segunda-feira, 2 de março de 2009

O Mediador das Testemunhas de Jeová

Todo cristão sabe o que a bíblia diz em 1 Timóteo 2:5: "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem".

Esta passagem é bem clara, indiscutível. Somente ela serve de base para dizermos que Jesus Cristo é de fato o mediador entre Deus e todos os homens. Há ainda outros textos bastante interessantes:

Hebreus 9:28 "assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação", ou quem sabe:

1 João 2:1 "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo".

Advogado, mediador, intercessor. Estes são os papeis que Cristo desempenha perante Deus para cada homem vivo neste planeta. Ele morreu por todos nós, e quer que todos sejamos salvos. Ele ama a cada um individualmente, mesmo aqueles que ainda não crêem Nele como seu Salvador e aquele que redimiu sua vida perante o Pai celestial. Portanto, nestas passagens e em muitas outras, o assunto fica bem claro, sem espaço para outras interpretações. Porém, será que é mesmo assim que o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová pensam a respeito do papel mediador de Cristo? A resposta, para nossa inteira surpresa é: NÃO! A Sociedade Torre de Vigia (STV) afirma categoricamente que Jesus NÃO É O MEDIADOR entre Deus e toda a humanidade. Dizem que ele é meramente o mediador do pacto que foi celebrado somente para os 144.000. É exatamente assim que os homens que dirigem todas as Testemunhas de Jeová no mundo pensam. Creio que muitos que são testemunhas de Jeová não sabem deste fato (eu mesmo não sabia). E como isso é triste de ser lido. Eu tenho profunda tristeza em ler afirmações como a que vou descrever aos leitores logo abaixo. Como isto contrasta com textos como os que acabamos de citar acima. Somente a frase de 1 Timóteo 2:5 de um "só mediador entre Deus e os homens" não dá margem para uma outra interpretação. A Sociedade se baseia em Hebreus 8:6, Hebreus 9:15 e Hebreus 12:24 para dizer que ele é mediador apenas do pacto. De fato ele é o mediador do pacto, mas também é o mediador entre Deus e os homens. Tem vários outros textos que fala de Cristo como nosso intercessor, advogado e tantas outras coisas, mostrando que ele de fato intermedia por nós ao Pai. Isto está claro como cristal e a Sociedade faz ginástica teológica para ensinar o contrário.

EIS os Artigos da STV afirmando que Cristo NÃO é o mediador entre Deus e Toda a humanidade, mas só mediador de um novo pacto entre Deus e o grupo de elite de 144.000 "ungidos" da Torre de Vigia.

* A sentinela 15/08/1989 (Páginas 30-31) - "Claramente, pois, o novo pacto não é um arranjo livre, aberto a toda a humanidade. Trata-se duma cuidadosamente providenciada provisão legal envolvendo Deus e os cristãos ungidos.”

* A Sentinela 15/02/1991 (Página 17 - em especial parágrafo 8) - "Assim, o sacrifício de resgate é fundamental para o novo pacto, do qual Jesus é o Mediador. Paulo escreveu: “Há um só Deus e um só mediador entre Deus e homens, um homem, Cristo Jesus, o qual se entregou como resgate correspondente por todos — isto é o que se há de testemunhar nos seus próprios tempos específicos.” (1 Timóteo 2:5, 6) Estas palavras aplicam-se em especial aos 144.000, com quem o novo pacto é feito.”

* A Sentinela 01/01/1993 (Página 5) - "De modo que este homem, Cristo Jesus, foi o primeiro duma nova criação, ungido para fazer a vontade de Deus. Mais tarde, à base da sua morte sacrificial, Jesus tornou-se o Mediador dum novo pacto entre Deus e um grupo seleto de homens".

Este "seleto grupo de homens" no caso aqui são os 144.000. Pois, na visão da Sociedade, a grande multidão depende dos 144.000 para serem intermediados por Cristo. E isto na verdade, significa que eles é quem são os intercessores das Testemunhas de Jeová perante Cristo. Aqueles que tem acesso as publicações da Torre de Vigia devem pesquisar bem o assunto para verem que é exatamente assim que a Sociedade pensa a respeito do assunto. E de fato a intercessora da "grande multidão" é a Organização, composta pelos 144.000, o "seleto grupo de homens". Cristo não é para você, é o que a Sociedade quer advogar. Isto é algo muito sério.

Para fechar estas pequenas referências, o Livro Segurança Mundial Sob o Príncipe da Paz (página 10) diz:

"Do mesmo modo, o Moisés Maior, Jesus Cristo, não é o Mediador entre Jeová Deus e toda a humanidade. Ele é o Mediador entre seu Pai celestial, Jeová Deus, e a nação do Israel espiritual, que está limitado a 144.000 membros.”

Vocês podem até pensar que, por este livro ser antigo, talvez uma "nova luz" tenha surgido para mudar este conceito. Para tirar esta dúvida, os artigos de A Sentinela de 1989, 1991 e 1993, que são bem recentes, tem o conteúdo bastante similar ao mostrado acima. Portanto, esta ainda é a maneira como a Sociedade vê a questão. Sugiro que o leitor também dê uma olhada no Estudo Perspicaz das Escrituras (publicado pela STV), sob o tópico "Mediador", onde você poderá ver mais algumas explicações do "escravo fiel e discreto" (o corpo governante das TJ's).

Então, da próxima vez que alguém lhe perguntar ou afirmar que na concepção das Testemunhas Cristo é o mediador entre elas e Deus, você sabe não é bem assim. Cristo é o mediador apenas dos 144.000 "ungidos" da Torre de Vigia que vão para o céu. As outras ovelhas (a vasta maioria das TJ's vivas) dependem dos 144.000 (que hoje chegam a uns 8.000 vivos) e conseqüentemente da organização para serem salvos.

Que os fatos aqui apresentados vos ajudem a perceber que a Sociedade tem de fato desencaminhado das pessoas o único mediador (Jesus) e tem assumido presunçosamente este papel, colocando em perigo espiritual a vida de mais de 5 milhões de pessoas.

*Irmão Brasileiro

2 comentários:

R. Reis disse...

Há muito admiro e sou edificada pelo seu blog.
Então, te elegi para receber o selo "friends"! Dê uma olhada em:

http://tempodejabuticaba.blogspot.com/2009/03/selo-friends.html

Rocelma Reis
Ao Redor da Jabuticabeira

O Peregrino disse...

Graça e paz,

agradeço pelas suas palavras e que Deus seja louvado por isso.
Achei interessante seu blogger, as vezes também dou uma olhada.

Um grande abraço e fique na paz.