segunda-feira, 6 de maio de 2013

GÁLATAS 4:10 (Greg Taylor)


Depois de analisar Colossenses 2:16-17. A próxima parada era o livro de Gálatas, onde Paulo faz referência ao sábado em sua repreensão a heresias judaizadas que ameaçavam a igreja dos Gálatas.

Aqui Paulo explica a finalidade da lei para estes crentes gentios. Para pegar o sentido do argumento que ele está usando, nós devemos começar atrás em Gal. 3:16.

"Ora, a Abraão e a seu descendente foram feitas as promessas; não diz: E a seus descendentes, como falando de muitos, mas como de um só: E a teu descendente, que é Cristo."

O que Paulo está dizendo é que o concerto com Abraão foi feito antes da lei. E foi feito com Cristo em mente. Vamos continuar com verso 18.

"Pois se da lei provém a herança, já não provém mais da promessa; mas Deus, pela promessa, a deu gratuitamente a Abraão. Logo, para que é a lei? Foi ACRESCENTADA por causa das transgressões, ATÉ que viesse o descendente a quem a promessa tinha sido feita... "

Paulo está dizendo que a lei foi adicionada bem depois das promessas a Abraão, até Cristo. Houve um COMEÇO e um FINAL definidos para a lei. Isto é crucial para compreender o argumento seguinte de Paulo. Agora note os versos 23 em diante.

“Mas, antes que viesse a fé, estávamos guardados debaixo da lei, encerrados para aquela fé que se havia de revelar. De modo que a lei se tornou nosso tutor para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé fôssemos justificados. Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de um tutor.”

Paulo continua com sua discussão terminando o capítulo três com a famosa afirmação no verso 29:

" E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa."

O que Paulo está dizendo é que a promessa do Cristo veio ANTES da lei. Ela é independente da lei. A lei foi ADICIONADA para mostrar-nos nossa necessidade de Cristo. Ela foi nosso tutor para trazer-nos a Cristo, no qual podemos ser justificados pela FÉ. Claramente, Paulo está indicando que a lei era uma instituição TEMPORÁRIA para nos mostrar nossa necessidade de Cristo.

Mas quando nós aceitamos Jesus, nós estamos sob o concerto que foi dado antes da circuncisão e da lei, o concerto com Abraão. O cristão agora fica com a justificação de Abraão, um herdeiro da promessa, contornando inteiramente a era da lei!

Eu nunca tinha percebido o significado deste verso antes! Eu tive que ler e reler. Eu incentivo você a sentar-se com o livro de Gálatas, ler e digerir isto por você mesmo. A mensagem é tão poderosa e libertadora! Ela também dá a direção para compreender o resto do livro.

No capítulo quatro, ele continua seu argumento discutindo o absurdo de voltar "aos princípios elementares", ou "elementos fracos e pobres" que no contexto são uma clara referência a voltar à vida baseada na lei. Então nos versos 9 a 11 ele diz o seguinte:

"Agora, porém, que já conheceis a Deus, ou, melhor, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir? Guardais DIAS, E MESES, E TEMPOS, E ANOS. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós."

Eu mal podia acreditar quando li estes versos. Eu os tinha lido muitas vezes antes, mas nunca tinha compreendido. Desta vez, as palavras pareciam saltar fora da página, como "os quadros escondidos" que eu mencionei no 
meu testemunho. Paulo poderia ter sido mais claro?

Conhecendo o padrão para feriados religiosos no Velho Testamento, de repente ficou claro para mim qual era o assunto aqui. Os judaizantes estavam ensinando a estes novos cristãos que eles tinham que guardar os 
sábados e o descanso das festas como parte de seu compromisso com Cristo. Os dias, meses, tempos e anos seguem o mesmo padrão do sistema de festas judaicas, incluindo o sábado.

Os judaizantes estavam dizendo aos gálatas que eles DEVIAM guardar o 
sábado e as outras festas. Paulo está claramente dizendo que observar estas festas NÃO É REQUERIDO aos cristãos. Ele vê que fazer isso poderia ser PERIGOSO para a maturidade como cristãos. Ele está dizendo que estas coisas NÃO têm valor porque a lei era uma instituição temporária.

Os cristãos são aceitos com base no cumprimento de Jesus da lei e tratados como descendentes de Abraão pré-lei! A mensagem de Gálatas pareceu vir literalmente à vida para mim. Aquelas passagens difíceis de compreender, de repente faziam perfeito sentido!

O livro de Gálatas tem um tema básico do começo ao fim. Não volte para guardar a lei, incluindo o 
sábado. Enquanto há muita instrução sobre a vida moral, em Gálatas ou em qualquer dos escritos de Paulo, o apelo nunca é através da lei nesse assunto.

Ele coloca o 
sábado junto com as coisas que não são mais obrigatórias e são possivelmente perigosas se feito como parte do processo de salvação. Paulo claramente ensina moralidade responsável, e eu entrarei neste assunto mais tarde, mas seu apelo é para Cristo vivendo em você, não a lei.

0 comentários: