quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

DEVEMOS JOGAR A TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DAS TJS NO LIXO?


A "bíblia" das testemunhas-de-jeová já causou muita polêmica. Textos mal traduzidos, com a intenção de apoiar heresias da "organização de Jeová", é a característca marcante dessa obra. Em vista disso, cristãos sinceros têm me perguntado se devemos jogar no lixo essa tal TNM ou queimá-la.

Muitos pensam em fazer isso porque em Atos 19:19 menciona alguns que faziam artes mágicas e que haviam sido convertidos queimarem seus livros no fogo. Eles fizeram isso como uma forma de demonstrar que nada tinham mais a ver com suas práticas antigas. Todavia, o texto é descritivo, não normativo.

Em primeiro lugar, precisamos crescer sempre na fé e no conhecimento da Palavra de Deus, para distinguir o certo do errado. (Hebreus 5:13, 14) Quando conhecemos a fundo a sã doutrina, não precisamos temer a mentira, pelo contrário, devemos enfrentá-la e prová-la à luz das Escrituras a sua natureza demoníaca. (Tito 1:9) Temer o que se considera como mentira é marca registrada dos filhos do Diabo. Por isso que seus líderes vivem proibindo seus asseclas de lerem publicações de outras denominações ou religiões. A verdade deles é tão frágil e "coitadinha" que pode quebrar e cair no chão diante de qualquer questionamento. Estudo as seitas a fundo, e é sempre assim. Medo!

Mas os cristãos não são assim. Por exemplo, em minha biblioteca há livros satânicos, espíritas de várias ramificações, bruxaria, vudu, testemunhas-de-jeová, ateísmo militante. Possuo mais de 700 livros, e ainda quero ter mais. Por ampliar sempre minha relação pessoal com Deus através da leitura da Bíblia, leio tais obras sectárias e minha reação é sorrir, achar engraçado; é-me uma diversão. Encaro a leitura dessas pérolas sectárias como vírus e bactérias, as quais preciso estudar para desenvolver uma vacina ou um antibiótico. Há heresias muito bem "explicadas" pelas seitas, e o que precisamos fazer é identificar o erro principal, ou seja, o código genético delas, ou o defeito dele, então, prescrevemos a cura (Jesus) para os infectados e o tratamento de manutenção (o conhecimento da verdade bíblica). 


Quanto à TNM, não é necessário jogá-la fora. Quantas noites sou acordado por testemunhas-de-jeová (anciãos, servos ministeriais, pioneiros, publicadores) desesperadas porque descobriram os erros da seita! Eu uso a TNM para que elas mesmas vejam a verdade de Deus através de uma aberração literária. Como Satanás e seus demônios devem ficar furiosos quando me observam usando uma obra com o retoque deles para evangelizar TJs! 

Então, guarde-a com carinho em sua biblioteca, assim como eu guardo outras obras que o diabo tem usado para desencaminhar pessoas. Mas se mesmo assim a sua superstição falar mais auto e quiser se desfazer dela, faça com respeito. Assim como as TJs chamam meus textos de lixo espiritual, eu também tenho o direito de achar a TNM um lixo, mas isso não significa que, por exemplo, eu marcarei um dia para que todos me vejam jogando a TNM no lixo, ou então a queimando. Para mim, chutar uma imagem de um santo católico e desrespeitar a TNM é o mesmo pecado. Soube de um missionário que disse: "A TNM? Jogue-a na privada de sua casa!" Discordo desses desabafos. Mas se jogar, não precisa fazer propaganda disso. É imaturidade!

Posso lhe assegurar: Quase CEM POR CENTO dos peritos em grego bíblico acham a TNM um instrumento de Satanás para defender as heresias do Corpo Governante TJ. Eu estou com eles, pois conheço grego o suficiente para saber que eles estão com a razão. Os argumentos dos apologistas TJs para defender essa TNM me fazem cócegas nas axilas! No caso do grego bíblico, refuto esses argumentos um a um sem precisar usar 5% do que conheço de grego. Por isso que tais apologistas fogem de mim! Medo! 

Espero, assim, que possamos agir com equilíbrio ao lidarmos com tais questões. - Fernando Galli.

0 comentários: