domingo, 25 de setembro de 2016

Deus é uma Trindade ou uma Tríade?

A doutrina da Trindade tem causado muita confusão entre os cristãos. Algumas pessoas tem visto a Trindade, de forma errônea, como se fosse uma Tríade. Mas, qual a diferença?

A doutrina da Trindade é o ensinamento de que existe apenas um Deus em todo o Universo, nenhum antes e nenhum depois dEle (Isaías 44:6,8) e que Ele consiste de três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. O Pai não é a mesma pessoa do Filho, que não é a mesma pessoa do Espírito, que não é a mesma pessoa do Pai. Ainda assim, não existem três deuses, mas apenas um.

Em contraste com a trindade, uma tríade consiste de três deuses separados. Cada um é um deus. Portanto, a doutrina da tríade é que o Pai é um deus, o Filho é um deus, e o Espírito Santo é um deus. Essa não é a doutrina da Trindade e não é bíblica.

Os mórmons defendem a doutrina de uma Tríade, não a Trindade. Apesar de usarem a palavra Trindade para designar seus ensinamentos, eles não defendem a doutrina da Trindade como é apresentada no Cristianismo Bíblico. No mormonismo, o Pai tem um corpo de carne e osso e costumava ser um homem em outro mundo, mais tarde se tornando um deus e vindo a este mundo. Jesus é o primeiro filho entre esse deus e sua esposa deusa. Jesus mais tarde se tornaria um deus. E o Espírito Santo é um deus também.

A organização das Testemunhas de Jeová costumam usar a falácia do espantalho, apresentando a doutrina da Trindade como se fosse a doutrina da Tríade, ensinando que os Trinitarianos acreditam em três deuses. Isso não poderia estar mais distante da verdade.


Se algum dia ouvir alguém atacando a doutrina da Trindade, ou “defendendo-a” de forma errada, deixe as diferenças entre Trindade e Tríade exatamente claras.

Fonte: olhaievivei.wordpress.com
Imagem: google

1 comentários:

Ivair Maia disse...



       Olá Srs
Caso deseje responder este e-mail pelo wats após, o meu é 015 11 965168416

   Estou pregando às pessoas que tem uma rotina mais intensa em pesquisar a bíblia.

    E o assunto que estou tratando é sobre a tabela cronológica bíblica  montada por historiadores seculares que consta no link abaixo:

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lista_dos_reis_de_Israel_e_Jud%C3%A1

   São tres tabelas de tres historiadores  e cronologistas mundialmente respeitados por seus trabalhos acadêmicos , são eles:

       Edwin R Thielle.  
        W F Allbrigth
         Gerson Gallil

       Se notar a tabela que fala do rei Peca de Israel, alí cita que o rei Peca de Israel  governou por  menos de 10 anos de acordo com os tres  historiadores.

        Entretanto, se ler atentamente 2 Reis 15:27 notará
que Deus diz que o Rei Peca governou 20 anos inteiros, como transcrito abaixo:

       " No ano 52 de Azarias, rei de Judá, Peca, filho de Remalias, começou a reinar sobre Israel, em Samaria, e reinou por vinte anos".  2 Reis 15:27

E se voltar atrás no tempo as diferenças chegam  a mais de 100 anos.

        O que o Sr pensa sobre isso?  O que o Sr acha que levou estes tres  historiadores a discordarem de Deus e afirmarem que não são 20 anos, mas sim 9, 6, ou 5 anos?

     Acredito que o Sr pensa como eu, que prefiro aceitar o relato cronológico  bíblico, pois, se acreditarmos na tabela deles, daí as profecias da bíblia que envolvem contagem de tempo (como as de Daniel, por exemplo) cronologicamente ficariam fora das datas bíblicas estabelecidas por Deus.
 

                Atenciosamente,

            

Maia