quarta-feira, 9 de abril de 2008

Para os Incrédulos!!

Confiando nas Promessas de DeusQuem fez a promessa é fiel(Hebreus 10:23)

- A despensa está quase vazia - informou uma funcionária. – É preciso lembrar-lhe que já venceu o prazo para o pagamento do aluguel? - O Senhor proverá – disse George Muller animadamente. – Ele prometeu suprir todas as nossas necessidades. Não vai falhar agora. Naquele momento, ele tinha apenas 27 centavos para alimentar várias centenas de crianças do orfanato. Então chegou uma carta. George abriu-a e leu o seguinte: Porventura estariam vocës com alguma necessidade urgente de dinheiro? Sei que decidiram pedir somente a Deus que lhes suprisse as necessidades. Mas haveria algum problema em informar de quanto dinheiro estão precisando? George Muller balançou a cabeça e passou a escrever o seguinte bilhete: Nada mencionarei sobre os nossos recursos. O principal objeto de meu trabalho é mostrar que Deus é real e que cumprirá Suas promessas. Até o momento não contamos a ninguém sobre nossas necessidades e não o faremos. Tendo despachado a carta, George Muller caiu sobre os joelhos em seu escritório. Senhor, estamos em situação desesperadora. Temos apenas 27 centavos. Por favor, dirijas este homem para que nos envie dinheiro. Ao receber a carta de George Muller, o referido homem, sentiu-se pressionado a enviar cem libras de uma só vez. Quando o dinheiro chegou, não havia um único centavo na instituição de Muller para comprar alimento para a refeição seguinte. Certa vez um amigo perguntou a George: O que vocë faria, caso Deus não enviasse ajuda no momento certo? Certamente isso jamais aconteceria – respondeu George - Deus prometeu suprir todas as nossas necessidades. Deus não mente. É completamente confiável. George Muller cuidou de mais de 10.000 órfãos durantes os 63 anos em que decidiu confiar inteiramente em Deus para o atendimento das necessidades. Nem uma única vez deixou Deus de cumprir Sua promessa. Deus é o Amigo em que podemos confiar. Apresenta-nos mais de 3.000 promessas na Bíblia. Podemos acreditar no cumprimento de Sua palavra.

0 comentários: