS E TODAS AS PROFECIAS SERÃO CUMPRIDAS: setembro de 1830. D&C 29:9-11. "Pois a hora se aproxima e o dia está à mão" quando os ímpios serão queimados, todas as profecias serão cumpridas, e Jesus voltará por mil anos.

CUMPRIMENTO: Esta é outra profecia como Ez. 12:27-28: se a hora fosse perto e o dia estivesse à mão, isto teria sido cumprido dentro de 160 anos. De nenhuma forma todas as profecias foram cumpridas e muitas não podem ser cumpridas agora.

TODAS AS NAÇÕES SE CURVARÃO: março de 1831. D&C 49:9-10. As nações da Terra se curvarão ao evangelho mórmon ou elas "cairão" ou "ficarão sem poder".

CUMPRIMENTO: Nenhuma das nações da Terra aceitou o evangelho mórmon ou se "curvou" a ele e nenhuma "caiu" por causa disso.


                            PROFECIAS DE MISSOURI

2 de agosto de 1833. D&C 97:18-20. Promessa que se os santos forem obedientes a Cidade de Zion (no Missouri) prosperará e ficará gloriosa, grande e terrível, honrada pelas nações da Terra. Zion não pode cair ou mudar de lugar.

REALIZAÇÃO: os mórmons foram expulsos de Independence e de todos os lugares onde estavam no Missouri em 1839. O terreno do templo hoje não é da igreja Mórmon. Ninguém que viveu na geração em que a profecia foi feita ainda está vivo. Os ímpios dessa geração não foram mais "varridos da face da terra" que seus contemporâneos mórmons. As Dez Tribos Perdidas não foram reunidas no Missouri. Nenhuma destas profecias foi cumprida, embora a maioria dos santos continuasse ainda a seguir Smith e ser-lhe fiel.

22 de junho de 1834. D&C 105:13-15. O Senhor diz sobre Missouri: "Eu lutarei suas batalhas...enviei o destruidor para destruir e para desbaratar meus inimigos; e em alguns anos eles não contaminarão minha herança, nem blasfemarão meu nome nas terras que eu consagrei para reunir os meus santos".

REALIZAÇÃO: os inimigos dos mórmons no Missouri nunca foram destruídos, mas ainda continuaram no Missouri (e o "contaminaram"?). Os mórmons é que foram expulsos do Missouri dentro de cinco anos.

16 de agosto de 1834. HC 2:145. Joseph Smith diz que o Espírito do Senhor lhe falou que os Santos deveriam estar prontos para se mudarem ao município de Jackson, Missouri, em 11 de setembro de 1836 "que é o tempo designado para a redenção de Zion".

REALIZAÇÃO: Se Zion foi redimido em 1836, não foi redimido em 1839, quando os mórmons deixaram o Missouri. 
                          (Fim das profecias de Missouri)

GELO FLUIRÁ: 3 de novembro de 1831. D&C 133:26. Aqueles "que estão nos países do norte... golpearão as pedras, e o gelo fluirá à presença".

REALIZAÇÃO: A igreja nunca falou que esta profecia foi cumprida. Além disso, o que significa?


A SEGUNDA VINDA DE CRISTO É IMINENTE: Joseph Smith profetizou em várias ocasiões que a Segunda Vinda estaria perto.

3 de novembro de 1831. D&C 133:17. "A hora da [Segunda] vinda está perto".

23 de abril de 1834. D&C 104:59 "...prepare meu povo para o tempo quando eu morarei com eles, que está perto".

3 de abril de 1836, D&C 110:16. "O grande e terrível dia do Senhor está próximo, às  portas".

14 de fevereiro de 1835. HC 2:182. Joseph Smith pregou que a vinda do Senhor seria dentro de 56 anos (quer dizer, em 1891). Esta profecia também está em seu diário de 6 de abril de 1843 e HC 5:336. Veja também D&C 130:14-17. Joseph Smith profetiza que "aqueles que nasceram nesta geração não provarão da morte até que Cristo venha". Ele profetizou: "em nome do Senhor Deus - seja escrito: que o Filho do homem não virá nos céus até que eu tenha 85 anos, daqui a 48 anos ou em 1890" (os historiadores oficiais apagaram a última frase e  começaram com "48 anos" da história da igreja, mas ela está completa no diário original). A versão na D&C 130 tem a palavra NÃO, querendo dizer que Cristo não viria antes de 1890. Isto também depende de Joseph Smith viver até 85 anos. Joseph Smith disse (v. 16) que ele só quis dizer que se vivesse até 85 anos, ele iria onde Cristo está e por isso, veria sua face. Mas essa interpretação não teria sentido se a revelação está na resposta à pergunta de Joseph Smith sobre o tempo da segunda vinda (v. 14).

CUMPRIMENTO: A segunda vinda não ocorreu em 1891 e a igreja não diz que aconteceu. Nem aconteceu depois. Joseph Smith não viveu para ter 85 anos. Deus deve ter sabido que Ele não viria. Por que Deus faria uma revelação dependente de um evento que Ele sabia que nunca iria acontecer?  

NOVA IORQUE SERÁ DESTRUÍDA:
22-23 de setembro de 1832. D&C 84:114-115.  Nova Iorque, Albany e Boston serão destruídas se rejeitarem o evangelho. A "hora de seu juízo está próxima..."

CUMPRIMENTO: Newell K. Whitney e Joseph Smith foram para Nova Iorque, Albany e Boston e pregaram lá. Estas cidades não aceitaram o evangelho. Elas não foram destruídas.

O FIM DE TODAS AS NAÇÕES: 25 de dezembro de 1832. D&C 87. Profecia da rebelião da Carolina do Sul, guerra entre os estados. O Sul chamará a Grã-Bretanha para ajudá-los e como resultado, a guerra irá se alastrar para todas as nações; os escravos se revoltarão; os habitantes da Terra se lamentarão; haverá fome, pestes, terremotos, raios e todas as nações irão ter um fim.

CUMPRIMENTO: Esta profecia é muito citada pelos mórmons para provar o poder profético de Joseph Smith. Porém, a maioria dos mórmons não estão bem informados da situação política na América na época em que esta profecia que foi feita. Em novembro de 1832, a Carolina do Sul havia declarado seu poder para "anular" qualquer ato federal, e o Presidente Jackson foi preparado para guerrear a fim de dar força a autoridade federal. A maioria das pessoas esperavam a guerra. Assim a "profecia" não fez nada mais que refletir a opinião que havia naquela época. Mesmo quando o Sul se revoltou, em 1861, apesar da Grã- Bretanha vir em sua ajuda, outros elementos da profecia não foram cumpridos: os escravos não se rebelaram, a guerra não se alastrou a todas as nações, não houve nada de fome, pestes, terremotos em grande escala no mundo e nunca houve um "fim das nações". Morris, PJS, afirma que a Primeira Guerra Mundial, a fome e a epidemia de gripe de 1918, cumpriram esta profecia. Mas isto não aconteceu como resultado da guerra civil americana. (veja Chron JS, dez. de 1832) Morris nem mesmo afirma que houveram terremotos por causa disto. 

AS DÍVIDAS MÓRMONS SERÃO PAGAS: 23 de abril de 1834. D&C 104: 78-83. Deus promete livrar os Santos de suas dívidas. "É minha vontade que paguem todas as suas dívidas". O Senhor quebrantará os corações de seus credores.

CUMPRIMENTO: Joseph Smith e outros mórmons importantes tiveram que fugir a Kirtland para evitar os credores e deixaram dívidas de milhares de dólares não pagos. Smith entrou em bancarrota. 

SALEM, EM MASSACHUSETTS, IRÁ PERTENCER AOS MÓRMONS: 6 de agosto de 1836. D&C 111. Joseph Smith recebeu uma revelação que fosse para Salem, Massachusetts. Esta seção é a revelação dada a ele quando ele e seus companheiros tiverem chegado lá. Promete que eles receberiam a cidade e "teriam poder sobre ela" e "sua riqueza de ouro e prata deveriam pertercem a eles".

CUMPRIMENTO: Joseph Smith voltou a Kirtland em setembro. Nem ele nem os mórmons tiveram poder sobre a cidade, nem receberam seu ouro e prata. 

OS INVESTIDORES DE KIRTLAND FICARÃO RICOS: abril de 1837. SUD Mess & oAdv abril 1837 p 488 [citado em Brodie 202] "Este lugar [Kirtland, Ohio] deve ser construído, e será construído, e todo irmão que ajudar e financiar os contratos desta [terra] ficarão ricos".

CUMPRIMENTO: Ninguém ficou rico financiando as construções em Kirtland. A maioria dos envolvidos na especulação de terras em Kirtland, encorajados por Joseph Smith, perderam dinheiro. O próprio Joseph Smith ficou falido e teve que fugir dos credores. 

PROFECIA SOBRE TOMÉ MARSH: 23 de julho de 1837. D&C 112. Revelação para Tomé B. Marsh, então presidente do quórum dos Doze Apóstolos, que profetiza que ele seria "exaltado", que ele pregaria aos judeus e gentios" até "os confins da Terra", "entre as montanhas, e entre muitas nações". A profecia diz que pelas palavras de Marsh "muitos que são humilhados serão exaltados e muitos que são exaltados serão humilhados". No versículo 11, diz que "eu [Deus] conheço teu coração" (de Marsh).

CUMPRIMENTO: Menos de dois anos depois, em 17 de março de 1839, Marsh foi excomungado. Deus não conhecia muito bem o coração dele. Marsh nunca pregou o evangelho mórmon como foi profetizado, mas por muitos anos foi um amargo inimigo da igreja. Ele se arrependeu depois e voltou a igreja, mas esta profecia nunca foi cumprida. 

JOSEPH SMITH SERÁ SUCEDIDO POR SEU FILHO, JOSEPH: 22 de abril de 1839 e 27 de agosto de 1834. Joseph Smith diz que ele será sucedido por seu filho mais velho, Joseph Smith III. [Quinn pp 630, 638]

CUMPRIMENTO: Joseph Smith III deixou o corpo principal dos mórmons quando eles foram para Utah sob a direção de Brigham Young. Assim, segundo a igreja de Utah, ele não se tornou o sucessor de seu pai na igreja de Utah. Ele se tornou o presidente da Igreja Reorganizada em 1860. 

PROFECIA SOBRE GEORGE MILLER: 19 de janeiro de 1841. D&C 124:20-21. Revelação e profecia sobre George Miller. Ele "não tem maldade; pode-se confiar nele...Eu, o Senhor, o amo...que nenhum homem despreze George, porque ele me honrará".

CUMPRIMENTO: 3 de dezembro de 1848, George Miller foi desassociado pelos mórmons. Aparentemente, Deus estava enganado sobre Miller. 

A CASA DE NAUVOO SEMPRE SERÁ DE SMITH: 19 de janeiro de 1841. D&C 124:56, 60. Deus ordena a construção da Casa de Nauvoo, um hotel, onde Joseph Smith e sua "casa" terão "lugar" de geração em geração.

CUMPRIMENTO: A Casa de Nauvoo nunca foi completamente construída. Joseph Smith nunca viveu nela; sua viúva, Emma, viveu nela perto de morrer, mas a família de Smith não a possuiu nem ocupou desde então. Hoje pertence a Igreja Reorganizada SUD.

KIRTLAND SERÁ CONSTRUÍDA: 19 de janeiro de 1841. D&C 124:83. Deus diz que ele "construirá Kirtland [Ohio]" depois de castigar os moradores [não-mórmons] da cidade. A profecia quer dizer que a cidade seria construída para os Santos.

CUMPRIMENTO: Os mórmons nunca voltaram a Kirtland, exceto algumas pessoas.  Os moradores não-mórmons da cidade nunca sofreram qualquer "castigo".  A Igreja Reorganizada hoje é dona do templo. 

CIDADE DE ZARAHEMLA, IOWA,: março de 1841. D&C 125:1-4. Revelação que manda os mórmons construírem uma cidade chamada Zarahemla, no Iowa, perto do rio Nauvoo.

CUMPRIMENTO: Esta cidade nunca foi construída.

JOSEPH SMITH TRIUNFARÁ: 1 de setembro de 1842. D&C 127:2. Joseph Smith profetiza que ele "triunfará sobre todos seus inimigos".

CUMPRIMENTO: Seus inimigos o assassinaram menos de dois anos depois desta profecia. 
JOSEPH SMITH NA PALESTINA: 20 de janeiro de 1843. Joseph Smith profetiza a Orson Hyde que os dois beberão vinho juntos na Palestina. (JS MS Diary)

CUMPRIMENTO: Joseph Smith nunca esteve na Palestina (seu ato de beber vinho seria uma violação da Palavra de Sabedoria)

OS MÓRMONS NÃO TERÃO MAIS QUE COZINHAR: 6 de fevereiro de 1844. Joseph Smith profetiza que dentro de cinco anos os mórmons poderão viver sem cozinhar sua comida. (manuscrito do diário de Joseph Smith, omitido na HC. Citado em Quinn, pág. 642).

CUMPRIMENTO: Os mórmons ainda tem que cozinhar sua comida.

DAVI SMITH SERÁ PRESIDENTE E REI: 1844 de abril. Joseph Smith profetiza que seu filho se chamará Davi e será "presidente e rei de Israel". (citado em Quinn p 644)

CUMPRIMENTO: O menino se chamou Davi. No entanto, nunca foi "presidente e rei de Israel". Ele morreu em 1904, com 60 anos, passando os últimos 27 anos de sua vida em um manicômio. Ele foi membro da Igreja Reorganizada. Sua posição nominal mais elevada nesta igreja foi conselheiro ao presidente, mas ele nunca atuou neste cargo, devido a seu estado mental. 

CONCLUSÃO
Resumindo as profecias acima, há cerca de 60 profecias de Joseph Smith que não foram cumpridas. Os mórmons podem objetar que algumas delas ainda podem ser cumpridas, por exemplo, que Jesus ainda virá, o templo Far West ainda será construído, Nova Iorque ainda será destruída, Salem ainda pertencerá aos mórmons, etc. Mas muitas das profecias não podem ser cumpridas: as datas para sua realização já foram escritas e essas datas já passaram; as pessoas que foram profetizadas nelas já morreram.

Morris, PJS, fala só sobre as profecias "cumpridas" e só oito delas. Além de quatro daqueles descritas acima (ele não menciona a profecia sobre a queda dos profetas orgulhosos), ele é forçado a incluir os pronunciamentos de Joseph Smith que não eram profecias sobre o futuro, mas declarações sobre o passado, isto é, que ser humano começou na América, não no Velho Mundo; que Jesus nasceu em 6 de abril; e que o Hemisfério ocidental é uma terra escolhida e que será sempre livre de tiranos (este último, já que aparece no Livro de Mórmon, não deveria ser considerado uma profecia de Joseph Smith, já que, segundo a doutrina mórmon, Joseph Smith só traduziu o livro, não foi seu autor).

Cinco profecias cumpridas entre 65 não satisfazem nem mesmo o critério de Hyrum Smith, que falou que "
se você acertar uma vez em 10, você está certo" e está distante da falta da promessa (e profecia) em D&C 1:37 que "TODAS" serão cumpridas. Joseph Smith não pasou no teste de um verdadeiro profeta,  mesmo por seus próprios padrões ou de seus seguidores (por exemplo, Morris).

ABREVIAÇÕES

D&C - Doutrina e Convênios (uma compilação oficial de revelações, aceitas como escrituras pelos mórmons) 

JD - Diário de Discursos (uma coleção de falas feitas por líderes mórmons durante a época de Brigham Young)

Comp Hist - Comprehensive History of the Church of Jesus Christ of Latter-Day Saints
HC - History of the Church (essas duas histórias são publicadas pela igreja SUD)

PJS - Nephi Lowell Morris, Prophecies of Joseph Smith and their Fulfillment, Salt Lake City, 1926

Chron JS - J. Christopher Conkling, A Joseph Smith Chronology, Salt Lake City, 1979

Brodie Fawn - M. Brodie, No Man Knows My History, 2nd ed, New York, 1993

Quinn D. - Michael Quinn, The Mormon Hierarchy, Salt Lake City, 1994

Tanner MSR - Jerald and Sandra Tanner, Mormonism - Shadow or Reality?, 5th ed, Salt Lake City, 1987

MPM - Jerald and Sandra Tanner, Major Problems of Mormonism, Salt Lake City, 1989

Veja o livro de Richard D. Baer's "Why I Left The Mormon Church," n.d., Orangeville, CA.

0 comentários: