quarta-feira, 13 de março de 2013


Por que guardo o Domingo e não o Sábado? Respondendo os Adventistas


Como responder a pergunta Adventista: Mostre-me na Bíblia onde Deus mandou guardar o Domingo em lugar do Sábado?
Apresento abaixo 8 razões [de dez, exceção da 8 e 9], como respostas bíblicas a esse questionamento.
Mas antes vou mostrar uma incoerência nessa pergunta. Eles na verdade colocam em dúvida um padrão bíblico de deduções legítimas que eles usam. O que está errado é a formulação da pergunta e não nas provas. Poderíamos perguntar:

Mostre-me na Bíblia onde Deus mandou celebrar a Santa Ceia em lugar da Páscoa?

Veja o que o livro Nisto Cremos , oficial e autorizado de doutrinas Adventistas, diz na página 267 ao tratar da Santa Ceia: “Naquele momento, Jesus instituiu, em lugar da Páscoa, o serviço que seria o memorial do Seu grande sacrifício: a Ceia do Senhor
Página 271: “A Ceia do Senhor ocupou o lugar da Páscoa praticada no Antigo Testamento.”[negrito meu]
Ou seja, quando os Adventistas apresentarem essa ordem de transferência, podem exigir algo com relação ao Domingo no lugar do sábado!

(Explorei mais o assunto da Páscoa AQUI.)

POR QUE GUARDO O DOMINGO?

Evidentemente que para dar uma resposta a essa pergunta com poucas sentenças seria impossível. Mas podemos tentar trazer alguns apontamentos resumidos. Preciso deixar claro que não tenho problema algum com a guarda do Sábado praticada pelos irmãos Batistas do Sétimo Dia, nem necessariamente com a maneira com que os hereges Adventistas tem dito que guardam. Os problemas com a guarda do sábado pelos adventistas são: 1) Em vários momentos os observo contrapondo essa guarda como sinal de que são a verdadeira igreja de Cristo por causa disso. 2) Para a mística profetisa Ellen White, a guarda do sábado será O sinal apocalíptico, escatológico, da salvação na volta de Cristo! 3) Quando na vida individual [ou coletiva] eles sentem alguma justiça advindo da guarda do sábado.(Numa postagem posterior, trarei um estudo adventista que prova que Ellen White disse muito coisa errada sobre sábado e domingo no livro O Grande Conflito.)

AS RAZÕES para se guardar o Domingo são exclusivamente extraídas do NT (embora se pode vislumbrar algo no VT) e da prática que se seguiu ao que foi estabelecido no NT.

Primeiro – Após o nascimento da igreja em Atos, o Novo Testamento não revela que as atividades celebrativas cristãs foram realizadas aos sábados, mas sim aos Domingos. Isso não foi sem propósito.

Segundo – Os relatos sobre os sábados no NT estão ligadas aos Judeus e não aos Cristãos. Isso não foi sem propósito.

Terceiro – O principal evento do cristianismo, a Ressurreição do Senhor, se deu no Domingo. Esse fato é relatado nos quatro evangelhos, destacando não somente o acontecimento, mas o dia do acontecimento. Isso não foi sem propósito.

Quarto – O ‘nascimento’ da igreja se deu em pentecostes, que era no Domingo! Isso não foi sem propósito.

Quinto – Tendo em vista o pentecostes de Atos 2, as primícias das realizações cristãs foram feitas no Domingo. 1) Primeiro sermão, 2) Primeiras conversões e 3) Primeiro batismo realizado pela Igreja. Isso não foi sem propósito.

Sexto – O Soberano Deus usou a palavra ‘Domingo= dia do Senhor’ em uma referência ao primeiro dia da semana em Apocalipse 1.10. Isso não foi sem propósito.

Sétimo – Um livro Bíblico foi escrito sob revelação divina no Domingo. Isso não foi sem propósito.

Oitavo – A história confirma que os cristãos após os apóstolos, no segundo século, celebravam o Senhor no Domingo e não guardavam o sábado. Isso não foi sem propósito.

Nono – Todos os teólogos cristãos da Reforma, os servos fieis de Deus, os Puritanos, bem como uma nuvem de teólogos fieis de todos os ramos do protestantismo, entenderam que os motivos acima são evidências bíblicas para considerar o Domingo como dia do Senhor. Isso não foi sem propósito.

Décimo – Colossenses 2.16,17 impede que qualquer guardador do sábado lance julgamento contra quem não guarda o sábado. Isso não foi sem propósito.

Essas são as razões que me levam a guardar* o Domingo, o Dia que meu Senhor ressurgiu dentre os mortos para a glória de Deus e para minha salvação!




*A maneira de se guardar o Domingo é objeto de debate. Alguns transferem todas as referências e prescrições sabáticas do VT ao Domingo. Outros mantêm uma guarda mais celebrativa do que de trabalho e ainda outros acreditam que seja uma oportunidade de maior expansão de atividades cristãs. Nem mesmo Calvino chegou ao ponto em que os Puritanos de Westminster chegaram nesse assunto. Mas talvez quem esteja errado nisso seja Calvino e não a Assembleia de Westminster.
É um fato que o Dia do Senhor já não tem sido mais ‘o dia do Senhor’, para aqueles que são do Senhor. Isso é um pecado de ambição, egoísmo e egocentrismo! Esse dia poderia ser um dia de leitura bíblica em família, de visitas em hospitais, evangelização, e descanso necessário. Mas jamais trocar um culto nesse dia por uma festa, ou um jogo.

0 comentários: