quinta-feira, 30 de julho de 2015

TJs: Livros e revistas da STV são indispensáveis

II Timóteo 3.16,17 – Toda Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repre­ender, para endireitar as coisas, para disciplinar em justiça. A fim de que o homem de Deus seja plenamente competente, completamente equipado para toda boa obra (Tradução do Novo Mundo).

As testemunhas de Jeová concordam enfaticamente com esta passagem. De fato, a citam muito frequentemente. Mas, na prática, não acreditam realmente no segundo versículo porque não creem que um homem de Deus seja plenamente competente e completamente equipado, a menos que tenha livros e revistas da organização. A Bíblia sozinha não é o bastante. Nós cristãos também temos revistas cristãs, livros, concordâncias, dicionários bíblicos, e assim por diante. Vemos esta literatura como proveitosa e instrutiva, mas não sentimos necessidade desses suplementos para entender a mensagem do evangelho, receber a graça de Deus, e ganhar a vida eterna. De fato, muitos têm testemunhado que apenas através da leitura da Bíblia encontraram uma relação salva­dora com Jesus Cristo.

Por outro lado, as testemunhas acreditam que uma pessoa deve ter a literatura de sua organização para que possa ser salva. Co­mentando sobre os próprios livros de estudos das Escrituras, A Sen­tinela, edição norte‑americana (15/09/10, p.298), dizia:  Ademais, nós não apenas achamos que as pessoas não podem ver o plano divino estudando a Bíblia por si só,  mas  também  que  se alguém  coloca  os  Estudos  das  Escrituras  à parte… e se concentra apenas na Bíblia, ainda que tenha se inteirado da Bíblia por 10 anos, nossa experiência mostra que dentro de dois anos ela andará em trevas. Por outro lado, se tivesse lido simples­mente os Estudos das Escrituras com suas referências, e não tivesse lido nenhuma página da Bíblia, estaria na luz ao final dos dois anos.

As testemunhas de Jeová de hoje abandonaram essa opinião, traduzida das palavras do seu fundador Charles Taze Russell, em 1910? Compare aquela citação com este enunciado mais recente publicado por A Sentinela, edição norte‑americana, (01/12/81, p. 27):
O Deus Jeová também nos deu sua organização visível, seu “escravo fiel e discreto”, formada por aqueles que são ungidos pelo espírito para ajudar cristãos em todas as nações a compreender e aplicar a Bíblia da maneira apropriada em suas vidas. A menos que estejamos em contato com este canal de comunicação que Deus está usando, nós não alcançaremos progresso na estrada para a vida, não importa o quanto leiamos a Bíblia.

A ideia é a mesma! As Escrituras inspiradas sozinhas não fazem uma pessoa “plenamente competente e completamente equipada” (II Tim. 3:17) aos olhos das testemunhas de Jeová.

O que acontece se uma testemunha de Jeová lê somente a Bíblia, sem os livros e revistas da Sociedade Torre de Vigia? A organização fez uma surpreendente revelação acerca disto, quando declarou o seguinte sobre seus ex‑membros: Eles dizem que é suficiente ler a Bíblia exclusivamente, sozinhos ou em pequenos grupos no lar. Mas estranhamente, através de tal “leitura bíblica”, têm‑se voltado para doutrinas apóstatas que eram ensinadas nos comentários do clero cristão cem anos atrás… [A Sentinela, 15/08/81, p. 28‑29, edição norte‑americana].

Então, a Sociedade Torre de Vigia, por si mesma, admite que as testemunhas de Jeová que começam a ler só a Bíblia param de acreditar nas doutrinas da Torre de Vigia e retornam às dou­trinas ensinadas nas igrejas cristãs. Quem então ensina as doutrinas verdadeiramente fundamentadas na Bíblia? A resposta é óbvia, pela própria declaração da Sociedade.


Fonte de pesquisa: “As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo”, David A. Reed; trad. de Marcelus Virgílius Oliveira e Valéria Oliveira. ‑ 2. ed. Rio de janeiro: JUERP, 1990.

0 comentários: