quarta-feira, 18 de março de 2009

Perguntas difíceis a serem respondidas V

Por que há hipócritas na igreja?


Se você acha errado a hipocrisia na igreja, você tem muito em comum com Jesus! Cristo várias vezes denunciou a hipocrisia (Mt. 23).
Sim, às vezes há hipocrisia na igreja, por duas razões. Primeiro, algumas pessoas que professam ser cristãs não são! Há algumas pessoas que se sentam nos bancos no domingo ou que pregam ruidosamente na televisão que são falsas. Eles estão participando exteriormente por razões diferentes de uma relação salvadora com Cristo como o Senhor e Salvador. Muitos deixaram que a cultura os moldasse, em vez do contrário, como Cristo mandou.
Segundo, as imperfeições dos cristãos reforçam a importante verdade da mensagem bíblica sobre a natureza pecadora do homem. Ser um pecador, poderia se dizer, é uma exigência para ser cristão!
Há uma diferença entre um hipócrita e um pecador. A palavra hipócrita se aplica a uma pessoa que pretende ser algo que ela não é. Um cristão reconhece sua natureza pecadora e se arrepende (diariamente, até mesmo de hora em hora). Todos os hipócritas são pecadores, mas nem todos os pecadores são hipócritas.
A moral cristã é a mais pura e a mais sublime em toda a história. Na verdade, é a moral perfeita. Enquanto a história registra abusos do cristianismo, ninguém deve julgar o cristianismo por tais charlatões. Os seguidores arrependidos de Cristo constantemente buscam fazer a "coisa certa" e assim deixam de se tornar uma pedra de tropeço aos que olham do exterior o que um cristão diz e faz. A qualidade de uma autêntica vida cristã irá fluturar, mas com o passar do tempo ela amadurece e progride (mas nunca alcança) a igual a Cristo.
Como disseram Boa e Moody, é errado comparar a vida de um crente com as vidas de outros. É mais válido comparar como ele é agora com o que ele foi antes de vir a Cristo.
Mas ser um cristão não significa ser ligado a um jogo de regras onde podemos medir a melhoria do ego. O cristianismo realmente está ou se refere à pessoa de Jesus, não ao desempenho dos cristãos. Nós adoramos o Cristo perfeito, não os cristãos defeituosos.

Se eu me tornar cristão, vou perder minha liberdade?


A sociedade às vezes retrata o cristianismo como uma "coisa maravilhosa para se fazer". De fato, se tornar cristão não é "fazer" algo. O dom da salvação do pecado e morte é um dom gratuito de Deus (Ef. 2:8-9, Tt. 3:5-7). O que toda pessoa tem que fazer é aceitar este dom! Ninguém nos força a fazer qualquer coisa. Deus conta a vida de Jesus como se nós a vivêssemos (Rm. 5:19). O ensino bíblico da graça mostra que Deus nos perdoa por meio de Jesus. É um dom de amor, Seu sacrifício na cruz. Esta é a Boa-Notícia do cristianismo.
Cristo é o milagre que apaga nosso pecado. A Bíblia ensina que a salvação não é ganha pelo que nós fazemos, mas também pela fé em Cristo (Lc. 7:48-50, Jo. 3:16, 5:12, 6:28-47, 11:25-26, 20:31, At. 10:43, 13:39, 16:30-31, Rm. 3:22-4:8, 5:1, 10:4-13, 11:6, Gl. 2:16, Fl. 3:9, 1 Jo. 5:5-13, etc.). Só com a fé de Deus em nosso coração, fé em Jesus Cristo, recebemos o perdão de Deus de todos os pecados (II Co. 1:21-22).
O cristianismo não é um sistema de troca onde se Deus fizer certas coisas para mim então eu farei certas coisas para Ele. Ou, se Deus me atender, eu farei o que Ele quer. O cristianismo genuíno é uma fé de rendição. O cristão diz: "Deus, eu rendo incondicionamente minha vida a Ti com arrependimento" (Mt. 5:3-12, At. 2:38, Rm. 10:9-10). Toda vida de pecado e incredulidade serão perdoadas (Mt. 20:1-16, Lc. 23:39-43).
A Bíblia ensina que ao se aceitar Cristo como Salvador, pode-se ser imediatamente e absolutamente seguro de última esperança (II Co. 5:17, Jo. 5:24, Rm. 8:38-39, Fl. 1:6, Hb. 6:17-20, IPd. 1:3-4, 1 Jo. 5:11-13). Jesus disse, "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, mesmo que esteja morto, viverá" (Jo. 11:25).
Isto significa mais que mera aceitação intelectual (Tg. 2:19). O tipo de fé que salva é aquela que verdadeiramente recebe Cristo. Billy Graham mostra que não adiantará saber que um avião voará a menos que você entre nele. Você pode ter a passagem, até mesmo ir para o aeroporto, mas a menos que você entre à bordo, o avião não o levará para seu destino (Jo. 1:12, Ap. 3:20).
Fé implica confiança. Pôr nossa confiança em Cristo como Senhor de nossa vida (como também nosso Salvador), nos faz entrar em uma correta relação com Deus. Podemos dizer que o cristianismo não é uma religião, mas uma relação pessoal (Mt. 11:28-30, Lc. 23:42-43, Jo. 4:13-14, Rm. 10:11).
Depois de permitir Cristo em nossa vida, deveríamos esperar uma mudança em nosso coração e nossa vida? Claro que sim! Por causa da alegria e gratidão pela graça de Deus, as boas obras serão o resultado de uma autêntica fé salvadora (IICo. 9:8-12). Mas isto é muito diferente de dizer que você tem que mudar primeiro para receber a salvação.
Deus não quer que deixemos qualquer coisa a não ser que ela seja prejudicial a nós. Perder nossa liberdade? Acontece o contrário (Gl. 5:1-3)! Uma das mais profundas revelações na Bíblia é esta: Jesus disse que "conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (Jo. 8:32). O cristianismo não é escravidão, mas liberdade! Liberdade profunda, alegre, gloriosa!

Eu não estou numa religião organizada. Posso ser cristão sem ir à Igreja constantemente?


Sim, você pode, pelo menos em um sentido muito técnico. A salvação não é dependente das ações. Deus julga o coração da pessoa.
Mas Jesus enfatizou a importância da Igreja. A Bíblia enfatiza que a adoração regular, o estudo da Bíblia, o companheirismo com os outros crentes, e o serviço comunitário são importantes. A Bíblia adverte contra rejeição voluntária e persistente de Deus (Hb. 10:26).
A gratidão e o entusiasmo de uma autêntica fé salvadora nos leva a querer agradecer e O adorar, ter fome para conhecer mais a verdade, desejar um companheirismo com outros crentes. E o envolvimento ativo da igreja é um antídoto para a cultura. A Igreja é onde a fé é nutrida, sustentada, sendo a base para compartilharmos nossa fé com outros fora da igreja. Nossa fé nos move para agir, amar e servir uns aos outros em palavras e em ações (Jo. 15:12-17, I Co. 12 e 13).
Deus o quer em seu time — ser um membro de Sua família. Cada membro pertence a todos os outros. O modelo do Novo Testamento é que todos os crentes se encontraram junto constantemente, compartilhando tudo entre si, aprendendo uns dos outros e dando ajuda espiritual. A igreja local é uma família amorosa dedicada é cada membro tem um papel para interpretar. Por favor, leia estas passagens adicionais: Jo. 13:35, 1 Jo. 3:16, 4:21, ITm. 3:14-15, Ef. 2:19, 4:16, Rm. 12:5,10, At. 2:42-44, 20:7, Pv. 27:17, IPd. 4:9-10, Gl. 6:2, ICo.s 3:9, Hb. 10:25..
Sejamos honestos. Você talvez pode ficar pensando por que você não deveria ser um membro participante de uma igreja local, mas isto é só uma desculpa egoísta. O fato que estes motivos egoístas dominam seu pensamento é evidência para sugerir que você realmente não tem uma fé salvadora.
A Bíblia deixa claro que Deus quer seu corpo, não só seu espírito (Rm. 12:1). Deus o quer. A igreja precisa de você. E você precisa da igreja.
Se você diz que não acredita em "religião organizada", isso significa que você acredita em "religião desorganizada"? A resposta para esta pergunta não revela a irracionalidade de sua idéia? Com respeito ao envolvimento de igreja, Hank Hanegraaff do Christian Research Institute fala que não existe um tipo "Cavaleiro Solitário Cristão".

Como eu descubro a VERDADE?

Toda pessoa, assim como disse o matemático Blaise Pascal, tem um vazio na forma de Deus nela. Billy Graham disse em seus sermões que não importava onde você estivesse na vida, sem Deus, você saberia que algo estaria faltando. De todas as criaturas, Deus deu só ao homem a habilidade para buscar um último significado. Todo homem ou mulher em algum momento têm que se defrontar com o que ele ou ela acreditam.
Todos nós acreditamos em algo. Não acreditar em nada é acreditar em algo, apesar disto ser incorreto. As Escrituras nos pede para testar todas as coisas (ITs.5:21). A Verdade será descoberta baseada em fortes evidências. O medo pode estar nos afastando da Verdade - medo de reconhecermos nossas falhas ou um medo desnecessário de uma possível mudança de vida. Temos que examinar se nós estamos jogando uma cortina de fumaça intelectual para evitar de nos confrontarmos com o assunto - nosso pecado diante de Deus.
A maioria de nós já experimentou o incômodo sentimento de idéias cristãs sendo-nos empurradas. Neste cenário, tentamos evitar de refletirmos e nos aprofundarmos mais nas afirmações cristãs. Como R. C. Sproul disse, se o cristianismo não for verdadeiro, você deveria sentir pena de nós, cristãos, não ficar bravo conosco!
A evidência da pessoa de Jesus Cristo demanda um veredicto. O desafio é levar o primeiro passo e aprender os fundamentos da fé cristã. Então você terá uma base mais informada para julgar o cristianismo.
Observe as passagens das Escrituras indicadas ao longo deste artigo. Também veja na seção de livros do LOGOS mais recursos para te ajudarem. Estes recursos são as referências primárias para este artigo.
A maioria dos livros está disponível em livrarias cristãs. Estabeleça uma meta para ler um livro por mês. Examine por si mesmo qual foi o movimento e o modo de vida mais influente da História. Participar de um grupo de estudos bíblicos em uma igreja que professa a genuína fé cristã histórica (bíblica) pode ser altamente recompensador. Os cristãos reconhecem que nós não podemos crer em Jesus Cristo só por nossa própria razão ou força. Só pela graça de Deus podemos ter fé. Os argumentos e evidências não serão efetivos a menos que o Espírito de Deus superar a rebelião natural em nossos corações.
Você pode estar certo que Deus te ama, lhe tem em alto valor e tem um plano maravilhoso para você (Sl. 139:16, Pv. 16:9, Rm. 8:29, Ef. 1:11, 2:10).
Convide Jesus Cristo em sua vida. Confesse que você é um pecador culpado, rebelde e impotente. Deixe Cristo encher a vacuidade em sua alma. Peça-lhe para te salvar e te levar em uma nova direção. Qualquer que seja seu passado, saiba que Deus te ama e sua graça te guardará. Então quando a morte vier, será uma entrada a alegria eterna no céu com Deus (Jo. 3:16).

0 comentários: