quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Foi Jesus Entronizado Como Rei Celestial em 1914?

Um Breve Exame de Algumas Referências Bíblicas Pertinentes
1 – Segundo o ensino da organização Torre de Vigia, Jesus “assentou-se” ou “foi entronizado” no trono de Deus nos céus em 1914. Porém, já no primeiro século Jesus disse ao apóstolo João: “Àquele que vencer, concederei assentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com o meu Pai no seu trono.” – Revelação 3:21.

Se Jesus disse que estava assentado no trono de Deus nos céus já nos dias do apóstolo João, como ele poderia assentar-se (ou ser “entronizado”) no trono de Deus somente 19 séculos depois, no ano de 1914?

2 – A organização Torre de Vigia explica que Jesus estava assentado no trono apenas num papel limitado até 1914, governando unicamente sobre a congregação cristã, mas que em 1914 obteve o “reino do mundo” (Revelação 11:15). Todavia, já no primeiro século, a apóstolo João, ao escrever a uma congregação de cristãos, enviou uma saudação “da parte de Jesus Cristo, 'a Testemunha Fiel', 'o primogênito dentre os mortos' e 'o Governante dos reis da terra'”. – Revelação 1:5.

Se Jesus era o “governante dos reis da terra” já naqueles dias do apóstolo João, como ele poderia tomar posse do “reino do mundo” só no ano de 1914?

3 – Segundo a Torre de Vigia, Jesus “recebeu ainda mais autoridade em 1914. Naquele ano, ele foi designado Rei do Reino messiânico de Jeová.” (Livro Venha Ser Meu Seguidor, pág. 185. Veja também o livro Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, página 140, e muitas outras publicações que transmitem essa mesma ideia.) Entretanto, logo depois de sua ressurreição e pouco antes de ascender ao céu, Jesus disse aos seus discípulos: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.” – Mateus 28:18.

Se Jesus tinha recebido “toda a autoridade no céu e na terra”, como poderia ele ter assumido o poder só em 1914? É possível alguém receber ainda mais autoridade do que “toda a autoridade”?

4 – Os líderes da organização Torre de Vigia estão dispostos a aceitar que Jesus recebeu “toda a autoridade” após sua ressurreição, mas explicam que ele só ganhou o direito de exercer esse poder contra as nações em 1914. Só então, ele estaria autorizado a ‘despedaçá-las’. Porém, já no primeiro século, Jesus disse à congregação em Tiatira, na Ásia Menor: “E àquele que vencer e observar as minhas ações até o fim, eu darei autoridade sobre as nações, e ele pastoreará as pessoas com vara de ferro, de modo que serão despedaçadas como vasos de barro, assim como recebi de meu Pai.” – Revelação 2:26, 27.

Se Jesus, já no primeiro século tinha recebido o poder sobre os povos ou nações, incluindo o poder de ‘despedaçá-los’, como ele poderia ter recebido esse poder pela primeira vez só em 1914? É verdade que ele não despedaçou nações na época do apóstolo João – mas será que ele fez isso no ano de 1914?

5 – A organização Torre de Vigia admite que Jesus estava sentado à direita de Deus e tinha uma posição superior já após sua ressurreição (Efésios 1:20-23), mas cita Hebreus 10:12, 13 em apoio da idéia de que ele só começou a exercer o seu poder em 1914. A organização diz que Jesus assentou-se à direita de Deus na sua ressurreição, mas ficou “daí em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo dos seus pés.” Esta espera, dizem eles, só terminou 19 séculos depois, em 1914, e só então Jesus começou a reinar. Mas, 1 Coríntios 15: 25, 26 diz: “Pois ele tem de reinar até que [Deus] lhe tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés. Como último inimigo, a morte há de ser reduzida a nada.”

Se Jesus não estava reinando antes de 1914, e deveria ficar esperando todos os inimigos serem subjugados para só então começar a reinar, será que esta situação ocorreu em 1914? Foram todos os inimigos postos como escabelo para os pés de Jesus naquele ano? Foi a morte eliminada ou “reduzida a nada” em 1914?

6 – Os líderes da organização Torre de Vigia afirmam que os “tempos dos gentios” (Lucas 21:24), ou “tempos designados das nações”, conforme sua versão bíblica, terminaram em 1914.

Mas, como podem os “tempos designados das nações” ter terminado em 1914, se as nações não só continuaram existindo naquele ano como também o número delas triplicou desde então? A verdade simples é que, para a maioria das nações na terra hoje, os seus tempos começaram depois de 1914. De que maneira os tempos dessas nações terminaram em 1914?

(Traduzido e apresentado no Mentes Bereanas com permissão do autor. As referências bíblicas nesta consideração foram extraídas da Tradução do Novo Mundo.)

0 comentários: