domingo, 3 de abril de 2011

"Ellen White sabia tudo de saúde!" Que coisa não?!


De acordo com a Sra. White, a masturbação não só causa a morte e uma ampla gama de doenças físicas, mas também problemas de saúde mental:
"Com frequência, a mente fica completamente arruinada, e tem lugar a loucura”.85
A Sra. White prossegue:

"Vi uma jovem num povoado de Massachusetts que se havia tornado idiota por causa da masturbação”.86

"A autora visitou o Massachusetts State Lunatic Hospital [Hospital Estadual de Massachusetts Para Lunáticos]... Nossa atenção foi de súbito atraída pela aparência peculiarmente desfigurada, selvagem, hostil de um jovem com o olhar virado por sobre os ombros. Impressionada com esse aspecto chocante, inquirimos... qual seria a causa de sua insanidade”.Vício solitário", foi a pronta resposta (pág. 4)."87

De uma perspectiva médica moderna, as afirmações da Sra. White certamente parecem fora de propósito. As investigações médicas do século vinte têm refutado por completo os antigos mitos de que a masturbação conduz à loucura, retarda o crescimento, causa cegueira, etc. As investigações não têm demonstrado nenhum efeito adverso da masturbação nem a curto nem em longo prazo. Os investigadores descobriram que, em média, os que se masturbam não têm maior incidência de enfermidades, problemas de visão, ou loucura do que a população em geral. Tampouco encontraram qualquer diferença na longevidade. Mesmo entre médicos adventistas do sétimo dia, agora há uma crença quase universal de que a masturbação não causa as enfermidades mencionadas pela Sra. White.
Em 1981, o Dr. Gregory Hunt avaliou as afirmações da Sra. White sobre masturbação:

"Qualquer um pode ver que estas enfermidades não são causadas pela masturbação. A tuberculose é causada por um germe, uma bactéria específica. Na realidade, o germe que causa a tuberculose foi descoberto pouco depois destes escritos de Ellen White... Depois de ler estes sábios conselhos, e dando-me conta de que Ellen White afirmava haver sido inspirada para escrevê-los eu diria que há só uma classe de pessoas que continuará crendo que Ellen White é uma verdadeira profetisa. Esta classe de pessoas só pode ser classificada como idiotas”.

Graham advertia que a masturbação podia conduzir à morte:

“... em alguns casos, aparecem chagas ulcerosas na cabeça, peito, costas e músculos, e às vezes crescem até converter-se em verdadeiras fístulas, de natureza cancerosa, e continuam, quiçá por anos, supurando grandes quantidades de pus repugnante e fétido; e não poucas vezes terminam em morte”.90

É muito provável que a Sra. White estivesse familiarizada com os ensinos de Graham. De fato, algumas das reformas pró-saúde da Sra. White se parecem muitíssimo com as reformas de Graham. Em 1849, uns 14 anos antes que a Sra. White tivesse a primeira visão da reforma pró-saúde, Sylvester Graham expunha seus pontos de vista sobre a reforma pró-saúde em seu livro Lectures on the Science of Human Life [Conferências Sobre a Ciência da Vida Humana]. Eis aqui as reformas que propunha:

• Evitem-se todos os alimentos estimulantes e artificiais; deve-se viver "inteiramente dos produtos do reino vegetal, assim como a água pura”.

• A manteiga deve ser empregada "mui escassamente”.

• O leite fresco e os ovos eram mal vistos, mas não eram proibidos.

• O queijo é permitido somente se for suave e não curado.

• Os condimentos e as especiarias, como a pimenta, a mostarda, e a canela, são proibidos por serem "todos altamente excitantes e esgotantes”.

• O chá e o café, bem como o álcool e o tabaco, envenenam o sistema.

• Os produtos de pastelaria, com exceção das tortas de frutas, contam-se "entre os mais perniciosos artigos que causam aflição aos seres humanos."

• O sono é preferível antes da meia-noite.

• O sono deve ser desfrutado num cômodo bem ventilado.

• Um banho de esponja cada manhã é muito desejável.

• A roupa não deve ser muito apertada.

• "Todo medicamento, como tal, é mau em si mesmo”.91

Para os leitores ávidos de Ellen White, as reformas que antecedem soam demasiado familiares. À medida que transcorriam os anos e a ciência médica progredia, as pessoas sem dúvida, começaram a perguntar-se se os conselhos da Sra. White sobre a masturbação procediam de Deus ou de Sylvester Graham. Até Ellen White parece haver deixado de lado o tema mais tarde em sua vida. Apesar de escrever prolificamente sobre o tema no começo de sua carreira, não escreveu uma só palavra sobre o tema nos últimos quarenta anos de sua vida. A maioria dos adventistas de hoje em dia ignora por completo que o livro Appeal to Mothers alguma vez existiu.

Era de se esperar que o primeiro livro de uma profetisa sobre reforma pró-saúde fosse uma obra muito importante para os seus seguidores. Contudo, não foi assim! O livro foi descartado já faz décadas. Como muitos outros de seus escritos e muitas de suas visões que se demonstraram incorretos, este livro simplesmente desapareceu da vista do público. A diferença do de sua colega, a profetisa Mary Baker Eddy – cujo primeiro livro, Science and Health, publicado em 1875, teve dez milhões de exemplares vendidos – o primeiro livro da Sra. White sobre a reforma pró-saúde foi um fiasco. Esforços posteriores demonstrariam ter mais êxito. Com a ajuda de sua equipe de escritores e revisores ela produziu um livro sobre reforma pró-saúde muito melhor, Ministry of Healing, que ainda se acha disponível hoje em dia.

Não é nenhuma surpresa que o tema do "auto-abuso" não vem mencionado no livro. Appeal to Mothers pode ter sido o primeiro livro que desapareceu de publicação, mas não haveria de ser o último...

Fonte: Livro A Nuvem Branca (faça download aqui nesse blog)

3 comentários:

Estudando disse...

Prezado Paulo, assisti seu excelente vídeo sobre a associação da Torre com a ONU e gostaria de lhe pedir um favor, se possível: escanear as revistas DESPERTAI 08/09/1991 e
DESPERTAI 22/11/1998. O objetivo é transformar essas revistas em exemplares PDF, acrescentar a carta oficial da ONU que reconhece a Associação da Torre, inserir uma apresentação inicial do assunto e distribuir amplamente. Ficaria um eBook com a as provas efetivas do ocorrido para quem quiser saber. Por favor, se puder fazer essa cópia eletrônica das revistas, seria muito importante, pois já não se encontra essas revistas e no CD da Sociedade não aparecem as imagens, o que faz o conteúdo perder força e impacto, já que essas revistas citadas tem muitos gráficos e imagens. O eBook não terá autoria, será apenas para provar fatos e divulgar a informação. Meu email: estudos.ilimitados@gmail.com
Obrigado!

Anderson disse...

a paz de Cristo.
Por gentileza, existe a possibilidade de postar as músicas do Jimmy Swaagart em MP3 para eu poder baixá-las e escutalas?
Um forte abraço. Mutio bom seu blog.

Anônimo disse...

No topo da página tem Jimmy Swaggart, clique na opção Cds.