sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Depois dos apóstolos, os Adventistas são os melhores!

“De todos os grandes movimentos religiosos desde os dias dos apóstolos, nenhum foi mais livre de imperfeições humanas e dos enganos de Satanás do que o do outono de 1844.” Ellen White

No outono de 1844, o grupo adventista – SEGUNDO ELLEN WHITE, O GRUPO MAIS PERFEITO DA TERRA – contava com cerca de 50 mil adeptos.

Esses eram na sua maioria esmagadora apóstatas das igrejas protestantes da época, e provenientes de alguns grupos heréticos.

Suas reuniões eram histéricas, do jeito que eles criticam os pentecostais de hoje!

Os Adventistas de 1844 pregaram a vinda de Cristo para o dia 22 de outubro de 1844.

Alguns, que se tornaram líderes desse grupo rejeitaram a doutrina da trindade.

No outono de 1844 a maioria deles, se não todos, guardava o domingo.

Nem sequer sonhavam com uma doutrina do ‘juízo investigativo’.

Comiam carne de porco e bebiam bebidas alcoólicas.

Não acreditavam
em ‘um espírito de profecia’ manifestado em uma pessoa especifica, a não ser que olhassem para Guilherme Miller como sendo o tal profeta.

Dividiam as igrejas por causa da mensagem que abandonariam depois!

Esse grupo era o mais perfeito?

Muitas coisas poderiam servir contra a própria Ellen White, e contra o Adventismo atual. Outras, apenas seriam pontos de interesse denominacional. De qualquer maneira o tal grupo não tinha menos erros e ou mais acertos do que qualquer outro da época. Dependendo do ponto de vista (do meu por exemplo), poderia ser o pior!

Mas se Ellen White estivesse certa? Que tal comerem carne de porco e guardarem o domingo? A não... ela estava errada, não é mesmo? Prefiro também pensar assim. Pois muitos movimentos religiosos, após os apóstolos, são infinitivamente melhores que ‘os adventistas da falsa profecia de 1844’.

Valdenses, alguns ‘monges’ católicos, os pré e os Reformadores, puritanos, ‘os wesleys’, os moravianos, etc, etc...

Todos estes tiveram seus acertos e erros. Mas ‘provavelmente’ nenhum com seus erros ficariam atrás dos adventistas.

Tomemos cuidado com as ‘fábulas profanas de velhas caducas’(Tm4.7)!


0 comentários: