sábado, 16 de junho de 2012

As 2.300 Tardes e Manhãs - Utopia?
As 2.300 Tardes e Manhãs e o Juízo Investigativo são bíblicos ou apenas "tradição" da IASD?

OBS: Note com que simplicidade, em palavras, o irmão de Uraí apresenta suas conclusões...

PARTE I - 2300 (duas mil e trezentas) Tardes e Manhãs.

Este assunto das 2300 (duas mil e trezentas) tardes e manhãs é citado na Bíblia no capítulo 8, vs 14 e 26 do Livro do Profeta Daniel.
         Possuo uma revista adventista de março de 1973 em que se encontra, nada menos do que 37 expositores; inclusive um relato feito por Arnaldo B. Chistianini (falta-me o número indicativo da página).
        Pois bem, todos esses apontam para 2300 anos: mas eu, julgando-me o mais pequeno de todos os estudantes da Bíblia, também quero apresentar a minha interpretação desse assunto:
           Dan 8:13-17
        Depois, ouvi um Santo que falava; e disse outro Santo àquele que falava: Até quando durará a visão do contínuo sacrifício e da transgressão assoladora para que seja entregue o santuário e o exército. a fim de serem pisados? E ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o Santuário será purificado. E aconteceu que, havendo eu, Daniel visto a visão, busquei entendê-la, e eis que se me apresentou diante uma como semelhança de Homem. E ouvi uma voz de Homem nas margens do Ulai, a qual gritou e disse: Gabriel, dá a entender a este a visão, e veio perto de onde eu estava: e vindo ele, fiquei assombrado e cai sobre o meu rosto; mas ele me disse; Entende, filho do Homem porque esta visão se realizará no fim do tempo.
         Então note que o assunto volta em pauta no vs 26 deste mesmo capítulo:
           Dan 26-27
          E a visão da tarde e da manhã que foi dita, é verdadeira: tu, porém, cerra a visão, porque só daqui a muitos dias se cumprirá, E eu, Daniel, enfraqueci e estive enfermo alguns dias; Então levantei-me e tratei do negócio do rei; e espantei-me acerca da visão, e não havia quem a entendesse.
Então, analisando:
Daniel não entendeu a visão das 2300 tardes e manhãs, mas também Daniel não fez cálculo algum apontando para 2300 anos ou 2300 dias literais porque ele não a entendeu! Então o que ele fez?
Daniel foi orar a fim que o grande o ETERNO, o único criador do céu e da terra lhe confortasse e lhe desse entendimento:
Dan 9:3
E eu dirigi o meu rosto ao SENHOR DEUS, para buscar com oração e rogos e jejum, e pano de Saco e Cinza.
Então, note bem meus amigos, as queixas e os lamentos de Daniel sobre os seus pecados e suas transgressões; dele e do povo de Israel, isto é, desde o verso 4 até o verso 20 do capítulo 9 este é o contexto.
Veja como o ETERNO é bom, Ele o todo Poderoso atendeu a oração de Daniel e enviou o seu Anjo a Daniel, e disse:
Cap. 9:21-22
Estando eu digo ainda falando na oração o varão Gabriel que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente e tocou-me a hora do sacrifício da tarde; e me instruiu e falou comigo e disse: Daniel, agora sai para fazer-te entender o Sentido.
Nota No Tempo do Fim: Importante notar que neste capítulo 9 até este ponto não foi dado a Daniel nenhuma visão mostrando-nos que, realmente, o assunto é a visão de Daniel 8, mesmo que tenham se passado cerca de dez anos, é a que ficou incompreendida e que agora seria esclarecida!
Fazer com que Daniel entendesse o que? Fazer que Daniel entendesse aquela visão que ele não entendeu (Dan 8:14-26). Disse-lhe o anjo:
Dan 9:23
No princípio das tuas súplicas saiu a ordem e eu vim para te declarar, porque és muito amado, toma pois bem sentido na palavra e entende agora a visão.
Como eu já disse: visão das 2300 tardes e manhãs... Note então amigos que no verso seguinte:
Dan 9:24
Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão e dar fim aos pecados, e expiar a iniquidade e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e ungir o Messias, o Santo dos Santos.
Já em seguida vemos claramente como foi purificado o Santuário e em que tempo aconteceu. Veja o versículo 25 a 27:
 Dan 9:25-27
Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém até Messias, o Príncipe Sete Semanas e Sessenta e duas Semanas, as ruas e as tranqueiras se edificarão, mas em tempos angustiosos. E depois das sessentas e duas semanas será tirado o Messias e não será mais, e o povo do Príncipe que há de vir, destruirá a cidade e o santuário e o seu fim será com uma inundação e até o fim haverá guerra; estão determinadas assolações; E ele firmará um concerto com muitos por uma semana, e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador e isso até a consumação, e o que está determinado será derramado sobre o assolador.
A saída do povo de Israel da Babilônia segundo os historiadores se deu no ano de 457 A.C. início das Setenta Semanas ou 490 anos.
Aqui meus amigos, foi o grande erro de todos quando se basearam em Num 14:34 e também Eze 4:4-6. Então foi feito o cálculo representando um ano para cada dia, mas não quer dizer que tudo o que diz dias, representa anos proféticos, porque ali (Números e Ezequiel) foi uma punição que o grande DEUS SENHOR todo poderoso decretou a Israel devido à contínua murmuração do povo contra Moisés e contra o todo Poderoso. Mas com as “2300 Tardes e Manhãs” é muito diferente, pois é uma pequena parte das Setentas Semanas e não são 2300 anos; nunca foi e nunca será, pois como eu já disse, segundo o contexto de Dan 9:25-27, as 2300 Tardes e Manhãs acontecem na última semana das Setenta!
Nota No Tempo do Fim: O entendimento de semanas como anos é bíblico e foi usado por Moisés para expor a história de Jacó e o seu casamento com Léia (Gen 29:26-27). No entanto para que as 2.300 tardes e manhãs se tornem anos teríamos que aplicar duas regras de interpretação profética: a primeira transformando tardes e manhas em dias e a segunda dias em anos... Isto jamais foi visto nas Escrituras: duas transformações para se chegar a um entendimento!!!
As 70 semanas somam 176.400 (cento e setenta e seis mil e quatrocentos) dias literais; delas você tira uma semana (a última) e então ficamos com sessenta e nove semanas ou 483 anos que soma 173.880 (cento e setenta e três mil, oitocentos e oitenta) dias literais.
Continuando com a nossa matemática você vai entender direitinho:
João Batista nasceu no dia 163.080 (cento e sessenta e três mil e oitenta – o primeiro dia da última semana) dias literais da série de setenta semanas e Yaohushua, neste caso nasceu no dia 163.260 (cento e sessenta e três mil, duzentos e sessenta) dias literais desta última semana.
Nós queremos dar um bom relato de como ocorreu a profecia de Daniel 8:13-14 e também do cap 9:24; porque nesse capítulo é que está todo o entendimento das 2300 Tardes e Manhãs.
Então esteja bem atento às nossas explicações que você vai entender facilmente:
João Batista foi o porta voz de Cristo conforme escreveu Isaías, voz do que clama no deserto, (Isaías 40:3).
Malaquias 3:1
Eis que eu envio o meu anjo que preparará o caminho diante de mim, e de repente virá ao seu templo o Messias a quem vós buscai, o anjo do concerto a quem vós desejais, eis que vem diz o Messias dos Exércitos.
Então preste muita atenção: Naqueles dias apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia, dizendo: “Arrependei-vos porque é chegado o Reino dos Céus” (Mat 3:1-2); cumprindo Isaías 40:3; isto aconteceu no primeiro dia literal da septuagésima semana...
João Batista tinha naquele dia trinta anos de idade e já estava apto e preparado para ocupar esse ministério; Veja Num 4:3-23; 30-35; 39; 43-47. Isso aconteceu no ano 15 do Império de Tibério César, sendo Poncio Pilatos o governador da Judéia, Herodes o tetrarca da Galiléia e seu irmão Filipe, tetrarca de Abilene. Sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes.
Nota No Tempo do Fim: O homem só podia entrar para o ministério levítico após completar 30 anos... Num 4:3
Veio no deserto a palavra de o ETERNO a João filho de Zacarias, (Lucas 3:1-2 -  leia o capítulo até o versículo 20); então veja que enquanto isso, Yaohushua estava na Galiléia aguardando seus trinta anos completos para ir a João no Jordão para também ser batizado porque Ele não podia assumir seu Ministério sem completar os trinta anos como diz a lei de Moiséis.
Mat. 5:17
Disse Yaohushua: “Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas, não vim AB-Rogar, mas cumprir”.
Então, note bem, Yaohushua completou seus trinta anos (Lucas 3:23) e se dirigiu a João que ha seis meses estava batizando:
Nota No Tempo do Fim: Uma vez que ele, João, era seis meses mais velho que o seu primo, Yaohushua!
Mat. 3:13-17
Então veio Yaohushua da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João o impedia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim? Yaohushua, porém, lhe respondeu: Consente agora; porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele consentiu. Batizado que foi Yaohushua, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de o ETERNO descendo como uma pomba e vindo sobre ele; e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.
Mat. 4:1-2
Então foi conduzido Yaohushua pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo, e tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome...
Continue lendo até o versículo 11 deste capítulo de Mateus:
Mat 4:12
Yaohushua, porém ouvindo que João estava preso voltou para a Galiléia,
Então queridos irmãos notem que até aqui já se tinham decorrido 220 dias literais da  última semana da série de setenta e Cristo ainda não tinha pregado o Evangelho a ninguém...
Então você entende? Esses 220 dias pertencem à pregação de João Batista. Yaohushua, então volta para a Galiléia:
Nota No Tempo do Fim: Mais á frente é explicado como chegar-se às estes 220 dias.
Mat 4:13-15
E deixando Nazaré foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima nos confins de Zebulom e Naftali para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías que diz: “A terra de Zebulom e a terra de Naftali junto ao caminho do mar além do Jordão a Galiléia das nações, o povo que estava assentado em trevas viu uma grande luz, e os que estavam assentados na região e sombra da morte, a luz raiou;
Desde então começou Yaohushua a pregar e a dizer:
Mat. 4:17
“Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos Céus”.
Nota No Tempo do Fim: Observe que o livro de Mateus é o único em que encontramos a expressão “Reino dos Céus” e sempre DO céu e nunca NO céu, indicando claramente procedência e jamais destino!
Neste versículo vemos o começo da pregação de Cristo que pregou por um espaço de 1040 dias literais até a cruz. Note que no verso 18 é que vemos Yaohushua selecionando o seu apostolado (Mat 4:18).
Então, voltemos aos saudosos pioneiros, principalmente Miller que fez seu cálculo na profecia de Daniel 8:14 em 2300 anos e marcou a vinda de Cristo para 22/10/1844, e o que aconteceu? Seu cálculo falhou e o Cristo não veio. Então Miller e uma grandíssima multidão ficaram todos decepcionados, porquê? Por que Cristo não veio, e muitos acharam que não passou de uma grande ilusão. Mas de fato não vamos criticar Miller e os demais que queriam ver esse grande evento, ou seja, a volta do grande mestre, nosso Salvador.
Mas na verdade foi uma grande negligência, porque marcar a volta de Cristo, foi um grandíssimo erro, pois o próprio Cristo disse que esse segredo é só o Seu Pai quem sabe...
Mat. 24:36
“Porém daquele dia e hora ninguém sabe, nem mesmo os anjos do céu nem o Filho mas unicamente Meu Pai”.
Atos 1:6-7
Aqueles, pois que se haviam reunido perguntaram-lhe dizendo: Messias, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel? E disse-lhes: “Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo Seu próprio poder”.
Então vejamos aqui o grande erro que se cometeu por não examinar bem as escrituras. Mas se Miller não tivesse cometido esse engano, eu não estaria aqui, hoje, re-examinando esta profecia. No entanto, eu quero deixar um alerta para aqueles da velha plataforma de 1844 que ainda pensam que esse movimento é a Igreja da Profecia: Devem rever (Atos 17:11) e decidir-se porque errar é possível, mas continuar no erro é proibido; é um grande descuido!
Eu poderia escrever muito sobre este assunto, mas quero ainda lembrar que João é mais velho que Cristo, seis meses, ou seja, cento e oitenta dias literais.
Lucas 1:36-38
Disse o anjo a Maria: “E eis que também Isabel tua prima concebeu um filho em sua velhice, e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril, porque para o ETERNO nada é impossível”. Disse então Maria: “Eis aqui a serva do Messias, cumpra-se em mim segundo tua palavra”. E o anjo ausentou-se dela.
 E assim que o anjo a deixou, Maria ficou grávida pelo poder de o ETERNO, conforme a descrição do versículo 35 deste capítulo.
Continuando:
Como nós sabemos que as setenta semanas somam-se quatrocentos e noventa anos proféticos; uma semana soma-se sete anos, e sete anos soma-se 2.520 (dois mil quinhentos e vinte) dias literais. A pregação de João até o batismo de Cristo – seis meses ou cento e oitenta dias literais; Cristo foi batizado e não foi pregar, mas foi jejuar por um prazo de quarenta dias e quarenta noites para ser tentado pelo diabo. E findo que foi o jejum, chegou Satanás, o grande enganador para enganá-lo com suas mentiras (Luc 4:1-12). Portanto, 180 + 40 = 220 dias literais...
Então, nossos amigos, vejam que a pregação de João Batista foi justamente 220 dias literal... Como vimos, uma semana somam-se 2520 dias e deduzimos a pregação de João - 220 dias - restando então 2300 tardes e manhãs (Dan. 8:14). Temos que decorridos, até a cruz, 1260 dias, ou seja, metade da 70º semana e com a outra metade (mais 1260 dias literais) chegaremos à morte de Estevão, terminando aqui o prazo para que o povo judeu deixasse as suas transgressões... (Dan 9:24).
Cristo pregou por um espaço de 1040 dias (e não por 1.260 dias) porque durante o jejum Ele não pregou, pois, estava se preparando (durante quarenta dias e quarenta noites) para enfrentar satanás e graças aos evangelhos, sabemos que o enfrentou e o venceu graças ao Todo Poderoso SENHOR JEOVÁ DEUS, Aleluia Amém.

PARTE II - JUÍZO INVESTIGATIVO?  VERDADE OU OUTRO ERRO?
 Recapitulando:
Então vamos com a graça do SENHOR TODO PODEROSO DEUS DOS EXÉRCITOS, GRANDÍSSIMO CRIADOR DE TODO O UNIVERSO, Aleluia Amém; a várias comparações:
Num. 14:34 Explicando “te dei um ano para cada dia”, como punição do povo de Israel pelas suas  murmurações e desobediência a Moisés – a voz de DEUS - e falta de fé no ALTÍSSIMO e medo de entrar na terra prometida.
Ezequiel 4:4-6 Foi também declarado um ano para cada dia e em Daniel 7:25 diz: um tempo e tempos e metade de um tempo. Logo no capítulo 8:14 de Daniel fala até 2300 tardes e manhãs, em 9:24 de Daniel diz 70 semanas. Em Apocalipse 11:2 está escrito 42 meses e ainda no verso 3 do mesmo capítulo 11 diz 1260 dias e no capítulo 12:6 cita de novo 1260 dias.
Então vamos à matemática: 2300 tardes e manhãs é sem dúvida, dois mil e trezentos dias literais; As setenta semanas refere-se a 490 anos, ou seja, 176.400 dias literais; quarenta e dois meses ou três anos e meio, ou 1260 dias literais.
Olhe meus amigos, o TODO PODEROSO não deixa ninguém sob engano, porque Cristo disse quem lê entenda! Esta segunda parte que eu estou escrevendo se refere ao último fracasso do movimento de 1844 que permanece até hoje. Você que está lendo este nosso compilado Bíblico, por favor, atente para o que está escrito: assim como a vinda de Cristo não aconteceu em 22 de outubro de 1844, também não foi nesse dia ou nessa ocasião que Cristo, nosso Sumo Sacerdote foi fazer expiação por nós no lugar Santíssimo, o segundo compartimento!
 Erros sempre acontecem, mas um erro seguido de outro foi o que aconteceu com esse movimento. Foram buscar recurso na Bíblia muito longe do assunto que pregaram antes e que não aconteceu... Senão, vejam:
Daniel 9:24 diz claramente acerca da purificação do Santuário e só sendo muito irracional para não entender; veja a clareza:
Dan. 9:24
Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua Santa Cidade para extinguir a transgressão e dar fim aos pecados e expiar a iniquidade e trazer a justiça eterna e selar a visão e a profecia e ungir o Messias o Santo dos Santos...
Nota No Tempo do Fim: O anjo vem explicar a Daniel a profecia da purificação do santuário que ocorreria após 2.300 dias...
Esta era a profecia: para 490 anos e não para 2300 anos, porque na verdade não é uma só profecia, mas um conjunto profético a se realizar EM 490 ANOS. Nada de 2300 anos e nem tão pouco Cristo se tornando Sumo Sacerdote só em 1844 para fazer um tal de Juízo Investigativo, assunto este incompreensível, pois Cristo assim que morreu pelos nossos pecados já se tornou sumo sacerdote aceito pelo todo PODEROSO, O GRANDE E ÚNICO DEUS, pois diz a Bíblia:
Mateus 27:51-53
Eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo e tremeu a terra e fenderam-se as pedras, e abriram-se os sepulcros e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados, e saindo dos sepulcros depois da ressurreição Dele, entraram na cidade Santa e apareceram a muitos.
João 3:16-18
Porque o ETERNO amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.Porque o ETERNO enviou o Seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele. Quem crê nele não será condenado, mas quem não crê já está condenado, portanto não crê no nome do unigênito Filho de o ETERNO.
Então temos a certeza que todos quantos fizerem a vontade do Pai até chegar na sepultura não vai ser julgado, e eu acredito verdadeiramente que a condenação dos maus será assim que terminar o milênio, mas quanto o tal juízo investigativo, onde está? Porque o escritor bíblico assim se expressou?
Heb. 2:17
Pelo que convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de o ETERNO para expiar os pecados do povo.
Heb. 3:1
Pelo que irmãos santos participantes da vocação celestial, considerai a Yaohushua apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão.
Heb. 5:5
Visto que temos um grande sumo sacerdote, Yaohushua filho de o ETERNO que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão porque temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, porém um que como nós em tudo foi tentado mas sem pecado,
Heb. 4:14-15
Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo para se fazer sumo sacerdote, mas glorificou aquele que lhe disse: “Tu és meu Filho hoje te gerei”.
Heb. 5:6
Como também diz em outro lugar: “Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem de Melquisedeque”.
Heb. 5:9-10
...sendo ele consumado veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem chamado por o ETERNO sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
Heb. 6:19-20
...a qual temos como âncora da alma segura e firme e que penetra até ao interior do véu, onde Yaohushua nosso precursor entrou por nós feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
Note bem meus amigos, que já naquele tempo o apóstolo Paulo disse:
Heb. 7:26
Ele entrou como sumo sacerdote porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecados e feito mais sublime do que os céus, porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos mas a palavra do juramento que veio depois da lei constituiu ao Filho perfeito para sempre.
Heb. 8:1-2
Ora a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo o qual o SENHOR fundou e não o homem.
Nota No Tempo do Fim: Se Yaohushua ao subir aos céus sentou-se á destra do Pai (no trono de Seu Pai – Apocalipse 3:21) e só em 1844 entrou no santíssimo temos que entender que o Pai tem (ou tinha) o Seu trono fora do santíssimo, não é?
Então o nosso Yaohushua entrou no lugar Santíssimo logo assim que subiu ao céu, veja que no velho tabernáculo, os sacerdote oficiava no primeiro compartimento mas no lugar Santo dos Santos era só o sumo sacerdote que entrava - Heb. 9:7.
Heb. 9:8
...dando nisso a entender o Espírito, o Santo, que ainda o caminho do Santuário não estava descoberto, enquanto se conservava em pé o primeiro tabernáculo,; mas vindo Cristo o sumo sacerdote dos bens futuros por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos isto é, não desta criação,
Heb. 9:11
...na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Yaohushua feita uma vez.
Heb. 10:10
...mas este havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados está assentando para sempre a destra de o ETERNO.
Como que é isto? O apóstolo Paulo disse, naquele tempo, que Cristo já estava para sempre à Destra do Pai e os milerista dizem que só em 1844 é que foi Se assentar junto ao Pai - Heb. 10:12.
Heb. 10:18
Ora onde há remissão destes não há mais oblação pelo pecado.
Então devemos ficar olhando para Yaohushua, o autor e consumador da nossa fé o qual pelo gozo que lhe estava proposto suportou a cruz desprezando a afronta e assentando-se à destra do trono de o ETERNO, (Heb. 12:2).
Note bem a diferença: aqui Cristo estava na terra e disse a Pedro: Em verdade vos digo que vós que Me seguistes quando na regeneração, o Filho do Homem se assentar no trono da sua glória também vos assentareis sobre doze tronos para julgar as doze tribos de Israel - Mat. 19:28
Agora Cristo já estava lá - muito antes de 1844 -  na visão que foi dado a João em Apocalipse:
Apoc 3:21
Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono,
E, então em Mateus 27:51 temos que para a purificação do Santuário terrestre acabou-se a matança de animais... Isto já era aborrecimento para o ETERNO, Veja Isaías 1:11-15.
Quanto ao Santuário Celestial, este também foi purificado, pois depois da cruz, houve batalha no céu e Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão e batalhavam o dragão e os seus anjos, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente chamada o Diabo e Satanás que engana todo o mundo, ele foi precipitado na terra e os anjos maus foram lançado com ele, e ouvi uma grande voz no céu que dizia: Agora chegada está a salvação e a força e o reino do nosso o ETERNO e o poder do seu Cristo, porque já o acusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante do nosso o ETERNO os acusava dia e noite e eles o venceram pelo sangue do cordeiro e pela palavra do seu testemunho e não amaram a sua vida até a morte, pelo que alegrei-vos ó céus e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar, porque o diabo desceu a vós e tem grande ira sabendo que pouco tempo lhe resta, Apoc. 12:7-12.
Meus amigos, o TODO PODEROSO, O GRANDÍSSIMO DEUS  DE TODA ETERNIDADE, o único Criador de todo o universo, Ele é justiça puríssima e cheio de misericórdia e retidão, talvez alguém até possa dizer que nosso cálculo esteja errado... também porque estamos provando que a purificação do Santuário terrestre e também os céus ficaram puros com o sacrifício de Cristo, mas isto é uma realidade pura; 27:51 de Mateus pois acabou-se com o sacrifício de animais, sabe porque? Porque o TODO PODEROSO aceitou no lugar santíssimo o sacrifício de Cristo e no dia da Sua ressurreição, Cristo subiu ao céu e despachou a grande serpente chamada de diabo aqui para a terra onde se tornou a sua habitação, dele e os seus anjos maus.
Agora vamos voltar à Bíblia.
João 20:17
Disse-lhe Yaohushua: Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos e diz a eles que eu subo para Meu Pai e vosso Pai, Meu o ETERNO e vosso o ETERNO,
Então Cristo foi ao céu naquele mesmo dia e regressou também no mesmo dia e houve festa no céu quando Satanás foi expulso aqui para a terra. Pelo que alegrai-vos ó céus e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar, porque o diabo desceu a vós e tem grande ira sabendo que já tem pouco tempo. (Apoc. 12:12).
Então, analisando: todos quantos aceitarem a Nosso Messias Yaohushua como seu Salvador, ou seja, nosso Precursor, não entra em condenação. Disse Yaohushua: “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono assim como eu venci e me assentei com Meu Pai no Seu trono”, Apoc. 3:21.
Portanto meus amigos quando o Novo Testamento foi escrito Cristo já há muito tempo tinha tomado posse do Santíssimo lugar a fim de advogar em nossas causas, e esse assunto de juízo investigativo não passa de outro erro como aquele das 2300 (duas mil e trezentas) tardes e manhãs. E aqui estou dando por encerrado este assunto embora reconheço que meu saber no mundo da letra é fraquíssimo, mas na Bíblia encontramos muitos argumentos que ainda podíamos relatar. Meu muito obrigado para todos os que lerem e ouvirem este compilado Bíblico.

0 comentários: