sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Por que evangélicos não fazem o sinal da Cruz?

O que é o sinal da cruz?


É um gesto simbólico no qual o cristão “desenha” uma cruz sobre si mesmo, em outra pessoa ou sobre um objeto. É usado por cristãos católicos e ortodoxos. Esse gesto pode ser acompanhado por uma frase ou oração também. Seu principal significado é relembrar a importância da morte de Cristo na cruz.

Origem do sinal da cruz


A história conta que esse gesto tem origem no séc. II d.C. O gesto consistia simplesmente em desenhar a cruz com o polegar sobre a testa. Nesse desenho não havia tinta, era apenas um desenho no ar. Ainda hoje, os padres fazem o mesmo gesto ritualístico sobre a testa daqueles que fazem a Crisma.

Ao longo dos tempos, o gesto se desenvolveu e não mais ficou restrito à testa. O sinal da cruz agora começa na testa, cruza o lábio, o peito e os ombros, fazendo um desenho ainda maior sobre si.

Diferente regiões e culturas cristãs fazem o sinal da cruz de forma particular e com diferentes simbologias. Nas igrejas orientais, o sinal é feito com os dedos polegar, indicador e médio unidos, simbolizando a Santíssima Trindade. Nas igrejas ocidentais é mais comum fazer o gesto com a mão aberta, e os cinco dedos simbolizam as cinco chagas de Cristo.


O sinal da cruz é bíblico


Não há registros bíblicos de cristãos fazendo o sinal da cruz. Contudo, ao longo dos séculos, cristãos usaram diferentes sinais como maneira de expressar sua fé.

O sinal da cruz é pecado?


Não necessariamente. Porém, pode ser, dependendo de como é usado. Embora não seja bíblico, não significa que é pecado. Devemos levar em consideração o seu significado e seu uso. Vejamos outro sinal cristão histórico que não está na Bíblia também. Rapidamente, vejamos o exemplo do desenho do peixe.


O Peixe – outro sinal cristão


O cristianismo foi muito perseguido durantes alguns séculos. Para protegerem-se dos perigos de serem denunciados, perseguidos e mortos, os cristãos desenvolveram códigos. Um desses códigos era o simples desenho de um peixe. Eles usavam para saber se estavam mesmo diante de alguém que compartilhava a mesma fé, ou de alguém que os odiava.

Evidências históricas indicam que o cristão, quando pensava estar diante de outro cristão, desenhava uma curva ou meia-lua no chão de areia. Se a outra pessoa completasse o desenho corretamente, formaria a figura de um peixe. Dessa forma, eles se reconheceriam como seguidores de Jesus, porque conheciam o sinal secreto cristão. A mesma figura também era usada nos túmulos cristãos.

O peixe lembrava a multiplicação que Jesus fez na Bíblia. Lembrava também que Jesus chamou seus discípulos a serem pescadores de homens. Além disso, a palavra grega para peixe era usada como acróstico que significava “Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador”.

Assim, o peixe tornou-se um dos primeiros símbolos cristãos. Mesmo não sendo expressamente usado na Bíblia. Contudo, seu significado remetia à Bíblia e seu uso não infringia nenhum princípio ensinado por Cristo.

Desse modo, isso demonstra que historicamente os cristãos desenvolveram sinais visíveis que expressassem sua fé. Sinais com significados profundos.

O problema do uso do Sinal da Cruz


O sinal da cruz simboliza a morte de Cristo em nosso lugar. Embora seu significado seja belo, ele pode sim ser usado de maneira errada. O sinal da cruz se torna pecado quando é usado supersticiosamente. Quando é usado como mantra para proteção ou para atrair sorte, ele está sendo usado pecaminosamente. Pois, substitui a confiança e oração para Deus, por um gesto vazio que não tem poder algum.

Quando usado para relembrar e agradecer o sacrifício de Cristo, o gesto não é errado. Mas, se for aplicado como forma de conseguir algum poder ou benção sobrenatural, está errado. A superstição inibe um relacionamento verdadeiro e íntimo com Deus. Não devemos por nossa fé em gestos ou rituais, nossa fé deve estar firmada apenas em Cristo. (Hebreus 12.1-2)

Por que evangélicos não fazem o sinal da Cruz?


Pelos motivos que foram listados no tópico anterior. Pois, o sinal da cruz passou a ser usado com superstição. Dessa forma, é usado para atrair proteção, benção, entre outras coisas. Portanto, seu uso não está de acordo com os ensinos bíblicos. Conforme a Bíblia devemos confiar em Deus e não fazer uso desses meios enganosos para atrair seu favor (Apocalipse 21.27).


O significado da cruz para evangélicos?


A cruz é o lugar onde Jesus foi morto por nossos pecados. A cruz simboliza a vergonha e a dor que nós merecíamos. Mas Deus, por sua infinita graça, deu seu Filho para morrer em nosso lugar. Sendo assim, a cruz também simboliza a graça de Deus. Contudo, embora seja um momento de morte. A cruz vazia simboliza a vitória de Jesus! Porque ele não está mais morto, mas ressuscitou e vive para sempre. A Cruz significa vergonha e dor, mas também a graça e a vitória de nosso Salvador.

Fonte: www.cristaoreformado.com.br

0 comentários: