segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Deveriam os Cristãos Guardar o Sábado Hoje em Dia?

O Que a Bíblia Diz?

No Velho Testamento, Deus ordenou aos israelitas que santificassem o dia do sábado e não trabalhassem nesse dia. Deveriam os cristãos de hoje, também, descansar e adorar no dia do sábado? Muitos grupos religiosos (Adventistas do Sétimo Dia, por exemplo) ensinam que deveríamos. O que a Bíblia diz?

Em Êxodo 20:8-11
Deus ordenou aos judeus que guardassem o dia do sábado (veja nota 1). No Novo Testamento, vemos que as leis do Velho Testamento eram para continuar somente até a morte de Cristo. (Nas passagens seguintes, a ênfase está acrescentada para esclarecer o sentido).

Efésios 2:14-15
"Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derrubado a parede da separação que estava no meio, a inimizade, aboliu na sua carne a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse em si mesmo um novo homen, fazendo a paz." Esta passagem mostra que Cristo aboliu a "lei dos mandamentos". Desde que a guarda do sábado era um destes mandamentos, e não foi incluída no Novo Testamento, não necessitamos guardar o sábado.

Romanos 7:4-7
"Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, e deste modo frutifiquemos para Deus. Porque, quando vivíamos segundo a carne, as paixões pecaminosas postas em realce pela lei, operavam em nossos membros a fim de frutificarem para a morte. Agora porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra. Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás." Esta passagem claramente diz que morremos para a lei e estamos, portanto, "libertos da lei". A lei de que Paulo falava incluía os dez mandamentos, porque no versículo 7 ele citou: "Não cobiçarás" como uma das leis. (Veja Nota 2).

2 Coríntios 3:6-11
"O qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica. E se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de glória, a ponto de os filhos de Israel não poderem fitar a face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, ainda que desvanecente, como não será de maior glória o ministério do Espírito? Porque se o ministério da condenação foi glória, em muito maior proporção será glorioso o ministério da justiça. Porquanto, na verdade, o que outrora foi glorificado, neste respeito já não resplandece, diante da atual sobreexcelente glória. Porque, se o que se desvanecia teve sua glória, muito mais glória tem o que é permanente." Aqui Paulo está comparando o ministério da morte e da condenação com o ministério do Espírito e da justiça. O ministério da morte estava desaparecendo, mas o ministério do Espírito estava continuando. Mas qual era o ministério da morte e da condenação que estava desaparecendo? Era o ministério "gravado com letras nas pedras". Se cremos no Novo Testamento, temos que acreditar que a revelação escrita nas pedras, no Velho Testamento (os dez mandamentos), já morreu. Esta passagem afirma isso claramente.

Gálatas 3:15-5:4
Gálatas 3:19­ "Qual, pois, a razão de ser da lei? Foi adicionada por causa das transgressões, até que viesse o descendente a quem se fez a promessa, e foi promulgada por meio de anjos, pela mão de um mediador." Se a lei foi acrescentada até que Cristo veio, então o domínio da lei parou quando Cristo veio.

Gálatas 3:24-25­ "De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé. Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio." A lei foi nosso instrutor, para levar-nos a Cristo, mas agora que Cristo veio, "já não permanecemos subordinados ao instrutor".

Gálatas 4:1-5­ "Digo, pois, que durante o tempo em que o herdeiro é menor, em nada difere de escravo, posto que é ele senhor de tudo. Mas está sob tutores e curadores até ao tempo predeterminado pelo pai. Assim também nós, quando éramos menores, estávamos servilmente sujeitos aos rudimentos do mundo; vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção de filhos." A lei foi dada para a infância do povo de Deus. Cristo veio para nos adotar como filhos e redimir-nos da lei.
Gálatas 4:24,31­ "Estas cousas são alegóricas: porque estas mulheres são duas alianças; uma, na verdade, se refere ao monte Sinai, que gera para escravidão; esta é Hagar. . . . E assim, irmãos, somos filhos não da escrava, e, sim, da livre." Neste trecho, Paulo compara a lei dada no Sinai com Hagar (a mulher escrava), e a nova aliança com Sara (a esposa livre). Ele diz claramente que somos da mulher livre e não da mulher escrava. Portanto, estamos sob a nova aliança e não sob a aliança do Monte Sinai, que incluiu os dez mandamentos. Por favor, estude cuidadosamente este assunto, por completo.

Gálatas 5:4­ "De Cristo vos desligastes vós que procurais justificar-vos na lei, da graça decaístes." A conseqüência da volta para a lei é que decaímos da graça.

Hebreus 7-10
Hebreus 7:12­ "Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei." A lei foi mudada.

Hebreus 7:18-19­ "Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou cousa alguma) e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus." A antiga aliança foi revogada.

Hebreus 8:7-13­ "Porque, se aquela primeira aliança tivesse sido sem defeito, de maneira alguma estaria sendo buscado lugar para segunda. E, de fato, repreendendo-os, diz: Eis aí vêm dias, diz o Senhor, e firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá, não segundo a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os conduzir até fora da terra do Egito; pois eles não continuaram na minha aliança, e eu não atentei para eles, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor. Nas suas mentes imprimirei as minhas leis, também sobre os seus corações as inscreverei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. E não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão dizendo: Conhece ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior. Pois, para com as suas iniqüidades usarei de misericórdia, e dos seus pecados jamais me lembrarei. Quando ele diz Nova, torna antiquada a primeira. Ora, aquilo que se torna antiquado e envelhecido, está prestes a desaparecer." Temos uma nova aliança. Por que voltar para a velha?

Hebreus 9:4­ "Ao qual pertencia um altar de ouro para o incenso, e a arca da aliança totalmente coberta de ouro, na qual estava uma urna de ouro contendo o maná, a vara de Arão, que floresceu, e as tábuas da aliança." A aliança a que ele tem se referido inclui as "tábuas da aliança": os dez mandamentos.

Colossenses 2:16-17
"Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das cousas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." Talvez seja este o texto mais importante de toda esta discussão, porque ele claramente menciona o dia do sábado como parte da sombra que foi substituída por Cristo. (Veja Notas 3 e 4). O sábado não é, para nós, hoje, mais parte do padrão de Deus do que a conservação do festival da lua nova. Ambos foram partes da aliança do Velho Testamento, que foi substituída pela nova aliança de Cristo.

Os cristãos de hoje têm que seguir o Novo Testamento, que não ordena que qualquer dia seja completamente posto de lado como um dia de descanso, mas sim, mostra o padrão dos cristãos reunindo-se para adorar juntos nos domingos (Atos 20:7; 1 Coríntios 16:1:2). (Veja Notas 5 e 6).

Nota 1:
O sábado era só para os judeus.
Muitas passagens mostram que o mandamento para guardar o sábado foi dado somente aos judeus. Por exemplo:

· Êxodo 31:12-18­ "Disse mais o Senhor a Moisés: Tu, pois, falarás aos filhos de Israel, e lhes dirás: Certamente guardareis os meus sábados; pois é sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o Senhor, que vos santifica. Portanto guardareis o sábado, porque é santo para vós outros: aquele que o profanar, morrerá; pois qualquer que nele fizer alguma obra será eliminado do meio do seu povo. Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do repouso solene, santo ao Senhor; qualquer que no dia do sábado fizer alguma obra morrerá. Pelo que os filhos de Israel guardarão o sábado, celebrando-o por aliança perpétua nas suas gerações. Entre mim e os filhos de Israel é sinal para sempre; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou e tomou alento. E, tendo acabado de falar com êle no monte Sinai, deu a Moisés as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus." Aqui ele afirmou que o sábado era entre Deus e os filhos de Israel.

· Deuteronômio 5:1-3, 12­ "Chamou Moisés a todo o Israel, e disse-lhe: Ouvi, ó Israel, os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos, para que os aprendais e cuideis em os cumprirdes. O Senhor nosso Deus fez aliança conosco em Horebe. Não foi com nossos pais que fez o Senhor esta aliança, e, sim, conosco, todos os que hoje aqui estamos vivos...Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o Senhor teu Deus." A aliança que incluía o dia do sábado foi exclusivamente feita com os israelitas e com ninguém mais.

· Ezequiel 20:10-12­ "Tirei-os da terra do Egito e os levei para o deserto. Dei-lhes os meus estatutos, e lhes fiz conhecer os meus juízos, os quais cumprindo-os o homem, viverá por eles. Também lhes dei os meus sábados, para servirem de sinal entre mim e eles, para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica." Aqueles a quem a lei do sábado foi dada foram o povo de Israel, aqueles que foram resgatados do Egito.

Às vezes, os adventistas mostram que Deus descansou no sétimo dia da criação (Gênesis 2:1-3). E daí eles deduzem que aos homens foi ordenado que guardassem o sábado desde o tempo da criação. Mas nenhuma passagem afirma isso. De fato, a primeira vez que lemos sobre homens guardando o sábado, ou um mandamento para os homens guardarem o sábado, é em Êxodo 16, depois que Moisés tinha guiado os israelitas para fora do Egito. Gênesis 2 mostra que Deus descansou no sétimo dia, mas não ordena que os homens guardem o sétimo dia. De fato, a Bíblia nunca ordenou aos gentios que guardassem o sábado ­ somente os judeus ­ desde o tempo de Moisés até Cristo.

Nota 2:
Há diferença entre lei moral e lei cerimonial?
O Novo Testamento mostra que os cristãos não estão mais sob a obrigação de guardar a lei do Velho Testamento. Os adventistas e outros tentam escapar do significado destes textos, inventando a diferença entre a lei moral, que eles chamam a lei de Deus, e a lei cerimonial, que eles chamam a lei de Moisés. Normalmente, eles ensinam que a lei cerimonial foi abolida por Cristo (assim não guardamos a Páscoa nem oferecemos sacrifícios de animais) mas a lei moral ainda está vigente. Esta distinção não está na Bíblia.

A Bíblia usa as expressões lei do Senhor e lei de Moisés, sem fazer distinção, nos mesmos casos:

· 2 Crônicas 34:14­ "Quando se tirava o dinheiro que se havia trazido à casa do Senhor, Hilquias, o sacerdote, achou o Livro da Lei do Senhor, dada por intermédio de Moisés."

· Esdras 7:6­ "Ele era escriba versado na lei de Moisés, dada pelo Senhor Deus de Israel; e, segundo a boa mão do Senhor seu Deus, que estava sobre ele, o rei lhe concedeu tudo quanto lhe pedira."

· Neemias 8:1, 8, 14, 18­ "Em chegando o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da Porta das Águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da lei de Moisés, que o Senhor tinha prescrito a Israel. . . . Leram no Livro, na lei de Deus, claramente, dando explicações, de maneira que entendessem o que se lia. . . . Acharam escrito na lei que o Senhor ordenara, por intermédio de Moisés, que os filhos de Israel habitassem em cabanas, durante a festa do sétimo mês. . . . Dia após dia leu Esdras do livro da lei de Deus, desde o primeiro dia até ao último; e celebraram a festa por sete dias; no oitavo dia houve uma assembléia solene, segundo o prescrito."

· Neemias 10:29­ "Firmemente aderiram a seus irmãos, seus nobres convieram numa imprecação e num juramento, de que andariam na lei de Deus, e que foi dada por intermédio de Moisés, servo de Deus; de que guardariam e cumpririam todos os mandamentos do Senhor, nosso Deus, e os seus juízos e os seus estatutos."

Em diversas ocasiões,"mandamentos cerimoniais" eram chamados de lei do Senhor: Sacrifícios de animais, sacerdócio, dias de festas (2 Crônicas 31:3-4), a festa dos tabernáculos (Neemias 8:13-18), a consagração dos primogênitos e as oferendas para purificação depois do parto (Lucas 2:23-24). Em outras ocasiões, as leis morais eram ditas como vindo de Moisés. Por exemplo, o mandamento para honrar os pais (Marcos 7:10). Para simplificar, a distinção entre a lei cerimonial de Moisés e a lei de Deus é uma invenção da teologia adventista. Não é encontrada na Bíblia.

Nota 3:
O dia do sábado de Colossenses 2:16 é o sábado semanal.

Algumas vezes, quando confrontados com Colossenses 2:16, que ensina que o dia do sábado foi uma parte da sombra que foi substituída por Cristo, os adventistas replicam que Colossenses 2:16 está se referindo aos "sábados anuais", e não aos "sábados semanais." A verdade é que o termo sábado é usado na Bíblia quase exclusivamente para os sábados semanais e é a própria palavra usada pelo Senhor quando ele deu os dez mandamentos. A única festa anual, para a qual a palavra sábado foi aplicada, é o Dia da Expiação (Levítico 16:31-32).

Olhem cuidadosamente a lista dos tipos de "sombra" em Colossenses 2:16: "comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados". Depois de mencionar comida e bebida, ele (Paulo) também menciona festas (celebrações anuais), lua nova (celebrações mensais) e sábados (celebrações semanais). [E, interessante, muitos adventistas tentam manter as mesmas regras do Velho Testamento sobre comida (estude Marcos 7:19 e Atos 10:9-16)]. Repetidamente, este agrupamento anual, mensal e semanal (às vezes diário) de festas é feito na Bíblia:

· 1 Crônicas 23:30-31­ "Deviam estar presentes todas as manhãs para renderem graças ao Senhor, e o louvarem; e da mesma sorte à tarde. E para cada oferecimento dos holocaustos do Senhor, nos sábados, nas luas novas, e nas festas fixas, perante o Senhor, segundo o número determinado."

· 2 Crônicas 2:4­ "Eis que estou para edificar a casa ao nome do Senhor meu Deus e lha consagrar, para queimar perante ele incenso aromático, e lhe apresentar o pão contínuo da proposição, e os holocaustos da manhã e da tarde, nos sábados, nas luas novas e nas festividades do Senhor nosso Deus; o que é obrigação perpétua para Israel."

· 2 Crônicas 8:13­ "E isto segundo o dever de cada dia, conforme o preceito de Moisés, nos sábados, nas luas novas e nas festas fixas, três vezes no ano: na festa dos pães asmos, na festa das semanas e na festa dos tabernáculos."

· 2 Crônicas 31:3­ "A contribuição que fazia o rei da sua própria fazenda era destinada para os holocaustos, para os da manhã e os da tarde, e para os holocaustos dos sábados, das luas novas e das festas fixas, como está escrito na lei do Senhor."

· Neemias 10:33­ "Para os pães da proposição, e para a contínua oferta de manjares, e para o contínuo holocausto dos sábados, das luas novas, para as festas fixas, e para as cousas sagradas, e para as ofertas pelo pecado, para fazer expiação por Israel, e para toda a obra da casa do nosso Deus."

· Ezequiel 45:17­ "Estarão a cargo do príncipe os holocaustos, e as ofertas de manjares, e as libações, nas festas, nas luas novas e nos sábados, em todas as festas fixas da casa de Israel: ele mesmo proverá a oferta pelo pecado, e a oferta de manjares, e o holocausto, e os sacrifícios pacíficos, para fazer expiação pela casa de Israel."

· Oséias 2:11­ "Farei cessar todo o seu gozo, as suas festas, as suas luas novas, os seus sábados e todas as suas solenidades."

Paulo usa o mesmo agrupamento em Colossenses 2:16. Por que haveria alguém de torcer suas palavras para fazer com que significasse festas anuais quando ele fala de sábados?

Nota 4:
O significado espiritual do sábado

O dia do sábado era uma sombra da realidade espiritual trazida por Cristo (Colossenses 2:16-17). O sábado significa descanso e libertação do trabalho: Cristo trouxe o descanso e a libertação do pecado. Jesus é o descanso para o qual a sombra do sábado apontava (Mateus 11:28-30). Mesmo a libertação e o descanso que Jesus nos dá agora são apenas uma antecipação do descanso verdadeiro que os cristãos experimentarão no céu (Hebreus 4:9).

Nota 5:
Os primeiros cristãos adoravam no domingo

Duas passagens mostram claramente que os primeiros cristãos adoravam nos domingos:

· Atos 20:7­ "No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo que devia seguir de viagem no dia imediato, exortava-os e prolongou o discurso até à meia-noite." Notem que este dia era um domingo. Os adventistas argumentam que esta reunião era na noite de sábado, mas as Escrituras dizem que era no primeiro dia da semana. Notem também que o propósito da reunião deles era partir o pão. Nesse trecho, e referindo a outras passagens (Atos 2:42; 1 Coríntios 10:16; 11:18-34), está claro que isto se refere à Ceia do Senhor. Os adventistas argumentam que eles se reuniram porque Paulo partiria no dia seguinte, mas o trecho diz que eles se reuniram para partir o pão.

· 1 Coríntios 16:1-2­ "Quanto à coleta para os santos, fazei vós também como ordenei às igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coletas quando eu for." Os primeiros cristãos, aqui, contribuíam com seu dinheiro no primeiro dia da semana. Por que seria feita a coleta no domingo, se os cristãos não se reunissem nesse dia?

Nota 6:
Respondendo a objeções

· Jesus guardou o sábado. Certamente que sim. Jesus era um judeu nascido sob a lei (Gálatas 4:4) e portanto obedeceu a todas as leis do Velho Testamento. Jesus foi circuncidado, ordenou a entrega de oferendas ao sacerdote, pela purificação, guardou a Páscoa, etc. (Lucas 2:21; 5:12-14; Mateus 26:18-19). Mas quando Jesus morreu, ele inaugurou a nova aliança e revogou a velha. Se o fato que Jesus guardou a Páscoa não prova que nós também deveríamos guardá-la, então o fato que Jesus guardou o sábado não prova que nós deveríamos guardá-lo também.

· Paulo guardou o sábado. As Escrituras não ensinam isto. Havia um número de ocasiões em que Paulo ensinou em sinagogas, no sábado (Atos 18:4, por exemplo). O sábado era o dia quando as pessoas se juntavam na sinagoga e Paulo aproveitou-se dessas oportunidades para ensinar muitas pessoas. Se eu tivesse permissão para ensinar lá, eu haveria de ir a assembléias adventistas todos os sábados. Mas a ida de Paulo às sinagogas, para ensinar no sábado, não prova que ele guardou o sábado como um dia santo de descanso.

· Para sempre. No Velho Testamento, o sábado era "por aliança perpétua nas suas gerações" e "entre mim e os filhos de Israel é sinal para sempre" (Êxodo 31:16-17). Os adventistas argumentam que estes termos mostram que a guarda do sábado semanal nunca terminará (descansaremos no céu, também?). Mas o verdadeiro significado de "para sempre" e "perpétua", neste trecho, é limitado por "nas suas gerações". Estas expressões significam "duração de uma era". Outros mandamentos do Velho Testamento foram "para sempre": por exemplo, a Páscoa (Êxodo 12:24). Muitos mandamentos do Velho Testamento foram "perpétuos": a queima do incenso (Êxodo 30:21), o sacerdócio Levítico (Êxodo 40:15), as ofertas de paz (Levítico 3:17), a parte dos sacerdotes nos sacrifícios (Levítico 6:18, 22; 7:34, 36), o sacrifício anual de animais pela expiação dos pecados (Levítico 16:29, 31,34), etc. Os adventistas, normalmente, não ensinam que sacrifícios de animais, queima de incenso ou a guarda da páscoa têm que ser continuados hoje; porque, entã, deveriam eles argumentar que a guarda do sábado tem que ser continuada hoje?

· Jesus não veio para revogar a lei. Mateus 5:17-18 diz: "Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas: não vim para revogar; vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra." Neste trecho, Jesus está ensinando que seu propósito não era contra a lei. Ele não veio para demolir ou destruir a lei. De fato, Ele era o cumprimento da lei. A lei predisse a vinda de Cristo e a nova aliança que ele haveria de trazer. Esta passagem não está, certamente, ensinando que cada "i" ou "til" da lei obrigaria para sempre; nem os adventistas afirmam isso. Mas em vez disso, que toda a lei e os profetas haveriam de desempenhar suas funções propostas, até o seu cumprimento.

· Jesus disse para orarem para que sua fuga não fosse no sábado. Mateus 24:20 diz: "Orai para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado." Nesse trecho, Jesus estava considerando a iminente destruição de Jerusalém. Ele deu aos seus discípulos o sinal pelo qual eles poderiam saber quando a hora de fugir houvesse chegado. E ele os aconselhou a orar para que sua fuga não viesse em um tempo difícil. Havia várias razões porque seria mais difícil fugir no sábado. Normalmente, os judeus trancavam as portas da cidade no sábado, e poderiam ser impedidos em sua fuga por judeus fanáticos; o sábado dificultaria a capacidade dos cristãos para comprar os mantimentos necessários para a fuga. Quando Jesus os avisou para que orassem para que a fuga não fosse num dia de sábado ou no inverno, ele não estava admitindo que os cristãos deveriam guardar o sábado, mais do que deveriam guardar o inverno.

· O papa mudou o sábado. Quando os argumentos da Bíblia lhes falham, os adventistas gostam de tentar provar que os primeiros cristãos guardavam o sábado, mas que esta guarda foi mais tarde mudada para o domingo, pela igreja católica. Mesmo descontando a evidência da Bíblia, esta afirmação pode ser desmentida historicamente. Tanto Inácio como Justino Mártir se referem aos cristãos adorando no domingo e eles escreveram no segundo século, muito antes de haver um papa ou uma igreja católica. Mas pesquisar através de documentos históricos é desnecessário. A Bíblia decide a questão e isso deveria ser suficiente para aqueles que têm fé em Deus.

por Gary Fisher

81 comentários:

Ser cristão disse...

Se Jesus dá a Pedro as chaves e a autoridade de apacentar e ligar e desligar tudo aqui na terra, e esse mesmo Pedro é bispo de Roma, seus sucessores dão continuidade a essa autoridade, então, porque duvidar das decisões da única igreja que Jesus fundou, a santa igreja católica.

Venâncio disse...

Gerson,

ainda não acreditaste na importância do Sábado? O Sábado é selo que autentifica os dez mandamentos e que confirma que Deus é o governante da Terra.
Daqui por uns dias apresento-te uma mensagem, aqui, não tão comprida (como a tua) que põe por terra o que disseste. ;)

O Peregrino disse...

Você guarda o sábado como os judeus guardam segunda as escrituras?
Tenho um artigo falando de como é guardado o sábado, veja se você guarda como manda as escrituras.

Ser cristão disse...

Afinal você é Cristão ou Judeu? Nosso senhor Jesus cristo dá ao sábado o devido valor e a Pedro as chaves para o que ligar aqui na terra, ligará também no céu. Então acreditando na santa igreja você estará acreditando no evangelho e não no antigo testamento que é o que você segue. E não se esqueça que a besta e os falsos profetas farão guerra aos santos...

O Peregrino disse...

Amado, sei muito de que os cristãos serão perseguidos e surgirão muitos FALSO(A)S profetas.
Não guardo o sábado e não sou judeu, mas procuro guardar todos os dias e não fazer do sábado um cavalo de batalha como fazem muitos que se chamam cristãos.

Ser cristão disse...

"Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das cousas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." Talvez seja este o texto mais importante de toda esta discussão, porque ele claramente menciona o dia do sábado como parte da sombra que foi substituída por Cristo. (Veja Notas 3 e 4). O sábado não é, para nós, hoje, mais parte do padrão de Deus do que a conservação do festival da lua nova. Ambos foram partes da aliança do Velho Testamento, que foi substituída pela nova aliança de Cristo.

Os cristãos de hoje têm que seguir o Novo Testamento, que não ordena que qualquer dia seja completamente posto de lado como um dia de descanso, mas sim, mostra o padrão dos cristãos reunindo-se para adorar juntos nos domingos (Atos 20:7; 1 Coríntios 16:1:2). (Veja Notas 5 e 6).

Nota 1:
O sábado era só para os judeus.
Muitas passagens mostram que o mandamento para guardar o sábado foi dado somente aos judeus. Por exemplo:

· Êxodo 31:12-18 "Disse mais o Senhor a Moisés: Tu, pois, falarás aos filhos de Israel, e lhes dirás: Certamente guardareis os meus sábados; pois é sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o Senhor, que vos santifica. Portanto guardareis o sábado, porque é santo para vós outros: aquele que o profanar, morrerá; pois qualquer que nele fizer alguma obra será eliminado do meio do seu povo. Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do repouso solene, santo ao Senhor; qualquer que no dia do sábado fizer alguma obra morrerá. Pelo que os filhos de Israel guardarão o sábado, celebrando-o por aliança perpétua nas suas gerações. Entre mim e os filhos de Israel é sinal para sempre; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou e tomou alento. E, tendo acabado de falar com êle no monte Sinai, deu a Moisés as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus." Aqui ele afirmou que o sábado era entre Deus e os filhos de Israel.

O Peregrino disse...

VOCÊ ATUALMENTE GUARDA O SÁBADO COMO DEUS ORDENOU QUE SE FIZESSE NA LEI?

a) se você viaja no sábado de trem, automóvel, bicicleta ou outro qualquer meio de condução, está quebrando o sábado. Castigo: pena de morte.

b) se acende fogo ou gás em sua casa para o leite ou café matinal ou para esquentar qualquer outro alimento, está quebrando o sábado. Castigo: pena de morte.

c) se usa luz elétrica ou força para o chuveiro ou manda o empregado fazê-lo, está quebrando o sábado. Castigo: pena de morte.

d) se usa água corrente para tomar banho ou outra qualquer utilidade, está quebrando o sábado. Castigo: pena de morte.

Assim, todo adventista ou suposto guardador do sábado está sujeito à lei, e qualquer quebra de mandamento da lei composta - não de 10 - mas de 613 mandamentos, está vivendo sob a MALDIÇÃO DA LEI.

http://correa62.blogspot.com/2009/09/guardam-realmente-o-sabado-os.html

Venâncio disse...

Salmo 119:19-21
"19 Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.
20 A minha alma se consome de anelos por tuas ordenanças em todo o tempo.
21 Tu repreendeste os soberbos, os malditos, que se desviam dos teus mandamentos."


A resposta à tua afirmação que os mandamentos são para os Judeus está aqui:

http://verdadedapalavra.blogspot.com/2009/10/o-sabado-e-lei-de-deus.html

Venâncio disse...

Para mais dúvidas sobre o sábado, ver aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=aVj3L8kmJCg

Ser cristão disse...

A posição protestante é insustentável, visto que se eles tivessem que seguir tudo o que a Bíblia ordena, como ficariam certas normas do Antigo Testamento que não foram abolidas no Novo, mas pela Igreja que eles rejeitam? Exemplos: Não acender fogo (para cozinhar) em nenhuma moradia no sábado (Ex. 35,3). Não semear diferentes espécies no mesmo campo (Lev. 19,19). Não semear e colher nada, nos campos e na vinha, no ano sabático (Ex. 23, 10-11) e (Lev. 25 3-5). Não comer os frutos das árvores nos primeiros três anos (Lev 19, 23-25).

E, depois, se os pais são responsáveis perante Deus pelo sustento, proteção, educação, amparo etc de seus filhos, quanto mais seriam pelo bem espiritual.

Venâncio disse...

Ser Cristão,

"Exemplos: Não acender fogo (para cozinhar) em nenhuma moradia no sábado (Ex. 35,3). Não semear diferentes espécies no mesmo campo (Lev. 19,19). Não semear e colher nada, nos campos e na vinha, no ano sabático (Ex. 23, 10-11) e (Lev. 25 3-5). Não comer os frutos das árvores nos primeiros três anos (Lev 19, 23-25)."

isto é absurdo !, não faço isto pois isto é um peso, um fardo, mas a Lei de Deus revela o seu carácter.

Como podes saber o que é pecado se não tiveres Lei?! -> responde a esta pergunta sff, obrigado.

O Peregrino disse...

Então teu "sacrificio" torna-se inválido, pois o sábado era guardado dessa forma.
Sem contar as mais 613 leis no qual tenho a certeza que você não guarda.
Leia o texto que coloquei acima referente a guarda do sábado pelos judeus. O sábado era guardado dessa forma, ou "alguém" mudou?

O Peregrino disse...

Os israelitas, com a máxima rigidez, observavam, sob a ordem divina, a interrupção de todas as atividades:

DEVIAM:

a) trabalhar seis dias (e não 5):
(ÊX 35:2) "Seis dias se trabalhará, mas o sétimo dia vos será santo, o sábado do repouso ao SENHOR; todo aquele que nele fizer qualquer trabalho morrerá."

NÃO DEVIAM

b) acender qualquer tipo de fogo em casa:
(ÊX 35:3) "Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia do sábado."

c) fazer qualquer tipo de trabalho:
(ÊX 20:10) "Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
d) fazer qualquer transação comercial:
(AM 8:5) "Dizendo: Quando passará a lua nova, para vendermos o grão, e o sábado, para abrirmos os celeiros de trigo, diminuindo o efa, e aumentando o siclo, e procedendo dolosamente com balanças enganosas,"

e) fazer viagens e tratar de negócios:
NE 10:31) "E que, trazendo os povos da terra no dia de sábado qualquer mercadoria, e qualquer grão para venderem, nada compraríamos deles no sábado, nem no dia santificado; e no sétimo ano deixaríamos descansar a terra, e perdoaríamos toda e qualquer cobrança."
(NE 13:15) "Naqueles dias vi em Judá os que pisavam lagares ao sábado e traziam feixes que carregavam sobre os jumentos; como também vinho, uvas e figos, e toda a espécie de cargas, que traziam a Jerusalém no dia de sábado; e protestei contra eles no dia em que vendiam mantimentos."
(NE 13:16) "Também habitavam em Jerusalém tírios que traziam peixe e toda a mercadoria, que vendiam no sábado aos filhos de Judá, e em Jerusalém."

f) carregar peso:
(JR 17:21) "Assim diz o SENHOR: Guardai as vossas almas, e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém;"

g) o transporte de qualquer objeto de casa, ou introduzi-los em Jerusalém:
(JR 17:22) "Nem tireis cargas de vossas casas no dia de sábado, nem façais obra alguma; antes santificai o dia de sábado, como eu ordenei a vossos pais."
(JR 17:27) "Mas, se não me ouvirdes, para santificardes o dia de sábado, e para não trazerdes carga alguma, quando entrardes pelas portas de Jerusalém no dia de sábado, então acenderei fogo nas suas portas, o qual consumirá os palácios de Jerusalém, e não se apagará."

h) fazer semeadura e a colheita de frutos e cereais:
(ÊX 34:21) "Seis dias trabalharás, mas ao sétimo dia descansarás: na aradura e na sega descansarás."

E tem mais Vanâncio, mas vou ficar por aqui, e perguntar se você faz o mesmo. Acredito que não, então você não guarda o sábado.

Ser cristão disse...

Infelizmeente um véu cobre os olhos destes assim como cobria dos Judeus e que são Paulo se referia dizendo: aqueles que leêm a Moisés tem um véu no coração.
O evangelho é mais que Leis.
Jesus é maior que Moisés.
Jesus disse: eis aqui alguém maior que Moisés.

Ser cristão disse...

Os cristãos são seguidores de cristo e guardar o sábado é doutrina dos nossos irmãos Judeus que ainda não se tornaram cristãos e seguem muitas das leis do AT. Não sejam Judeus e não se aborreçam com sábados ou outras doutrinas que não são cristãs. Jesus nos chama a caridade, amar uns aos outros é isso. siga se quiser pois naquele dia muitos que dizem senhor, senhor não entrarão no reino dos céus. Baterão e não entrarão. Dirão: senhor nós não expulsamos demônios em seu nome? Não fizemos milagres em seu nome? e o Senhor dirá: afasta-se de mim operários maus.

Venâncio disse...

"Sem contar as mais 613 leis no qual tenho a certeza que você não guarda."

Essas leis não foram aprovadas por Jesus. Os doutores da Lei e os fariseus criticavam Jesus, sobretudo pelo que Ele fazia ao Sábado, mas Jesus mostrou-lhes o valor do Sábado

Dentro das várias leis que Moisés deu ao povo, uma foi o divórcio (Mateus 19:3-9) que Jesus disse ter sido dado devido à dureza do coração do povo.

Outra, é a cura ao Sábado, e aqui existem várias passagem, das quais só vou por uma (Mateus 12:9-12). Aqui Jesus diz que é lícito fazer bem ao Sábado.

É lícito preparar comida ao Sábado (Mateus 12:1-8)

Quanto às frase que disseste:
"O evangelho é mais que Leis.
Jesus é maior que Moisés.
Jesus disse: eis aqui alguém maior que Moisés."

- O Evangelho é mais do que leis(leis simples para o homem)
- Jesus é maior que Moisés(Jesus mostrou que as 613 Leis dos Judeus não eram válidas, de factos nem eles as cumpriam por isso Jesus lhes chamava Sepulcros caiados devido à hipocrisia (Mateus 23:27)
- Jesus disse: eis aqui alguém maior que Moisés. (não existe na bíblia -> mentiroso)

antes de fazerem "copiar" "colar" de um texto de outro, estudem a bíblia pois dela nada sabem: pois pegam numa frase fora do contexto para justificar um pretexto ! Hipócritas !!!

Venâncio disse...

Desafio-te a apresentar um estudo de uma qualquer doutrina sem fazeres "copiar" "colar" para provar que sabes alguma coisa.
Vê o estudo que eu fiz INTEGRAL, sem pegar de textos de outros pregadores como tu fazes frequentemente.

Vou juntar ao meu blog um outro estudo sobre as 613 leis dos Judeus com base na Bíblia

Venâncio disse...

Sr. Ser cristão,

Sff, apresente versículos para justificar o que diz. As suas 2 ultimas frases n têm fundamento, logo não servem.

Venâncio disse...

" O Peregrino disse...

Você guarda o sábado como os judeus guardam segunda as escrituras?
Tenho um artigo falando de como é guardado o sábado, veja se você guarda como manda as escrituras.

10 de Outubro de 2009 15:41"

"Copiar e Colar" :) é só o que você faz... mesmo assim provo-lhe que está enganado :)

O Peregrino disse...

Sr. Vanancio, vejo que os adventistas na maior parte possuem um espírito de ira, me chama de hipócrita só porque eu copio e colo? Ou você acha que vou escrever toda a matéria só para satisfazer o seu ego? Para saber dos erros da IASD não precisa estudar muito não.
Qualquer criança sabe que muitas das doutrinas da IASD são heréticas.
Coloquei um artigo falando da guarda do sábado pelos judeus, crendo que os adventistas não guardam da forma que os judeus guardam, isso que é hipocrisia Sr. Vanâncio, coa um mosquito mas deixa passar um elefante.
Vou continuar copiando e colando sim, afinal essa página é minha e faço dela o que eu bem entender.
Não me venha com essa de guardar o sábado porque sei que você não guarda da forma que é pra guardar.

O Peregrino disse...

Os israelitas, com a máxima rigidez, observavam, sob a ordem divina, a interrupção de todas as atividades:

DEVIAM:

a) trabalhar seis dias (e não 5):
(ÊX 35:2) "Seis dias se trabalhará, mas o sétimo dia vos será santo, o sábado do repouso ao SENHOR; todo aquele que nele fizer qualquer trabalho morrerá."

Parece que o Sr. Vanâncio trabalha de segunda a sexta e depois ao domingo, afinal são seis dias e um de descanso.

Não escrevi o texto, copiei e colei do artigo postado que talvez o sr. não leu.

Venâncio disse...

Gerson,

eu estou a insultá-lo?
o meu nome é Venâncio e não Vanancio.

Vou-lhe ensinar o significado da palavra Herege:

alguém que pensa por si, ou seja, sou feliz por o ser pois leio a bíblia e tiro a verdade dela (exagese) e não exposto às tradições dos homens.

Em relação ao trabalhar 5 dias por semana, vejamos o que DEUS tens a dizer da forma como ELE quer que guardemos o Sábado:

Is 58:13
Se desviares do sábado o teu pé, e deixares de prosseguir nas tuas empresas no meu santo dia; se ao sábado chamares deleitoso, ao santo dia do Senhor, digno de honra; se o honrares, não seguindo os teus caminhos, nem te ocupando nas tuas empresas, nem falando palavras vãs;
Is 58:14
então te deleitarás no Senhor, e eu te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacob; porque a boca do Senhor o disse.

No 1º dia da semana eu faço a minha vontade, arrumando a casa, limpo o meu carro,etc, etc, A isso se chama trabalho. Embora as empresas para o qual trabalhamos estejam fechadas no 1º dia da semana, nós fazemos obras/trabalhos para nós.

O mandamento de Deus é claro:
Êxodo 20:10a
mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho...

a palavra grega מְלָאכָה significa: trabalho, obra.
---

Em relação à frase:
"Os israelitas, com a máxima rigidez, observavam, sob a ordem divina, a interrupção de todas as atividades:"
Claro que sim, mas Jesus veio condenar isso. Aliás, eu não sou Isrealita nem acreditos nas 613 ou mais regras deles pois não proveêm de DEus. Nem Jesus as observou. Eu sigo a Jesus e ele Observou o Sábado:
Joao 15:10
Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

Agora pergunto-te: Amas a Jesus ?
Se sim, então obedece-lhe pois essa é o dever do cristão:
João 14:15
Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.

Porque se lhe obedeceres...
João 14:21
Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.


Em relação ao espírito de ira que usei... só o usei da mesma forma como Jesus o aplicou em:

Mateus 15;7-8
Hipócritas! bem profetizou Isaias a vosso respeito, dizendo:
Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim.

Como conhecedor da bíblia, que és, devias reconhecer isso, não é verdade? pois apliqui-o de modo a que te lembrasses da palavra de Deus pelos lábio de JEsus

Esta mensagem é para ti:
João 7:24
Não julgueis pela aparência mas julgai segundo o recto juízo.

Amen.

E desta forma refutei tudo o que disseste. Em breve colocarei esta tema no meu blog e partilha-lo-ei ctg.

O Peregrino disse...

Sr. Venancio, oe dez mandamentos fazem parte do antigo concerto, que foi substituido, a partir da cruz de Cristo (Cl2.11-14), pelo novo concerto (Hb. 8:6-13). Será que alguém pode ser julgado por uma lei que já foi abolida? "Porque o fim da lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê(RM. 10:14). Uma vez que estamos sob a lei de Cristo (1Co 9:20-21; Gl 6:2), poderemos afirmar sem nenhuma dúvida que seremos julgados por aquilo que Jeus ensinou (Mt.28:19).

Entendeu Sr. Venâncio com acento circunflexo?

O Peregrino disse...

Lembra-te do dia do sábado, para o santificar


Em resposta a tal questionamento devemos ler Mateus 12:5 que diz: "Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa? Diante disso, deveríamos fazer a mesma pergunta: Os sacerdotes no templo podiam ter outro deus diante de Deus e ficar sem culpa? Curvar-se diante de imagens, ou tomar o seu santo nome em vão e ficar sem culpa? Desejavam honrar sues pais? Ou quereriam matar alguém? Cometer adultério, furtar, testemunhar falsamente, cobiçar e ficar sem culpa? Podiam, então, os sacerdotes violar o sábado no templo e ficar sem culpa?. A resposta é óbvia: SIM! Jesus, como Senhor do sábado, com autoridade para determinar o grau de culpabilidade de quem trabalha nesse dia, declarou: "Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes" (Mt.12:7). Além disso, não estamos mais debaixo do antigo concerto (Hb.8:6-13). O sábado foi abolido (Os 2:11; Cl2:14-17).

Venâncio disse...

"Entendeu Sr. Venâncio com acento circunflexo?"
Quem está a ser mal-educado agora?!

Venancio chega.

Por teres dúvida quando à abolição do dia de Sábado, eu hoje vou apresentar porque é que Jesus não aboliu o sábado, porque é que os primeiros cristãos guardavam o sábado (e não o 1º dia da semana como tu dizes)

Diz-me:
se Jesus veio abolir a Lei, e a lei tem 10 ordens, porque é que só o Sábado foi abolido ?!

- quero ouvir a resposta a esta pergunta :)

O Peregrino disse...

Acho interessante Sr. VanÂncio, que partes da lei o sr observa e partes não, achando desculpas em partes delas, ou serve a lei ou não serve, e se o sr conhece a bíblia, ela fala de quem observa as leis pela metade. Veja que Jesus resumiu os mandamentos em dois, qual é sr Venâncio?
Como vocês complicam essa questão do sábado, achando que o sábado vai levar a pessoa para a salvação, se a forma que os JUDEUS (e não fariseus) estavam guardando o sábado não era correta a CORRETA é a sua?
Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia do sábado. Ex 35:3
Assim diz o SENHOR: Guardai as vossas almas, e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém; Jr 17:21
e por aí a fora. Dizer que houve mudança é um absurdo.
O teu guarda do sábado é que está certo? Ou o seu ego é maior? Da forma que fez a correção do acento circunflexo sabendo que a pessoa pode esquecer de digitar o acento já diz tudo.
Passar bem sr VANÂNCIO.

Venâncio disse...

Em realação a Mateus 12:5

É uma história narrativa que começa em 12:1 e acaba em 12:8. Não se pode tirar um texto do seu contexto !!!

Jesus usou esse versículo em comparação ao acto de David no versículo 3 e 4.
A importância nessa história foi o que os discípulos de Jesus fizeram no dia de Sábado: colher espigas. Jesus, que é o Senhor do Sábado v.8 (e não é o Senhor do Domingo) deu autoridade a esse acto. Diz-me, será que todos os pastores que pregam a palavra de DEus e trabalham para Deus no SEU DIA SANTO, estão em pecado ?!


A resposta é não.
É o que essa narrativa queria dizer. Esse argumento não é válido.

Venâncio disse...

Jesus resumiu (e naõ diviu) os mandamento em dois:

(Mateus 22:37-40)
Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento.

Este é o grande e primeiro mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.

Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.

---

Amaras o teu Deus:
Se analisares os 10 mandamentos, verás que os 4 primeiros mandamentos são dedicados a Deus.

Amaras o teu próximo:
Os restantes 6 mandamentos são para o próximo.

Toda a lei esta resumida nestes dois mandamentos.

Anônimo disse...

Quanto aos cristãos guardavam o sábado e não domingo postei um artigo sobre isto.
Não vou me ater mais com o sr. o sr quer muito, sua razão é maior que as escrituras, guarda partes dela e partes não.

Inclusive hoje o sr não deveria estar em um computador mas sim fazendo sacrifício.

Venâncio disse...

"Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia do sábado. Ex 35:3
Assim diz o SENHOR: Guardai as vossas almas, e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém; Jr 17:21
e por aí a fora. Dizer que houve mudança é um absurdo."

Estas não são leis morais, nem são leis cerimonias, mais sim leis de conduta para o povo.

O povo estava a aprender a amar a Deus, e tinha aprendido muitas tradições no Egipto. Lembro-te que no Egipto adoram vário deuses. Para que o povo aprendesse a amar a Deus e a conhecer Deus, várias instruções lhe foram dadas.

Olha o que Paulo diz sobre isto:

1Co 3:2
Leite vos dei por alimento, e não comida sólida, porque não a podíeis suportar; nem ainda agora podeis;

Paulo instruía as pessoas apenas no que elas podiam aprender "leite vos dei por alimento...". à medida que cresciam espiritualmente e aprendiam a palavra de Deus, iam recebendo "alimento sólido" ou seja, doutrinas ou princípios de Deus mais difíceis.

Assim foi para o Povo Isrealita: começavam por leis básicas até aprenderem mais sobre Deus, pois eles não aprenderam logo tudo de Deus. A bíblia foi escrita duram mais de 1000 anos... por isso o Critão está sempre a aprender.

As leis eram básicas, mas Jesus veio mostrar com mais evidência o significado do amor, e da vontade do Pai.

Sempre que Jesus fazia alguma coisa ele "declarava":

(Jo 14:8 [JFA-RA(Pt)])
Disse-lhe Felipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.

(Jo 14:9 [JFA-RA(Pt)])
Respondeu-lhe Jesus: Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Felipe? Quem me viu a mim, viu o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?

(Jo 14:10 [JFA-RA(Pt)])
Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras.

Jesus fazia o que o Pai lhe dizia para fazer.

Joao 8:28b
...e que nada faço de mim mesmo; mas como o Pai me ensinou, assim falo

Se honrares Jesus, honras o Pai

Joao 15:10
Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

Os mandamentos duram PARA SEMPRE:

Salmos 111:7,8
As obras das suas mãos são verdade e justiça; fiéis são todos os seus mandamentos;
firmados estão para todo o sempre; são feitos em verdade e retidão.

Vou agora apresentar essa mensagem que Jesus não abuliu os mandamentos. Vou usar alguns versículos que disseste para provar o contrário, pois usas um ou mais versículos fora do contexto.

Venâncio disse...

Sr. Anónimo,

Não é pecado partilhar a palavra de Deus ao Sábado. Jesus fazia o mesmo e eu sou seguidor de Jesus,

Lucas 13:10
Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado

Venâncio disse...

mais dúvidas, vê aqui sobre a lei de Deus e os 144.000 selados ;)

http://www.bibleprophecytruth.com/topics/israel-in-prophecy.aspx

Venâncio disse...

1 Joao 2:3-7

(1Jo 2:3 [JFA-RA(Pt)])
E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos.

(1Jo 2:4 [JFA-RA(Pt)])
Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade;

(1Jo 2:5 [JFA-RA(Pt)])
mas qualquer que guarda a sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos nele;

(1Jo 2:6 [JFA-RA(Pt)])
aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou.

(1Jo 2:7 [JFA-RA(Pt)])
Amados, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio. Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes.

vês bem?

"não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio."

e mais:

"Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes."

podemos por palavra com P maiúsculo pois a Palavra é Jesus:

Joao 1:1
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

A palavra verbo (λογος em grego) quer dizer palavra, verbo - é Jesus: segue a Jesus e estas bem tb com o Pai. Guarda os mandamentos... de DEUS, e não do homem, mandamentos esses que foram escritos com o dedo de Deus.
Que o Senhor te abençoe, a ti que lês e aprendes mais sobre ele.
Amen.

Venâncio disse...

Jesus não aboliu os 10 Mandamentos - 1ª parte

veja aqui a verdade:
http://verdadedapalavra.blogspot.com/2009/10/jesus-nao-aboliu-os-10-mandamentos.html

Nuno disse...

Para aqueles que não encontram um versículo no NOVO TESTAMENTO sobre a ORDEM DO SENHOR para guardar o Sábado, EIS AQUI um:

Hebreus 4:4,9,10

4 pois em certo lugar disse ele assim do sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia, de todas as suas obras;
9 Portanto resta ainda um repouso sabático para o povo de Deus.
10 Pois aquele que entrou no descanso de Deus, esse também descansou de suas obras, assim como Deus das suas.

------------------

A partir de agora, acabou a desculpa de que o mandamento do Sábado não existe no Novo Testamento.

Vamos a ver que desculpas restam.

O Peregrino disse...

É evidente que o repouso de que se trata o texto em estudo não é o do sétimo dia literal, indicado no quarto mandamento.
Antes, está se referindo ao repouso de uma vida de fé em Deus. Sua idéia central está no fato de que Deus repousou depois de haver criado o mundo.
E, também, no fato de que os profetas falaram, de antemão, de outro dia (Sl.118:24; 95:7), e não do sétimo dia semanal. Em verdade, o dia mencionado pelos profetas está relacionado e um repouso maior , que se seguiria a uma obra maior, cujo objetivo não era alcançar apenas o corpo, mas todo o homem.
Josué nunca conseguiu guiar os israelitas a esse repouso, devido à sua impossibilidade de levá-los a uma paz real com Deus (v.8). Mas Jesus, ao concluir sua obra de redenção na cruz (Jo.19:30), trouxe ao homem a paz, a reconciliação. Na cruz, foi abolido o sábado semanal (Cf. Os.
2:11 com Cl. 2:16). Assim, em comemoração ao glorioso repouso, que se seguiu a uma obra maior de redenção, resta, agora, ao povo de Deus, aguardar um descanso, que é a plena confiança na consumação da obra de Cristo (Cf. Is.11:10 com Mt.11:28-30). Esse argumento foi necessário para mostrar aos judeus, que se gloriavam no seu sábado semanal, que o cristão tem, em Cristo, paz e descanso com Deus!

Ser cristão disse...

É pela lei de Moisés que muitos povos justificam apedrejamento, muitos povos justificam poligamia, muitos povos justificam o divórcio, muitos povos justificam o sábado, e você? qual é a justificativa da sua doutrina?
Nós cristão devemos seguir a igreja que cristo nos deixou para interpretar as sagradas escrituras. Os sacramentos são as provas disso pois existem "igrejas" que surgem a cada ano e rejeitando a igreja de cristo rejeitam também os sacramentos que são as ordens diretas de Jesus e que só as igrejas cristãs seguem.

Nuno disse...

O Sábado é justificado porque Deus guardou o Sábado na criação (Genesis 2:2-3) e depois quando esteve aqui na terra por intermédio de Jesus (Lucas 4:16). Esse Deus não muda (Malaquias 3:9, Hebreus13:8) de tal modo que o dia que estabeleceu para ser adorado ainda é o Sábado. Jesus esteve na terra e nunca aboliu o Sábado, de facto ele guardou os mandamentos de Seu Pai (João 15:10). Os seus discípulos e ainda mulheres guardaram o Sábado de acordo com o mandamento... e o melhor, é que como não há nenhum problema nesse dia, que foi abençoado e santificado, esse dia será também o dia para adorarmos Deus no céu (Isaias 66:23), "disse o Senhor".

Essas igrejas que rejeitam "as ordens diretas de Jesus" não conhecem Jesus, pois não o amam

Jesus disse:

"Se me amardes, guardareis os meus mandamentos." João 14:15

Jesus nunca pecou:

"...Ele não cometeu pecado..." (1Pedro 2:22)

...porque Jesus guardou o Sábado (Lucas 4:16)

Pedro ainda apresenta que devemos seguir as pisadas de Cristo, e isso inclui guardar o Santo Sábado:

"Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas ."

O Peregrino disse...

O sábado é para os judeus, eu sou gentio, gosto de ler Gálatas, lembro de que Jesus fez uma "nova" aliança, e em Hebreus fala um pouco dela.
Colossenses 2:16 Paulo está se referindo ao sábado semanal, isso o amado Pr. Natanael já lhe tem explicado, inclusive eu acompanho os diálogos de vocês.

Amado Nuno, a guarda do sábado não entra em meu coração assim como adorar a Maria também não, quero que você entenda isso.
Tenho plena convicção de que Jeová é comigo, tenho um testemunho a respeito disso, sou um cristão convicto de que sou um salvo, isso é o que me basta, a guarda ou não do sábado não me fará um condenado, pois sei em quem tenho crido.
Se você guarda amado, amém! Mas não faça outras pessoas levarem esse jugo, pois sei que há entre vocês muitos que guardam por ser um dogma , e isso tem pesado para esses.

No amor de Cristo.

Nuno disse...

Jesus, que é a verdade e é Deus, ensina que o Sábado foi criado para o homem e não para o Judeus:

"O sábado foi feito por causa do homem." Marcos 2:27
O Sábado foi criado na criação quando não haviam judeus (grifo meu) (Genesis 2:2-3) e quando não havia pecado! Diz-me, se pensas que o Sábado foi abolido porque é que as pessoas ainda se casam??? É que o casamento também foi instituido por Deus no Eden. O casamento foi abolido?? Onde?

Se Deus disse:

"Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idónea." Genesis 2:18

Jesus disse:

"O sábado foi feito por causa do homem." Marcos 2:27

Ou seja, quer a mulher quer o Sábado foram criados para o homem.

Em relação a Col. 2:16, já estou em condições de provar onde o Pr. Natanael errou pela Bíblia.

Já agora, no céu será o Sábado o dia de adoração a Deus (Isaías 66:23) e lá não existem Judeus, mas sim o povo de Deus.

Gerson, eu compreendo que não aceite Maria como Deusa (a Bíblia não ensina que ela tenha de ser adorada) mas em relação ao Sábado ainda ninguém me provou que foi abolido.

Col.2:14-17 diz que:
- Foram as ordenanças que foram abolidas na cruz - essas ordenanças foram dadas a Moisés e o Sábado já existia à mais de 2000 anos.
- Paulo critica a igreja de Colossenses quanto a falsas doutrinas - desde a adoração a anjos, a festas judaicas (Col.2:16) e outros,
- Jesus anulou essas festas judaicas na Cruz (Col.2:14,17, Heb.10:1) pois eram uma sombra que apontavam para a vinda de Cristo. Isto inclui a ANULAÇAO da Pascoa !! Descobri isso esta semana, muito interessante !
- A formula festas, luas, sabados, não inclui os Sábados semanais pois não são ordenanças nem tão-pouco festas (como descobri este mês em Levítico 23:37,38)
- A ordem "ano","mes","dia" mesmo correcta pode indicar qualquer dia da semana onde calhasse uma festa.
- A ordem "ano","mes","dia" pode nem ser essa! pode ser "dia", "mes", "ano" de acordo com o contexto de Col.2:16 - descobri isso ontem!
- Se ainda Col.2:16 anula o Sábado como dia de adoração então o Domingo fica excluído - onde seja, não serve.

Nuno disse...

Em relação à nova aliança, vou comparar a velha com a nova:

Velha: Êxodo 20, depois de o povo ter aceitado Deus como o seu Senhor em Êxodo 19.

Nova:

2 Coríntios 3:2-6

Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens,
sendo manifestos como carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne do coração.
E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;
não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,
o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.

e para explicar melhor estes versículos são os versículos seguintes:

2 Cor. 2:16-18
Contudo, convertendo-se um deles ao Senhor, é-lhe tirado o véu.
Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade. [NET Notes, TSK]
Mas todos nós, com rosto descoberto, reflectindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Explicação:

Deus não quer mais rituais banais, mas quer que, pela nova aliança, o que Ele escreveu na velha aliança
seja mostrado em nós, que essa Lei esteja no nosso coração, que essa Lei nos santifique, "de gloria em gloria" a fim que sejamos santos como ele é Santo. Deus é amor e a Sua Lei é amor: Ele quer que o nosso carácter seja igual ao d'Ele para nos levar para o Céu.

O que mudou do velho pacto para o novo pacto é o lugar da Lei:

---> de tabuas de pedra para um coração de carne: nós mesmos! O que não nos era possível por causa de um "véu" (veu que separava o lugar santissimo do lugar santo onde estava a arca com a lei de Deus) é agora possível a cada um de nós de uma forma "espiritual" por meio de Jesus !

AMEN ! que honra, que privilégio o Senhor Jesus ter morrido na cruz para que nós o conhecermos melhor e sermos transformados pela sua palavra (e 10 palavras também) para o dia em que Ele de novo virá para nos buscar ! AMEN, ora vem Senhor Jesus !

Ser cristão disse...

Essas comparações entre o sábado e o casamento mostra a sua deficiência em ouvir o que a igreja de cristo nos ensina. Pois se todo cristão deve seguir Jesus nos seus ensinamentos que ele nos deu em pessoa no novo testamento, então devemos observar o matrimônio, pois Jesus institui o Matrimônio, mas e o sábado? Jesus desinstitui, ou seja, ele não recomenda uma privação de coisa alguma. Agora o Domingo é por causa da ressureição de Cristo. A igreja com a autoridade dada somente a ela em concílio confere o sábado o dia do Cristão. Não subistitui o sábado pois o sábado era o dia dos Judeus. Amém....

Ser cristão disse...

É assustador a forma como a profecia de são João se realiza nos dias de hoje, tal forma que pessoas deixem de acreditar em Deus para acreditar em um Jeová, na forma de insistirem em guardar os sábados e estando escrito que Jesus não guarda o sábado. Não é verdade que são João disse? que a besta faria guerra aos santos? é o que está acontecendo.

O Peregrino disse...

Ser Cristão, não fale isso para o Nuno, ou ele vai ter um chelick, pois sua tese é que devemos guardar o sábado, mesmo que Colossenses 2:16 seja sábado semanal.

O Peregrino disse...

Ei Ser cristão, essa sua tese de dizer que a primeira Igreja foi a católica romana está totalmente fora da casinha.
Como pode você deturpar a palavra dizendo que Pedro é a pedra?
Primeiro, Pedro não tinha domínio algum entre os apóstolos.
Segundo, não foi ele que presidiu o primeiro concílio, entre outros fatores provam que Pedro não tinha a primazia da Igreja, nem vou falar de Constantino ok?

Fique na paz!

Ser cristão disse...

É muita ignorância, não leste que Jesus disse a Pedro? EM cima de ti edificarei a minha igreja! ele ainda dá poder a Pedro, dizendo Pedro, tudo que ligares na terra será ligado no céu...Sai dessa casinha pois a igreja te espera, jamais as portas dos falsos profetas irá derrubá-las já que o próprio cristo disse isso.
Quando os primeiros cristão eram perseguidos eles faziam seu culto que hoje conhecemos como missa, debaixo das cidades nas catacumbas. Igrejas foram achadas em Israel e em Roma que não tinham estátuas mas já existiam figuras (imagens) de santos, igrejas construídas em honra aos mártires. Quando o império desisti de perseguir os cristãos, o Imperador Constantino em 312dc decide colocar o cristianismo como religião oficial do império romano. Pois bem, se eu for contar toda linda história da igreja que é confirmada por historiadores do mundo todo, cristãos ou não eles sabem qual é a igreja que cristo nos deixou...

O Peregrino disse...

Quando o Saci cruzar as pernas eu volto para a romana.

Santo? Maria? Novena? Papa? Purgatório? Eu hein?

Tu já viu que meu blog não tem nada da ICR não é? E precisa?

Desperta tu que dormes...

Nuno disse...

volto a referir que não existe um dia para os Judeus: a isso se chama xenofobia !!
O Sábado foi dado por Deus para o homem (Genesis2:2-3) e se não existiam judeus no jardim do Eden como comprovas que era só para os Judeus?

Pelo contrário, apresento-te aqui dois textos que provam que o Sábado é para o homem:

"O sábado foi feito por causa do homem,..." Marcos 2:27

"E aos estrangeiros, que se unirem ao Senhor, para o servirem, e para amarem o nome do Senhor, sendo deste modo servos seus, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem o meu pacto, sim, a esses os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração...)(Isaias 56:6-7)

A igreja não tem autoridade de mudar o que Deus lhe deu. O Sábado foi santificado e abençoado por Deus (Genesis 2:2-3) o vosso 1º dia da semana não foi abençoado nem santificado por Deus. Porquê?

- Deus não muda e é sempre o mesmo (Malaquias 3:9 Hebreus 13:8)

- Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá? (Numeros 23:19)

Não há problema nenhum com o Sábado, pois é o dia que Deus escolheu (não o homem nem a igreja) para ser adorado. E Jesus adorou Deus ao Sábado (Lucas 4:16) e Paulo e outros também (Actos 17:2 13:14,42,44 16:13)
Na cidade de Corinto, Paulo ficou lá 1 ano e meio! E TODOS os Sábados ele ia à igreja! Corinto não era uma cidade Judaica. Vem bem os versiculos:

"...Paulo partiu de Atenas e chegou a Corinto." Actos 18:1
"Ele discutia todos os sábados na sinagoga, e persuadia a judeus e gregos." Actos 18:4
"E de noite disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala e não te cales;" (Actos 18:9)
"E ficou ali um ano e seis meses, ensinando entre eles a palavra de Deus." (Actos 18:11)

- Deus guardou o Sábado (Genesis 2:2-3)
- Jesus guardou o Sábado (Lucas 4:16)
- Paulo e TODOS os discípulos de Jesus guardaram o Sábado (João 14:21, 15:10)
- O Sábado será guardado pelos santos de Deus (Apocalipse 14:12) e são esses que têm direito à arvore da vida no céu (Apocalipse 22:14)
- No céu CONTINUARÁ a ser guardado o Sábado do Senhor (Isaias 66:23)

Ao mudar o dia SANTIFICADO por Deus, a igreja afastou-se de Deus. Deus não mudou esse dia: ainda espero que um dia alguém apresente um texto em que DEUS mudou o Sábado Seu para o 1º dia da semana.

Quando Jesus ressuscitou Ele não mudou o Sábado para o 1º dia da semana, e a ele foi dado todo o poder nos céus e terra. A guarda do 1º dia da semana não tem fundamento Bíblico. Dizer que Jesus ressuscitou no 1º dia da semana e por mudar o dia de adoração -> não tem fundamento Bíblico, por exemplo, Paulo guardou o Sábado depois da morte e ressurreição de Jesus. Dizer que Paulo anulou o Sábado em Col.2:16 mas ele guardar o Sábado aonde que que ele vá é incoerente. Para além disso essa mensagem de Col.2:16 só foi pregada a Colossenses. A carta de Romanos, Hebreus e Galatas não fundamentam esse ensino! Os versículos de Gal.3, por exemplo, são usados fora do contexto. Paulo ensina aí que a salvação não vem pelas obras (confirma isso em Galatas 3:2). Aí ele ensina que a salvação vem para fé, mas pela fé vêm as obras - por isso é que ele fala em Abraão (Gal.3:6) e em Hebreus fala disso também (Hebreus 11, sobretudo a partir dos versiculo 7)

Toda a Bíblia fala do Sábado, exite tanto argumento a favor do Sábado, quer pela criação, leis, obras dos patriarcas, dos Reis, de Jesus, dos apostolos, e no céu. Porque é que se agarram à tradição dos homens?

"Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem." (Mateus 15:9, Marcos 7:7 Colossenses 2:22)

Eu digo isto porque o 1º dia da semana não é uma ordem dada por Deus. Se é onde está? Provem-me que eu mudo de religião agora mesmo !

Anônimo disse...

Para o homem? Ou por "causa" do homem?

Nuno disse...

"E prosseguiu: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Pelo que o Filho do homem até do sábado é Senhor." Marcos 2:27-28

Por outras palavras, Deus criou o Sábado para o homem. Quando o homem escolhe o 1º dia da semana está a regeitar Deus.

Anônimo disse...

Deus sabe!

Nuno disse...

É por isso que tenos liberdade de escolha.
A sua escolha foi agora registada por Deus... infelismente

Anônimo disse...

Amado, quem és tu para dizer "agora"?

Para vocês, o sábado é algo descomunal, mas para nós os salvos um dia como o outro.

Deus já conhece meu coração antes de você ser formado no ventre da sua mãe.

Já lhe falei, queres guardar o sábado? Guarde-o.

Ser cristão disse...

Bem mais confortado pelos profetas, vocês Judeus fiquem com o sábado e nós cristãos ficamos como o domingo do senhor Jesus que é o próprio Deus a nos falar...

Ser cristão disse...

Quando o apóstolo fala a cerca dos enganadores, Jesus disse que os deixem pois são cegos. O que pode acontecer quando um cego guia outro cego? os dois cairão num buraco...

Ser cristão disse...

Irmão, não fiqueis longe de cristo. Se queres guardar o sábado tudo bem, mas nós, os SANTOS, honraremos a glória do senhor que ocorreu no domingo e a igreja com autoridade dada á Pedro quando Jesus disse: Tudo o que você ligar na terra será ligado no céu...

Ser cristão disse...

Receio meu amado a ainda estar com olhos vendados. Dizes que não existia Judeus no Jardim do Èden? eles só não tinham esse nome, mas toda a cultura Judaica começa lá. Não sei de qual seita pertences, mas já sei que é seita pois rejeita a história de Jesus e da igreja que é santa, católica e apostólica de Roma, que da mesma maneira não tinha esse nome mas a história comprova as escrituras.

O Peregrino disse...

Ledo engano seu, primeiro, não sou judeu e não guardo o sábado, se olhares o artigo postado por mim, verá que é uma apologia aos sabatistas, segundo Pedro não teve a primazia da Igreja, e a de Roma veio depois por Constantino, dizer que a Igreja Católica é a Igreja verdadeira estás muito longe do prumo.
Placa de Igreja não salva meu amado, embora alguém decretou que somente a ICR é que tem a salvação, isso é coisa de seita.
A Salvação está única exclusiva no Senhor Jesus.
Tem um tal de Pr. Marcelo cantando por aí que a Senhora Aparecida salva todo o dia, que engano não?

Ser cristão disse...

Pois é meu irmão se até você pode salvar alguém (é o que se prega) que dirá a mãe Deus, única mulher escolhida. E quanto a igreja, Constantino liberou-a em 312, mas já eram canonizados santos, como são Policarpo. O santo deste dia é um dos grandes Padres Apostólicos, ou seja, pertencia ao número daqueles que conviveram com os primeiros apóstolos e serviram de elo entre a Igreja primitiva e a Igreja do mundo greco-romano.

São Policarpo foi ordenado Bispo de Esmirna pelo próprio São João, o Evangelista. De caráter reto, de elevado saber, amor à Igreja e fiel à ortodoxia da fé, era respeitado por todos no Oriente.

Com a perseguição aos cristãos, o santo Bispo de 86 anos, escondeu-se até ser preso e levado para o governador, que pretendia convencê-lo de ofender a Cristo. Policarpo, porém, proferiu estas palavras: "Há oitenta e seis anos sirvo a Cristo e nenhum mal tenho recebido dele. Como poderei rejeitar Àquele a quem prestei culto e reconheço como meu Salvador".

Condenado à morte no estádio da cidade, ele próprio subiu na fogueira e testemunhou para o povo: "Sede bendito para sempre, ó Senhor; que o Vosso Nome adorável seja glorificado por todos os séculos". São Policarpo viveu o seu nome – poli=muitos, carpo=fruto –muitos frutos”, que foram regados com suor, lágrimas e, no seu martírio no ano de 155, regado também com sangue.
Esta é a igreja que constantino 200 anos depois liberou.

São Policarpo, rogai por nós!

Anônimo disse...

Policarpo rogai por você.

E ponto final, não vou entrar em debate com você, vejo que estás totalmente cego pela ICR que pra muitos é chamada de a Grande Meretriz, pois ao longo dos séculos fez barbárie no mundo, sem contar os dógmas ditado por esta, e muita das invensioníces.

Pra terminar, quero dizer que sou um salvo em Cristo Jesus, digo isso com convicção, pois a Sua Palavra me garante um paraíso sem purgatório.

Fique na Paz de Jesus.

Anônimo disse...

A história do martírio de Policarpo ( que era Pastor da igreja em Esmirna) foi publicada para as igrejas de todos os lugares, dando conta da forma resoluta e humilde com que este notável servo de Deus entregou sua vida.

Ué! Pastor? E não padre? Estranho isso não?

Nuno disse...

"o domingo do senhor Jesus que é o próprio Deus a nos falar... "

onde é que Ele fala isso?

A Bíblia só ensina que o Sábado é o dia do Senhor:

"mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus..." Êxodo 20:10

Vois sois Santos e são salvos?

"Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." Apocalipse 14:12

Jesus condena as tradições dos homens, incluindo esse sr. Polcarpo (nem um versículo apresentou para o fundamentar):

"Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem." Mateus 15:9

A igreja não salva mas no entanto é o corpo de Cristo.
Muitos dizem estar salvos mas no entanto no tempo do fim acontecerá isto:

" Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demónios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." Mateus 7:22-23


mãe de Deus? Se era mãe de Deus porque é tão mal conhecida na Bíblia e morreu?!


Em relação à parábola dos cegos, Jesus ordena que seguidos a Deus pelos seus mandamentos "Pois Deus ordenou: Honra a teu pai e a tua mãe" (Mateus 15:4). Ele critica aqueles que pelas aparências preendem adorar a Deus mas no entanto "o seu coração, porém, está longe de mim." (MAteus 15:8) Se o vosso coração está perto do Senhor (ou seja se o amam) então:

"Se me amardes, guardareis os meus mandamentos." Joao 14:15

Nuno disse...

Falando dos 10 mandamentos (e do Sábado):

"Pois qualquer que guardar toda a lei(νομον), mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. Porque o mesmo que disse: Não adulterarás, também disse: Não matarás. Ora, se não cometes adultério, mas és homicida, te hás tornado transgressor da lei(νομου). Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei(νομου) da liberdade." Tiago 2:10-12

"Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo?" Tiago 2:14

Resposta: Não

"Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demónios também o crêem, e estremecem.
Mas queres saber, ó homem insensato, que a fé sem as obras é inútil?" Tiago 2:19-20

Estas obras são o amor que praticamos para com Deus e para o próximo quando cumprimos os 10 mandamentos. Não há amor naquele que diz que ama a Deus e não cumpre a Sua Lei.

"Se me amardes, guardareis os meus mandamentos." João 14:15

Se eu estou enganado, então onde é? Porque esta é a palavra de Deus!

Ser cristão disse...

Jesus disse guardais a minha vontade (mandamentos)que Moisés não sabia qual era pois ele teve duas mulheres quando as antigas escrituras diziam para não cometer adultério. É pos que ele era mau? Não! Era porque assim como você, ele não sabia interpretar as antigas escrituras. Aí veio nosso senhor Jesus cristo que nos fala ele próprio, nosso Deus que escolhe uma mulher, ele não escolheu nehuma profeta ou charlatão, mas Deus queria maria para sua mãe. E nos sacramentos, que só é sacaramentos por que são as ordens de Jesus, você aprenderá a ser cristão...Amém...
Paz de cristo

Ser cristão disse...

Naquele tempo o pastoreio era os padres que faziam mas depois de 1500 anos surgiram vocês e roubaram esse título...assim com as músicas sacras.
Quando Martinho Lutero criou sua doutrina, só exitia músicas(hinos) católicas, e nunca ouvi nenuhum católico reinvidicar isto ou o encontro de casais (ECC) criado pelo padre Alfonso Pastore em 1746. Mas fazer o quê? vocês acham que podem tudo, livre interpretação da bíblia ou criam sus doutrinas deixando as doutrinas que a Igreja que cristo deixou nos ensina.
Paz de cristo...Amém.

O Peregrino disse...

Moisés o autor do Pentateuco "não sabia" interpretar as escrituras, mas o "Ser cristão", esse sabe.
Olha, tenho lido cada coisa nesses últimos dias que só Deus mesmo.

Moisés cometeu adultério? Onde?
Quanta ignorância!!

Quanto a Maria, nem vou comentar, depois de um absurdo desses.

Ah! Essa nova de que Moisés cometeu adultério e "não sabia" interpretar as escrituras é a tradição que fala né? heheheh

Quanta asneira!

O Peregrino disse...

Depois dessa de que Moisés não sabia interpretar as escrituras meu rapaz, nem vou perder tempo com você.

Fala muita asneira, não conhece de história eclesiástica e tem pouco conhecimento de Bíblia.

Vejo que tens ódio de Martin Luthero, e inclui ele em tudo, achando que foi Martin o revolucionário, sabes muito pouco de história e não conhece nada da igreja primitiva.

Nuno disse...

Concordo a 100% com o Peregrino.

Ser Cristão, diz-me uma coisa:

Se és cristão, suposto SEGUIDOR de JESUS CRISTO (pois é do Seu nome que surgiu a palavra) porque é reverencias Maria ?!? Com todo o respeito, então não és Cristão mas sim Mariano!

Jesus disse:

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14:6

Jesus é o único meio que temos de nos dirigirmos a Deus! Porque:

"...Não há justo, nem sequer um." Romanos 3:10

Nenhum outro outro homem na terra seja Policarpo ou Maria serve de intermediário entre Deus e o homem.
Jesus é o único intermediario
Os apóstolos de Jesus não adoravam Maria porque só adoravam e tinham comunhão com Deus e Jesus:

"e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo." 1 João 1:3

Jesus é o nosso único modelo por isso segue a Jesus e não sigas os homens:


"Ora, vendo Pedro a este, perguntou a Jesus: Senhor, e deste que será?
Respondeu-lhe Jesus: Se eu quiser que ele fique até que eu venha, que tens tu com isso? Segue-me tu."

Ser cristão disse...

"E jesus disse a Simão: Tú és Pedro, e em cima de ti edificarei minha igreja. As portas do inferno jamais prevalecerão contra ela.

Nuno disse...

Jesus disse-lhe isso pois a igreja cristã foi dirigida por ele. Os católicos usam o pretexto de serem "a" igreja que seguiu Pedro... Pedro seguia Jesus e guardava os 10 mandamentos pois Jesus também disse:

"Se me amardes, guardareis os meus mandamentos." João 14:15

...e isso inclui o Sábado que o Católicos não guardam como o dia do Senhor. Também disse:

"Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra." Êxodo 20:4

... e quando se entra numa das vossa irgejas só temos des estátuas de Santos... idolatria!

Ser cristão disse...

Infelismente tú tens que ler mais a biblia, já que desconhece os mandamentos de cristo.
A propósito, qual apóstolo fundou sua igreja? Eu acho que foi o dinheiro...idolatria é isso aí.

A santa igreja é insuperável em istituição de caridade e pastorais. Nen os estados unidos nas suas doações não chegam aos pés da santa igreja. Leia Tiago 2,14.

O Peregrino disse...

De instituição de caridade o inferno está cheio.

Nem vou falar da forma que a ICR se apoderou do dinheiro, inclusive, acredito que isso não tem nada a ver com Cristo, pois Ele pregou o contrário.

Acredito que o leigo em Bíblia aqui seja você, pra falar que Moisés adulterou e não soube interpretar a Bíblia é coisa de analfa.

Nuno disse...

Sr. Ser Cristão,

Foi CRISTO quem fundou a Sua igreja e deu-lhe instruções.

Vamos ler o texto de Tiago 2:14
"Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo?"

Este texto do capítulo de Tiago 2 fala de fé e obras. Mas a salvação é dada somente pela fé!

"Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus." Galatas 3:26

Paulo condena a salvação pelas obras:

"É evidente que pela lei ninguém é justificado diante de Deus, porque: O justo viverá da fé;" Galatas 3:11

"Pois todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição;" Galatas 3:10a

Então para que servem as obras?
Tiago ensina-nos que se temos tealmente fé em Jesus então também faremos obras. Mas NÃO somos salvos pelas obras para que ninguém se vanglorie das obras que faz. Isto é um erro de doutrina da igreja católica romana e a prova está nestes dois versiculos:

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus;
não vem das obras, para que ninguém se glorie." Efésios 2:8

Sai dessa igreja pois essa igreja é tudo menos de Cristo pois não segue o padrão de Cristo.

Ser cristão disse...

Paz meu irmão. Eu desejo que leia mais a bíblia. Tú perguntas para que serve as obras? eu te digo que você leu e não entendeu, a fé sem obras é morta. E nisto a santa igreja é insuperável pois é a única que segue os preceitos de cristo. Sua partilha como ele nos ensina no partir do pão. A prenda isso meu irmão.

O Peregrino disse...

Ser cristão, acorda por favor, o Nuno falou perfeitamente a respeito das obras e da salvação, acontece que seu ego é mais forte e você está sendo enganado pela ICR, pois a catequese desta é cheia de erros.

Você insiste em dizer que a ICR é o top em obras, mas de obras o inferno está cheio.

Quer um exemplo? Pegue um católico e um espírita, quem é melhor em obras? Por favor, acorde, obras não salva.

Medite no que o Nuno escreveu e caia na real.

Ser cristão disse...

É, e por falar de espíritas, se parece muito quando fazem orações que mais parecem estarem baixando espíritos e achando ser o espírito santo...caia na real e deixe de atacar o verdadeiro espírito santo que nos é oferecido pela santa igreja e note como vós estais cheios de ódio que te torna capaz de atacar até a mão de cristo(DEUS). Coloque seu coração como o de Maria já que não consegue interpretar as sagradas escrituras como deveria. Amém.!

O Peregrino disse...

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Mateus 6:7

Nuno disse...

Ser Cristão (ou antes, Mariano)

o As obras provocam orgulho próprio na pessoa que as pratica. Jesus diz:

"Ide, pois, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifícios. Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores." Mateus 9:13

Achas que Jesus, que é Deus e será nosso Senhor no céu, quererá alguém que se orgulhe das obras que faz? A resposta é não! É bom ter obras, como ajudar o prómixo (por exemplo, e é o que te estamos a fazer) e não é bom que se diga "eu tenho obras" ---> assim só servem para uma pessoa se vangloriar. Jesus disse que não quer sacrificios. O que Ele quer é um Cristão CHEIO de AMOR! Que ame a Deus e ao próximo como a si mesmo (Mateus 19:19; 22:39)

A carta de Tiago alerta que, pelo contrário, aqueles que se vangloriam somente pela fé, caem no pecado de não ter obras. Aqui, é importante mostrar a quanta fé temos em Deus fazendo o bem ao proximo (obras) mas sem nos vangloriarmos. Não pode ser a mais nem a mesmo - no meio é que está a virtude ou a temperança! Mas não penses que isso é fácil e desistas logo: isso consegue-se com a comunhão diária com Jesus e oração (sem ser simples repetições como o Peregrino disse e disse muito bem)
A oração é diferenta da reza. Deus quer um seguidor consciente, e não um robot!

o Em relação a Maria:

- Ela não é Deus
- Ela morreu e não ressuscitou
- Ela deu luz ao Filho de Deus mas ela era mortal e pecadora
- Ela só existiu num periodo de tempo inferior a 100 anos
- Não é eterna nem omnisciente, omnipotente nem omnipresente como Deus
- As escrituras falam muito pouco nela e do que falam sobre ela é a propósito de Jesus e não sobre ela
- Ela não morreu por nós para nos salvar como Jesus fez
- Foi escolhida por Deus somente para Jesus nascer
- Era humana como eu e você e não deve ser adorada pois ainda é inferior aos anjos (Apoc. 19:10)
- Não sabemos se vai viver no céu
- Adora-la é considerado idolatria
- Ela não salva ninguém


e é por isso que existem as igrejas protestantes pois elas "denunciam" pela suas doutrinas o erro que existe na ICR desde a sua criação lá para o 4º século com Constantino. A igreja C. R. explorou pessoas, enviou-as para guerras, fez guerra a santos de Deus, e ainda roubou dos pobres, mentiu-lhes e enriqueceu-se à custa dos outros! São factos que a história conta ainda hoje.

Ser cristão disse...

É por isso que existem essa "igrejas" pois são as profecias se cumprindo com suas doutrinas criadas esses dias a saen achando que sabem de alguma coisa.
E ainda tem dúvidas se Maria está no céu? Se até um ladrão, o Dimas Jesus disse para ele: hoje mesmo tú estarás comigo no paraíso..., Jesus fala isto no dia da crucificação e não algo que irá acontecer. Leia primeiro e depois teremos algo sólido para conversarmos.

Nuno disse...

Era a vontade da ICR que nenhuma pessoa tivesse acesso à Bíblia de forma a não conhecer a verdade. Agora que qualquer um tem a Bíblia e a pode ler, você diz que estamos errados? O facto da ICR não querer que ninguém tivesse acesso à Bíblia revela que ela queria ter o "controlo" de todos e também que ninguém se levantasse para lhe apresentar os seus erros de doutrina. Todos os que se levantavam eram perseguidos (idade média).

A Bíblia ensina que quando uma pessoa morre não vai para o céu.
O que Jesus disse na cruz ao ladrão não é para ser lido literalmente. De facto Jesus falou de muitas maneiras e até em parábolas. Repara bem no erro: Jesus morreu e foi para o céu, e voltou para este mundo? Não faz sentido.
Jesus ensina que a morte é um "sono" João 11 (ressurreição de Lázaro). As pessoas só são levadas para o céu quando Jesus voltar na segunda vinda (1 Tess. 4:14-18) pois elam dormem:

"Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem." vers. 14,15

"e o pó volte para a terra como o era, e o espírito volte a Deus que o deu." Ecl. 12:7

Conclusão: Maria não é Deus, é um ser humanos criado por Deus que morreu e desceu ao pó da terra. Não há versículos que falem que Maria foi para o céu nem tão pouco que ela é Deus e deve ser adorada.

Ser cristão disse...

Olá amigo, falta vc saber que são Jerônimo a serviço da santa igreja fez a primeira tradução das escrituras do Aramaico para o latin. Sendo assim seu raciocínio é ignorante, e quanto ao céu...porque não interpretar que Jesus disse a Dimas que estaria no Paraíso? Tú não és cristão? Não pode levar ao pé da letra isso mas leva ao pé da letra tudo o que os profetas disseram a respeito dos sábados e ídolos. É lamentável ver como a BESTA faz bem o trabalho no meio de vcs.