quarta-feira, 9 de abril de 2008

George (Jorge) Müller

George (Jorge) Müller nasceu no ano de 1805 na antiga Prússia em um lar não cristão. Aos vinte anos de idade se converteu ao Senhor Jesus e já logo no início de sua nova vida recebeu seu chamado missionário.
Nestes dias conheceu e passou dois meses no então famoso orfanato de A. H. Frank que morrera cem anos antes e cuja obra continuava funcionando com as mesmas regras estabelecidas desde sua fundação: a de confiar inteiramente em Deus para todo seu sustento. Nesta mesma época, Müller teve a oportunidade de testemunhar a fé de um dentista conhecido como senhor Graves que abandonou suas atividades que lhe rendiam 7500 dólares ao ano para ser missionário na Pérsia, confiando unicamente nas promessas de Deus para suprir todo seu sustento.
Foi sob estes mesmos princípios que George Müller levantou cinco orfanatos em Bristol, Inglaterra, acomodando e sustentando mais de 2000 crianças, apoiou 189 missionários no campo e viajou pelo mundo pregando a mais de três milhões de pessoas em quarenta e duas nações. Tudo isso sem muitas vezes ter um níquel sequer em caixa, fato que abrilhantava ainda mais o milagre do Senhor no sustento pessoal e ministerial do humilde servo que mais tarde ficou conhecido como o "apóstolo da fé". George Müller recebeu somente em vida mais de um milhão e meio de libras esterlinas em doações em resposta unicamente a suas orações e meio século depois de sua morte (que se deu em 1898) os jornais seculares publicaram a seguinte notícia:
O orfanato de George Muller, em Bristol, permanece como uma das maravilhas do mundo. Desde sua fundação, em 1836, a cifra que Deus tem concedido, unicamente em resposta às orações, já passa dos vinte milhões de dólares e o número de órfãos ascende a 19.935.

2 comentários:

Anônimo disse...

Como faz falta homens como ele e outros que pela fé fizeram a diferença no mundo.
Hoje só esiste charlatão que pra a brir a BIBLÍA e ler um versiculo e fazer uma oração tem que dar uma oferta de no minimo uns R$2,000,00 ( dois mil)

luisa disse...

oração tem poder