sábado, 8 de dezembro de 2012


GUARDAR OS "DEZ MANDAMENTOS" É SINÔNIMO DE AMAR A DEUS E AO PRÓXIMO?

É verdadeira esta afirmação?

Muitas vezes ouvi esta afirmação; Muitos blogs e sites a usam; até que resolvi pensar melhor sobre ela; vejam o que conclui.
Não vejo a afirmação de que “Amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo com a ti mesmo” seja um resumo dos “dez mandamentos”, veja por que:

Os dez mandamentos não falam de amor.

Veja bem - Sobre os DEZ Mandamentos,
há a concordância que:

1 - Não ter outros Deuses, Só Nosso Criador;
2 - Não fazer/ter/adorar/imagens;
3 - Não falar o nome de Deus em vão;
4 - Lembra-te do sábado (Descanso-repouso);
5 - Honrar pai e mãe;
6 - Não matarás;
7 - Não adulterar;
8 - Não furtarás;
9 - Não dirás falso testemunho:
10- Não cobiçarás.

- Os quatro primeiros - fala-nos do verdadeiro Deus e fuga da idolatria - ( NÃO FALA DE AMAR A DEUS OU DE SERMOS AMADOS POR ELE);

- Os seis seguintes - (FALA-NOS DE NÃO PREJUDICAR O PRÓXIMO, MAS NÃO DE AMÁ-LO E SER AMADO POR ELE)

- O Quarto mandamento - Fala-nos de responsabilidade para com Deus e para com nosso próximo, pois trata do descanso semanal - penso que deve ser dedicado ao descanso do trabalho e comunhão com Deus.
Quando Jesus disse:
Mateus 22:38
"Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas."

Ele disse TODA LEI E PROFETAS, e não os dez mandamentos e os profetas!

Quando a Bíblia fala "lei" nem sempre se refere aos dez mandamentos; e quando diz "mandamentos", nem sempre também se refere aos dez mandamentos, veja por quê:


Os dez mandamentos são uma fração dos mandamentos (LEIS) do Senhor contidas na Torah.

A Torah tem 613 mandamentos que devem ser estudados junto com o Talmude, para entender a alma do povo Judeu.

- 248 mitzvot eram (são) mandamentos positivos, como por exemplo a diretriz de que o Judeu deve cuidar da viúva e do órfão;

- 365 eram mandamentos negativos (são), como por exemplo a advertência de que o Judeu não deve aceitar suborno;

E Assim por diante...

Portanto vendo por este ângulo e sabendo que a bíblia foi escrita por Judeus, e que quando fala em mandamentos, temos a obrigação de permitir outros além dos dez.
Ajudado em consulta ao livro "o Físico" - páginas 410 e 414. Contém fatos históricos.

Então, sobre esta afirmação de que "AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO", tratar-se de resumo dos dez mandamentos, pode ser UM PARADIGMA OU UM SOFISMA.


Penso que Jesus quis mostrar que guardar os dez mandamentos não é sinônimo de amar, veja porque:

Quando da parábola do Bom Samaritano (LUC 10:25 A 37), os dois zelosos guardadores da lei, ou seja o LEVITA E O SACERDOTE, que viviam no ministério da lei, PASSARAM DIRETO PELO MORIBUNDO A BEIRA DA ESTRADA, Pois os dez mandamentos não os condenava por não socorrê-lo(FALTOU O AMOR); CONTUDO O BOM SAMARITANO, pertencente aos perdidos, como diziam, compadeceu-se dele e o socorreu(PLENO DE AMOR). O Bom Samaritano vivia no Ministério do Espírito e não no ministério da lei.

PERGUNTA 1: O BOM SAMARITANO GUARDAVA OS DEZ MANDAMENTOS? Guardava o sábado?

PERGUNTA 2: O LEVITA E O SACERDOTE GUARDAVAM OS DEZ MANDAMENTOS? Guardavam o sábado?

(Já li que a bíblia não pode ser interpretada com base nas parábolas, mas não foi na bíblia que li isto)

Para hoje:

(Guardar o sábado no contexto do novo testamento, acatando o que Paulo disse em Colossenses 2:16 -17 e Romanos 14:5-6)

Quando do Grande julgamento, Jesus dirá:

Mateus 25
31 Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
32 e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos; 25 33 e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à esquerda.
34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
35 porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes;
36 estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me.
37 Então os justos lhe perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? 38 Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos?
39 Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te?
40 E responder-lhes-á o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes.

Veja a sequencia da narração em Lucas 10:25-37, quando o Interprete da Lei perguntou:

Mestre que farei para herdar a Vida eterna? (Lucas 10:25)

Termina com a resposta do próprio interprete da Lei dizendo o termo: "O que usou de misericórdia para com ele."

Veja: Os dez mandamentos não ensinam a se comportar como o Bom Samaritano se comportou, pois caso contrário o Sacerdote e o Levita, que os guardavam, teriam socorrido o homem assaltado e ferido.

O Levita e o Sacerdote, guardavam os dez mandamentos, contudo negaram a misericórdia.

Guardar os dez mandamentos não é sinônimo de amar ao nosso próximo.

Entenda o que Jesus quis ensinar.

Lucas 10:

25 E eis que certo homem, intérprete da Lei, se levantou com o intuito de pôr Jesus à prova e disse-lhe: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
26 Então,  Jesus lhe perguntou: Que está escrito na Lei? Como interpretas?
27 A isto ele respondeu: amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
28 Então Jesus lhe disse: Respondeste corretamente; faze isto e viverás.
29 Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: Quem é o meu próximo?
30 Jesus prosseguiu, dizendo: Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e veio a cair em mãos de salteadores, os quais, depois de tudo lhe roubarem e lhe causarem muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto.
31 Casualmente, descia um sacerdote por aquele mesmo caminho e, vendo-o, passou de largo.
32 Semelhantemente, um levita descia por aquele lugar e, vendo-o, também passou de largo.
33 Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu-se dele.
34 E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele.
35 No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar.
36 Qual destes três te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores?
37 Respondeu-lhe o intérprete da Lei: O que usou de misericórdia para com ele. Então, lhe disse: Vai e procede tu de igual modo.

No juízo o amor triunfará

Moral da história:

Se vamos obedecer aos mandamentos, não nos comportemos como O LEVITA, O SACERDOTE, MUITOS ESCRIBAS, MUITOS FARISEUS E MUITOS MAIORAIS DO TEMPLO, que secamente aplicavam a lei, sem um olhar de bondade , perdão, amor e misericórdia,.

"O CUMPRIMENTO DA LEI É O AMOR".

CONCLUINDO:

Não sabemos se Jesus vai perguntar sobre pontos divergentes de doutrinas e regras outras, mas com certeza as manifestações de amor, Ele vai.

No amor de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Francisco Alberto de Azevedo

http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com.br

0 comentários: