quarta-feira, 4 de março de 2009

As Testemunhas e a Pedofilia

Bárbara Anderson saiu da Torre de Vigia…ela será entrevistada num programa da CBC no próximo outono, no Canadá. ISSO É NITROGLICERINA PURA... VEJA COMO A TORRE DE VIGIA REAGIU CONTRA ELA E SEU MARIDO ANCIÃO:

Estou colocando a seguinte mensagem por solicitação de Bárbara Anderson

Em resultado de uma reportagem publicada nos jornais e chamando a atenção para as minhas atitudes, me senti na obrigação de fornecer maiores informações sobre o que está sendo descoberto que merece total divulgação.

A Sociedade está sabendo bem de minhas intenções por causa de uma mensagem particular de correio eletrônico que eu, inocentemente, escrevi para uma pessoa e que foi mandada para a Sociedade, sem a minha autorização. Você poderá lê-la a seguir. Mas eu desejo, antes, fornecer alguma informação sobre o porquê de tê-la escrito.

Soube que um homem das Testemunhas de Jeová estuprou a filha de uma amiga "Testemunha" quando aquela tinha nove anos . No ano passado, a vítima, então com 18 anos, fez a denúncia e, em fevereiro de 2001 o pedófilo foi para a cadeia.

O caso é típico. Anos atrás, quando a mãe da vítima descobriu o estupro, ela foi aos anciãos, conforme foi instruída a fazer. Como qualquer boa Testemunhas, ela acreditava que eles fariam o que é certo. Fizeram eles?

Não há qualquer registro de que os anciãos comunicaram o fato às autoridades, mesmo apesar do estado em que eles moravam exigir que os casos de molestamento fossem comunicados, mesmo que fossem praticados por ministros religiosos. Deixar de fazer isso, serviu para proteger o molestador e ele continuou a molestar outras crianças até que os pais de outra vítima notificaram às autoridades.

Conversando ao telefone com a minha amiga e tomando conhecimento de toda a sórdida história do molestamento, decidi quebrar o meu silêncio e contar-lhe minha intenção de falar ao programa da NBC Dateline sobre pedofilia (molestamento ou abuso sexual de crianças) nas congregações das Testemunhas de Jeová. Mais tarde, decidi passar uma mensagem de correio eletrônico para esta minha amiga, sugerindo-lhe que também falasse no programa Dateline.

Imediatamente depois, de alguma maneira, o nosso superintendente de circuito local foi informado do meu envolvimento com o Dateline. O SC chamou meu marido e sugeriu-lhe que me impedisse de falar no Dateline, dizendo claramente que ele perderia seu cargo de ancião caso não conseguisse impedir-me.

Em poucas semanas meu correio eletrônico particular foi enviado ao Departamento Legal/Serviço da Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová, já tendo sido o problema tratado anteriormente pela Sociedade Torre de Vigia de Nova York.

Sem a minha permissão, um parente de meu marido, mandou para a Sociedade, A Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová em Patterson, NY, uma cópia daquela mensagem, cujo teor vai reproduzido a seguir para que vocês possam conhecer o seu conteúdo.

"A Sociedade" agiu por meio da Congregação Cristã. Uma cópia de minha mensagem e uma carta com questionamentos foram enviadas aos anciãos da congregação em que meu marido serve qual ancião. A carta perguntava aos anciãos se eu havia propagado as minhas idéias e meus pontos de vista localmente. A única resposta que o corpo de anciãos poderia honestamente dar a esta pergunta era um claro e sincero "Não".

Na semana passada, enquanto eu estava no julgamento de Erica, foi recebida outra carta da Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová, solicitando que os anciãos locais providenciassem uma reunião comigo. Apenas para registro, eu recusei tal convite. Também, minha amiga declinou do convite de comparecer ao Dateline.

Deseja saber que heresia desencadeou tal reação agressiva? Leia por si mesmo. Ao publicar essa ex-mensagem particular espero que ela seja também de ajuda para outros que foram prejudicados pelas políticas adotadas pelas Testemunhas de Jeová através de sua hierarquia de anciãos e entidades corporativas tais como a Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová, a Sociedade Torre de Vigia de Pensilvânia e a Sociedade Torre de Vigia de Nova York, cujas políticas obscurantistas e inadequadas do abuso sexual, mesmo que, mesmo sem o saber ou não deliberadamente, resultam na proteção dos pedófilos.

O seu objetivo é também sensibilizar as pessoas que foram prejudicadas a se revelarem e a exigirem mudanças.

Insto com vocês para que escrevam cartas ou dêem telefonemas para o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, para a Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová. para a imprensa em geral e para qualquer um que dê ouvidos, com o objetivo de protestar contra as políticas da Torre de Vigia que prejudicam gravemente as crianças, suas famílias e, ao mesmo tempo, protegem os criminosos.

Creio que os anciãos das Testemunhas de Jeová não têm competência para decidir quem é responsável criminalmente ou não devido à acusação de molestamento ou para avaliar a veracidade de uma acusação feita por uma criança ou por um membro de sua família. Eles simplesmente não estão qualificados, não importa quantas sessões de aconselhamento tenham tido com seus superintendentes viajantes nas suas sessões de treinamento.A prioridade nesses casos é a proteção das crianças e não a "pureza da congregação". Os comunicados à imprensa feitos pela Sociedade classificam o molestamento como um "crime sério". No entanto eles não agem consistentemente com esse claro reconhecimento. Suas ações contradizem suas palavras. Eles precisam AGIR de acordo. Eles precisam tratar esse assunto como tratam outros "crimes sérios".

Crimes devem ser colocados nas mãos de César, as Autoridades Superiores, de Romanos 13:1-6. "pois são ministros para vós". Apropriadamente, as autoridades seculares entendem como prerrogativa delas examinar e julgar as acusações. Os anciãos não devem, sob quaisquer circunstâncias interferir neste direito absoluto da família e dos membros da família de relatarem os casso às autoridades apropriadas. Pelo contrário, devem incentivar que as famílias façam tal comunicado às autoridades. A Autoridade em Romanos 13, pode se estender ao médico da família, ao serviço social, aos inspetores escolares, aos inspetores de saúde inclusive especialistas em saúde mental autorizados e, obviamente, a polícia.

Acredito que outros em Betel pensem da mesma maneira, mas têm medo de se expressar com receio de não encontrar apoio.

Eis aqui o correio eletrônico que foi repassado à "Sociedade" e que motivou as ações da Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová, descritas acima. À exceção dos nomes, o texto a seguir é uma reprodução fiel do original.

Mensagem de Bárbara Anderson

Prezada -------,

Talvez você não queira mais falar comigo depois de ler os artigos dos jornais que eu mandei para você. [Artigos sobre a renúncia de Bill Owen ao cargo de ancião por discordar da maneira como as Testemunhas de Jeová conduziam o problema da pedofilia em suas fileiras.] Talvez a causa em que me engajei te assuste. Afinal somos treinados a não desafiarmos ou criticarmos a organização de Deus. O treinamento tem por objetivo nos controlar, a pensar por nós. É este o tema da Bíblia? Vamos permitir a injustiça porque nos disseram que não é para nós, nos envolvermos na luta pela verdade e pela justiça? Não posso ajudar, mas lembre-se do que Jesus disse às sete congregações no início do livro de Revelação. Ele condenou algumas das congregações por permitir a iniqüidade. Ele repreendeu, ele condenou cristãos pela sua apatia. Temos este exemplo de como não devemos ser, portanto é hora de nos levantarmos e de sermos contados por Jeová Deus como lutadores a favor do que é correto e justo para os seus pequeninos.

Lembre-se de Mat.18-1-6. Leia esses versículos em diferentes traduções e o mesmo pensamento surge alto e claro: aqueles que causarem um desses pequenos tropeçar ou pecar terão uma pedra de moer atada em torno do seu pescoço e serão lançados no mar. Crianças que são molestadas, que são estupradas, tropeçaram. Elas perderam sua inocência e isso as afeta pelo resto de suas vidas.

Enquanto, em 1991-2, eu lutava em Betel por uma mudança na política da STV relacionada com o molestamento, sua querida filha estava sendo molestada por um homem em quem você jamais confiaria se não estivesse em vigorando a política de segredo da Torre de Vigia.

Sei que você e todas as outras TJs que puderem assisitir à minha entrevista no Dateline ficarão chocados com o que eu terei que falar sobre a indiferença e a hostilidade gratuita que eu vi em Brooklyn, dos líderes da Torre de Vigia para com as vítimas de abuso sexual. Posso afirmar perante Deus que esses homens têm sangue em suas mãos pelo sofrimento e suicídios provocados por sua política de proteção a anciãos e servos ministeriais pedófilos.

Posso provar tudo o que estou dizendo. Se todos os detalhes não forem ditos no Dateline, porque eles terão muitas outras entrevistas, garanto a você que minha informação aparecerá no Time ou no Newsweek. A Torre de Vigia está em sérios apuros e eles foram avisados, vez após vez, que algo semelhante poderia ocorrer, mas sua arrogância não tem limites.

Eles colherão o que semearam e eles semearam um turbilhão que dentro em pouco começará a explodir em seus próprios rostos.

Eu dei para você o telefone do produtor do Dateline com quem estou trabalhando. Pense, por favor, em quão importante será para você falar sobre os efeitos danosos que a política da STV causou à sua família e a todas as demais famílias em sua cidade. Espero que você tenha lido as informações do Silentlambs.org [site da Internet]. Quando a equipe de câmeras do Dateline leu as histórias das vítimas dois da equipe irromperam em lágrimas.

A última coisa que eu desejaria neste mundo era ir a público denunciar os resultados de uma horrenda política que Deus, certamente, deve odiar. Não consigo imaginar um mediador amoroso, Jesus Cristo, não se importando com o que acontece com as crianças, tudo para proteger a Organização de Deus da difamação.

Se você decidir falar sobre o pesadelo de sua filha, Dateline providenciará para que você deponha sem revelar sua identidade, caso você queira. Esta é a oportunidade que você tem para expor os erros horrorosos cometidos pelos predadores e algumas pessoas mal orientadas. Pense em todas as crianças que serão ajudadas se você falar. Se os anciãos tivessem feito a coisa correta no passado, se tivessem obedecido a lei do Estado e a lei da Bíblia em Tito 3:1 "Continua a lembrá-los de estar em sujeição e a serem obedientes a governos e autoridades como governantes..." muitas crianças em sua congregação não teriam perdido a sua inocência nos últimos dez anos.

Você é uma mulher de fibra! Mova-se e defenda os interesses de sua filha. Se não o fizer, poderá passar a se lamentar no futuro. Tome em suas mãos as rédeas que lhe estão sendo oferecidas e que foram tiradas de sua filha e ligue para [nome do produtor apagado] do Dateline. Seu telefone é [telefone apagado para manter a privacidade].

Eu falei e previ a perda de pessoas amadas por causa disso, mas o estou fazendo pelas vítimas. Estou fazendo por meu neto, xxxxxx. Pensar que ele não está a salvo de ser molestado por predadores espertos dentro da organização é mais do que posso suportar. Não irei para a sepultura sabendo que poderia ter falado e poupado mais crianças do molestamento mas não o fiz. Fiz a minha escolhe e agora é com você fazer a sua.

Meu coração está com você e se a coloquei numa situação difícil, peço desculpas. Mas minha consciência treinada pela Bíblia me obrigou a fazê-lo.

Com amor,

Barb

0 comentários: