domingo, 10 de junho de 2012

O Evangelho é "de uma vez por todas" ou pode ter outro? 

Por Emerson de Oliveira

A discussão aqui vai ser em torno de uma palavra grega "hapax", usada em Jd. 1.3. Os apologistas mórmons dizem que ela não significa "de uma vez por todas" e sim "uma vez". Todas as citações em azul se referem ao site mórmon http://www.amai.jc.nom.br/bible_doc.htm#Judas. Minhas respostas estão em preto.

20) Qual a necessidade de restauração se Judas 1:3 diz que o Evangelho fora dado aos santos “de uma vez por todas” (ou para sempre, conforme a versão)?

Vejamos duas versões Bíblicas para esta passagem:

“...tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que UMA VEZ foi dada aos santos.” [Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, Edição Corrigida e Revisada, fiel ao Texto Original/ Trinitarian Bible Society]

“...senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes diligentemente pela fé que UMA VEZ POR TODAS foi entregue aos santos.” [A Bíblia Anotada, Versão Almeida, revista e atualizada / The Ryrie Study Bilbe] 
Qual versão é a mais correta?

Enquanto alguns tradutores da Bíblia traduzem a passagem “de uma vez por todas,” a Versão do Rei Tiago em Inglês simplesmente fala da “fé que foi uma vez entregue aos santos.” A palavra Grega que serve tanto para “uma vez” (ou “uma vez por todas”) é {hapax} . Esta palavra entretanto não denota uma idéia definitiva e final. Isto é claro a partir das seguintes passagens do Novo Testamento, onde a mesma palavra Grega é usada em um contexto onde ninguém a compreenderia como significando “uma vez por todas” ou “uma vez para sempre”.

A questão de crítica textual. Bem, como aparentemente o mormonismo quer afirmar que é uma "restauração" do primeiro Evangelho dado à humanidade (que os cristãos consideram fechado e lacrado, não tendo outra doutrina além dele), eles alegam que a palavra "hapax" usada aqui em "UMA VEZ" (Almeida Corrigida e Fiel) e "UMA VEZ POR TODAS" (Almeida Atualizada) significa realmente "uma vez" (quer dizer, dando abertura a mais um evangelho). A crítica textual, apesar do debate em torno da KJV (king James, a maior Bíblia inglesa), já provou que o TR (manuscritos por trás da KJV e da Almeida Corrigida e Fiel em português) tem várias adições e alterações que não estavam no original, além do sentido nem sempre ser o mesmo. Mas isto não a faz deixar de ser uma Bíblia respeitável.

A Bíblia Ecumênica (TEB) tem uma tradução muito interessante: "...a fim de vos animar a batalhar pela fé que foi definitivamente (grifo nosso) entregue aos santos."

A nota da Bíblia de Jerusalém diz:

"Na tradição da fé apostólica (v.17), fundamento da vida cristã (v.20), não há nada que mudar (v.5); cf. ICo.11.2; IITs.2.15+;ITm. 6.20+"

O Wycliffe Bible Commentary diz:

"O advérbio grego hapax, uma vez por todas (grifo nosso) Jd. 3 (Hb. 6:4; 10:2; IPd. 3:18) afirma a finalidade da revelação de Deus em Cristo na história da redenção. É um ponto fixo e irrepetível de nossa fé. Esta revelação acompanha este objetivo, pois foi entregue aos santos".

O comentário Jamiesson, Fausset and Brown diz: "aqui, em Jd.1.3, hapax significa 'uma vez por todas' (grifo nosso). Aqui diz que nenhuma outra fé ou revelação deve existir. Um forte argumento contra os inovadores heréticos (Jd.1.4). Crentes, como os carregadores de Neemias (Nm.4.17) com uma mão faziam as obras" e com a outra 'pegavam a fé' e com a outra 'a defendiam' contra seus inimigos".

Veja o que diz Barnes:

[Jd. 1.3 - Uma vez entregue aos santos] A palavra aqui usada hapax (NT:530) pode significar "uma vez por todas", no sentido de estar completo (grifo nosso), e não repetível; ou "antes", pelo autor. Doddridge, Estius e Beza entendem da maneira anterior; Macknight e outros no último; Benson supõe inadequadamente que significa "totalmente ou perfeitamente". Talvez o sentido mais comum da palavra seria, que se fez UMA VEZ no sentido que não será feito de novo e, por conseguinte, no sentido que estava então completo e que nada seria adicionado nele. Há a idéia de que foi feito ANTES de fato, mas com este pensamento adicional, que estava então completo. Compare, para este uso da palabra grega "uma vez" em Hb. 9:26-28; 10:2; IPd. 3:18. A "entrega" desta fé aos santos aqui é evidentemente feita por revelação, ou o sistema de verdade que Deus tem feito conhecida Sua Palavra. Tudo o que Ele revelou, temos que defender como verdadeiro. Não devemos deixar de lado nenhuma parte desta revelação, pois é toda importante para a humanidade. Por um estudo cuidadoso da Bíblia sabemos qual é este sistema e então em todos os lugares, em todo momento, em todas as circunstâncias e em cada sacrifício, devemos mantê-lo".

O autor diz: "Esta palavra entretanto não denota uma idéia definitiva e final." Vamos ver se não denota. Veja o que diz o Dicionário Expositório Vine de Palavras Bíblicas:

1.   UMA VEZ; UMA VEZ POR TODAS: hapax NT:530 denota (a) "uma vez", IICo 11:25; Hb. 9:7,26-27; 12:26-27; na frase "uma e outra vez" lit., "uma vez e duas vezes" Fl. 4:16; ITs. 2:18; (b) "uma vez por todas", de valor perpétuo, não necessitando repetição, Hb. 6:4; 9:28; 10:2; IPd. 3:18; Jd. 3 (grifo nosso), RV, "uma vez por todas" (Almeida CF, "uma vez"); v. 1:5 (repetir); em alguns mss. IPd.3:20 (lê como a Almeida CF).
2.   Este dicionário resolve a questão. Note que ele mostra que em Jd. 1.3 hapax tem o sentido de "uma vez por todas". Então a tradução da Almeida Corrigida e Fiel não é correta (mas isto não a desmerece). A Almeida Atualizada está certa pois traduz hapax no sentido que o dicionário Vine ordenou. Vejamos o que diz o dicionário Strong:

530 apax hapax hap’-ax

Provavelmente de 537; TDNT-1:381,64; adv

AV-uma vez 15; 15

1) uma, uma vez

2) uma vez por todas


E nem precisaríamos adicionar mais ainda dizendo que o Barclay Newman's Greek Dictionary (página 18) publicado pela United Bible Society e o Greek Lexicon por E. W. Bullinger também definem hapax por "uma vez e uma vez por todas".

A questão é sobre uma simples palavra. O autor mórmon mostra outros versículos onde a mesma, para ele, não tem o sentido de "uma vez por todas":

Filipenses 4:16
“Porque também uma e outra vez me mandastes o necessário à Tessalônica” [Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil, Edição Corrigida e Revisada, fiel ao Texto Original/ Trinitarian Bible Society]

Por que até para Tessalônica mandaste, não somente UMA VEZ, mas duas, o bastante para as minhas necessidades. [A Bíblia Anotada, Versão Almeida, revista e atualizada / The Ryrie Study Bilbe]

1 Tessalonicenses 2:18
“Por isto bem quisermos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu.” [Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil]

“Por isto quisemos ir até vós (pelo menos eu, Paulo, não somente UMA VEZ, mas duas), contudo Satanás nos barrou o caminho.” [A Bíblia Anotada]

Percebam que nestes dois versículos, até mesmo A Bíblia Anotada, traduziu {hapax} como apenas “uma vez”, apesar de ter traduzido a mesma palavra Grega por “uma vez por todas” na passagem de Judas

Como vemos o autor de AMAI.JC citou exatamento os versículos onde hapax realmente significa UMA VEZ. Mas não citou Hb. 6.4 (ou será que Cristo vai morrer outra vez?), onde significa "DE UMA VEZ POR TODAS". E em ITs. 2.18 hapax significa UMA VEZ e não UMA VEZ POR TODAS. Na verdade, o significado dela aqui é diferente de Jd. 3.

A Bíblia de Jerusalém diz: "quis fazê-lo muitas vezes". Novamente, a questão aqui é se o Evangelho precisa ser "restaurado". O que precisa ser restaurado são as pessoas não o Evangelho.

Continuando:

Na verdade, a mesma palavra Grega é encontrada dois versículos mais adiante em Judas 1:5, onde o autor escreveu:

 “Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram.” [Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil].

“Quero pois, lembrar-vos, embora já estejais cientes de tudo uma vez por todas, que o Senhor tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram” [A Bíblia Anotada]

Se ele tinha que lembrar seus leitores que “uma vez” souberam isto, então agora o sabem novamente, portanto uma tradução como “de uma vez por todas” não faz muito sentido. Veja como fica desajeitada a opção e como muda o sentido do versículo esta mesma passagem na Bíblia Anotada, sendo obrigada a sacar um complemento nominal (“de tudo”) não existente no texto original a fim da frase fazer algum sentido.

Novamente, tem que se admitir que hapax aqui em Jd. 5 significa "UMA VEZ POR TODAS" (ver Dicionário Vine acima). Aqui está no sentido de repetir algo.
O comentário Jamieson, Fausset e Brown diz sobre Jd. 1.5: "uma vez - ou melhor "uma vez por todas" (grifo nosso). Em outras palavras:  "desejo lembrar-lhes, como sabendo TUDO (isto é, a que eu estou me referindo; assim segundo os manuscritos mais antigos, versões e Pais) de uma vez para todas". Como eles já conheciam os fatos 'de uma vez por todas', ele só precisava lembrá-los".

Desculpe, Jeff Lindsay e outros, mas foi isso o que Judas quis dizer aqui. Ficou mais claro? A NIV tem uma tradução interessante:

"Ainda que vós sabeis de tudo isto, quero recordar-lhes que o Senhor libertou seu povo do Egito, mas depois destruiu aqueles que não creram".

Se o evangelho (mais corretamente, fé) era para ser entregue apenas uma vez aos homens na terra, então Paulo estaria errado em escrever que o evangelho houvera sido revelado anteriormente a Abraão (Gálatas 3:8). E se o evangelho foi revelado nos dias de Jesus, para nunca mais desaparecer da terra, não haveria necessidade da aparição do anjo que João viu, o qual haveria de vir nos últimos tempos a fim de revelar o evangelho aos habitantes da terra (Apocalipse 14:6-7).

Wycliffe Bible Commentary diz: "de novo se usa o advérbio hapax (cf. v. 3); aqui se refere ao conhecimento dos leitores do Evangelho. O argumento de Judas é que a profissão de fé de um homem não o estabelece como virtuoso ante Deus. A possibilidade de falhar é ilustrada pelo exemplo dos israelitas descrentes que foram tirados do Egito mas depois foram destruídos".

Infelizmente, para o autor do site, hapax aqui não significou o que ele queria. John A. Tvedtnes, um outro autor mórmon, diz: "A palavra Grega interpretada 'mais uma vez' (ou 'de uma vez por todas') é hapax, que simplesmente significa 'mais uma vez'. Contudo, isto não denota término". Como vimos ela pode significar as duas coisas, mas depende de onde é usada. Em nenhum lugar os autores mórmons citaram a passagem corretamente. Vimos que Fl.4.16 não diz "uma vez por todas" realmente. Mas o que diriam eles de Hb.10.2? Vimos que em Jd. 5 ela significa sim "de uma vez por todas", apesar de John dizer: "Se ele tivesse que relembrar seus leitores que eles ‘uma vez’ sabiam isto, então ele faz com que saibam disto novamente, uma tradução portanto de “uma vez por todas” não faz sentido nenhum".

Depois ele diz: "Se o evangelho (mais corretamente, fé) era para ser entregue apenas uma vez aos homens na terra...", falando de Gl.3.8. O comentário JFB: "aqui significa que Ele anunciou de 'antemão o Evangelho'. Esta 'promessa' foi substancialmente o Evangelho por anticipação. Compare com Jo. 8:56; Hb. 4:2. Assim o Evangelho, em seu gérmen inicial, é mais antigo que a lei, ainda que o desenvolvimento pleno do anterior é subsqüente do último". Novamente, se ou autor quer dizer o 'Evangelho' aqui em Gálatas como o definitivo, errou, pois era só uma promessa. A tradução melhor de Gl.3.8 deveria ser: "Mostrou as boas-novas de antemão a Abraão". Não o Evangelho. 

"E se o evangelho foi revelado nos dias de Jesus para nunca mais desaparecer da terra, não haveria necessidade da aparição do anjo que João viu, o qual haveria de vir nos últimos tempos a fim de revelar o evangelh aos habitantes da terra (Ap. 14.6-7)."

Esta é uma declaração tremenda. Expõe em algumas linhas a teoria mórmon da Grande Apostasia, onde diz que depois da morte dos apóstolos, o evangelho foi abandonado e a igreja caiu em apostasia. Mas vamos notar o que disse o autor aí: "E se o evangelho foi revelado nos dias de Jesus para nunca mais desaparecer da terra". Lembrem-se que ele está afirmando que o evangelho foi tirado da terra, sendo necessário vir um anjo (Moroni, talvez) para trazer um "evangelho eterno" para a humanidade. Para encerrar este assunto, lembremos mais uma vez do dicionário Vine:

b) "uma vez por todas", de valor perpétuo, não necessitando repetição, Hb. 6:4; 9:28; 10:2; IPd. 3:18; Jd. 3 (grifo nosso)

"De valor perpétuo". O que é "perpétuo"? Segundo o Aurélio, "perpétuo" é:

1. Incessante, contínuo, ininterrupto: movimento perpétuo.

2. Que dura sempre; eterno; eternal: degredo perpétuo; jazigo perpétuo.

3. Diz-se de cargo ou função vitalícia: É secretário perpétuo da Academia.

4. Frequente, constante, contínuo: Andam em perpétuas discussões
Notaram a noção 2? Então, segundo Vine, o evangelho "dado de uma vez por todas" em Jd. 3, é eterno, contínuo, constante. Isto não dá a idéia de algo que vai se interromper (onde está a Grande Apostasia aqui?).

E Ap. 14.6-7 diz:

"Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas".

Este versículo parece ser muito usado pelos mórmons. Mas veja o que diz o Robertson's NT Word Pictures (Quadros Verbais do Novo Testamento):

{um evangelho eterno} (euaggelion aionion). O único uso de euaggelion nos escritos de João, ainda que o verbo euaggelisai (primeiro aoristo  epexegético do infinitivo ativo com econta como Jo. 16:12) ocorre aqui e em Ap.10.7. Aqui não está to euaggelion (o Evangelho), mas só uma proclamação do propósito eterno de Deus (é a única vez que aparece aionios aqui no Apocalipse, ainda que foi comum no Quarto Evangelho e em I João). Orígenes igualmente tomou este "evangelho eterno" como outro livro a ser escrito! Note o uso duplo de epi (com o acusativo depois de euaggelisai e o genitivo con ghv)".

Que incrível declaração! Robertson nota que o versículo não fala DO EVANGELHO (com as doutrinas cristãs) mas só uma proclamação. E também que Orígenes o tomou por outro livro a ser escrito (como os mórmons fazem com o Livro de Mórmon?). Parafraseando um ditado corrido: "isto põe um prego no caixão do assunto de precisar de outro livro".

E, finalmente:

Dr. Charles Pyle (PhD em línguas Clássicas) nota também que existia uma outra palavra Grega, “ephapax”, a qual significa literalmente “de uma vez por todas”. Ela era utilizada na época do Novo Testamento e Judas certamente a teria usado ao invés da ambígua “hapax” se ele quisesse passar uma idéia de fé definitiva e final.


Realmente, existe esta palavra. Mas por que o autor quis colocar isto aqui logo no final? O autor diz "Judas a teria utilizado ao invés da ambígua hapax". Na verdade, existem TRÊS palavras para "uma vez" ou "uma vez por todas": hapax, ephapax e pote. Hapax pode significar "uma vez" ou "uma vez por todas" (v. Vine). Vimos que Judas usou hapax NO SENTIDO DE UMA VEZ POR TODAS; ephapax significa "uma vez por todas" e é usada em Rm. 6.10 e Hb. 7.27, só; e pote significa "outrora" e é usada em Rm. 7.9.

Portanto, não tem nenhum fundamento a idéia do autor que Judas deveria usar ephapax. Judas usou haphax no sentido de "uma vez por todas".

0 comentários: